Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/10709
Title: Controle da qualidade microbiológica e parasitária em áreas de recreação
Other Titles: Microbiological and parasitological quality control of recreation areas
Control de la calidad microbiológica y parasitológica de las áreas de recreación
Authors: Sotero-Martins, Adriana
Duarte, Antonio Nascimento
Carvajal, Elvira
Sarquis, Maria Inez de Moura
Fernandes, Ormezinda Celeste Cristo
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA). Área de Saneamento e Saúde Ambiental, Biologia Molecular e Biossegurança. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca/DCB. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ). IBRAG - DBC. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Laboratório de Taxonomia, Bioquímica e Bioprospecção de Fungos - LTBBF. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ). ILMD – LBS. AM, Brasil.
Abstract: As áreas de recreação são constituídas por matrizes ambientais de contato primário com a população (água e areia) por isso precisam ser monitoradas periodicamente, pois podem ser encontrados microrganismos patogênicos que oferecem riscos á saúde humana e animal. No Brasil, há descrito na resolução do Conselho Nacional de Meio Ambiente (CONAMA) os limites padrões aceitáveis para coliformes encontrados na matriz água utilizada para balneabilidade, o mesmo não ocorre para areia. Apenas iniciativas isoladas de órgãos ambientais municipais estabeleceram limites de classificação para a matriz areia, levando-se em conta parâmetros bacteriológicos. Estudos científicos que possam embasar outros bioindicadores de condições sanitárias estão sendo realizados no Brasil, sendo proposto os fungos e parasitas na avaliação da qualidade sanitária das áreas de recreação, como: praias, parques, quadras 1 Departamento de Saneamento e Saúde Ambiental (DSSA), área de Saneamento e Saúde Ambiental; Biologia Molecular e Biossegurança. E-mail: adrianasotero@ensp.fiocruz.br de jogos e creches. Este trabalho teve como objetivo abordar tópicos críticos da área de saneamento ambiental, tais como: uso da água e da areia nos ambientes de recreação; bioindicadores e riscos associados à saúde; doenças causadas por exposição a matrizes ambientais contaminadas. E indicar a importância do uso de múltiplos parâmetros como limites nas normativas legais que embasam a fiscalização, para assegurar o monitoramento mais completo e dar suporte as ações dos órgãos de controle ambiental e de saúde.
Abstract: The recreation areas are composed of primary contact population environmental matrices (water and sand), this should be periodically monitored to detected pathogens that cause risks to human and animal health. In Brazil the acceptable limits standards are described in resolution by National Environmental Council (CONAMA) for coliforms present in bathing water, but not exist to sand matrix. Only isolated initiatives of municipal environmental agencies have established limits for the classification of sand matrix, based on only bacteriological parameters. Brazilian scientific studies may support others biomarkers of health conditions to evalue the sanitary quality, like fungi and parasites, that can be used to recreation areas such as beaches, parks, day care centers and block of games. This study aimed to develop critical topics in the area of environmental sanitation: use of water and sand in recreation environments; biomarkers associated with health risks; diseases caused by exposure to contaminated environmental matrices. And indicate the use of multiples limits parameters described in rules to secure the most complete monitoring and support the actions of environmental control and health agencies.
Keywords: Sanitary quality
Recreation areas
Coliforms
Parasites
Bioindicators
keywords: Qualidade sanitária
Àreas de recreação
Coliformes
Parasitas
Bioindicadores
Issue Date: 2014
Publisher: UnB
Citation: SOTERO-MARTINS, Adriana et al. Controle da qualidade microbiológica e parasitária em áreas de recreação. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, v.5, n. 03, p.2059-78, 2014.
ISSN: 1982-4785
Copyright: open access
Appears in Collections:AM - ILMD - Artigos de Periódicos
ENSP - Artigos de Periódicos
IOC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mariaines_sarquisetal_IOC_2014.pdf378.81 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.