Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/15807
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.advisorSouza, Wayner Vieira de
dc.contributor.authorLima, Alessandra Cintia Mertens Brainer de Queiroz
dc.date.accessioned2016-09-15T13:34:16Z
dc.date.available2016-09-15T13:34:16Z
dc.date.issued2007
dc.identifier.citationLIMA, Alessandra Cintia Mertens Brainer. Análise da associação entre a presença de lesão estrutural do encéfalo e ocorrência de Crise Epiléptica e Epilepsia. 2007. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Centro de Pesquisa Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2007.
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/15807
dc.description.abstractA pesquisa de lesão estrutural do cérebro em pacientes com crise epiléptica e epilepsia é fundamental no diagnóstico e tratamento da síndrome epiléptica. O objetivo do estudo foi determinar freqüência e associação entre características clínicas e presença de lesões estruturais do encéfalo detectadas no exame de ressonância magnética, com o status e as formas clínicas da epilepsia. Avaliou-se o perfil clínico dos pacientes e das lesões estruturais do encéfalo na imagem por ressonância magnética em 140 pacientes com epilepsia ou crise epiléptica, encaminhados para exame de ressonância magnética e catalogados por demanda espontânea, desde outubro de 2003 até janeiro de 2005. O estudo foi do tipo caso-controle com casos prevalentes. A idade variou de um a 59 anos (mediana de 15,0 anos), sendo 51,6 por cento do gênero masculino. A crise epiléptica foi focal em 55 por cento, a freqüência mensal de até 10 crises foi registrada em 77,6 por cento e o exame neurológico foi normal em 64,2 por cento dos pacientes. Epilepsia farmacoresistente foi identificada em 76,3 por cento e crise epiléptica única em 15,7 por cento. A imagem por ressonância magnética foi anormal em 72,8 por cento dos pacientes. O lobo temporal foi local para 50,5 por cento das alterações. As mais encontradas foram: anormalidades no hipocampo (41,1 por cento); malformações do desenvolvimento cortical (19.6 por cento); isquemia (5,8 por cento); tumor (6,8 por cento); cavernoma(2,9 por cento); facomatose (4,9 por cento); cicatriz (4,9 por cento); inflamatório (4,9 por cento); outras (8,8 por cento). A alteração estrutural na imagem de ressonância magnética foi mais presente entre os pacientes com epilepsia focal e farmacorresistente, sendo o lobo temporal a região com mais alterações. Os pacientes com tumor cerebral apresentaram mais CE focal e a atrofia do córtex cerebral foi alteração freqüente na IRM de pacientes com epilepsia farmacorresistente. Os pacientes com idade maior de 15 anos, número mensal maior de crises e epilepsia sintomática apresentaram maior risco para CE focal e aqueles com crise epiléptica única apresentaram mais CE generalizada. O risco para epilepsia farmacorresistente foi maior entre os pacientes com anormalidades no exame de ressonância magnética, antecedente pessoal e exame neurológico anormais (AU)
dc.language.isopor
dc.rightsopen access
dc.subject.otherEpilepsia
dc.subject.otherCrise epiléptica focal
dc.subject.otherResistência a droga
dc.subject.otherFarmacorresistente
dc.titleAnálise da associação entre a presença de lesão estrutural do encéfalo e ocorrência de crise epiléptica e epilepsia
dc.title.alternativeAnalysis of the association between the presence of structural lesions of the brain and the occurrence of seizures and epilepsy
dc.typeDissertation
dc.degree.date2007-04-26
dc.degree.grantorCentro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
dc.degree.levelMestrado Acadêmico
dc.degree.localRecife, PE
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Saúde Pública
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
dc.contributor.memberSouza, Wayner Vieira de
dc.contributor.memberBrito, Ana Maria
dc.contributor.memberAzevedo, Hildo Cirne Rocha de
dc.subject.decsEpilepsia
dc.subject.decsImagem por ressonância magnética
dc.subject.decsEpilepsias parciais/diagnóstico
dc.subject.decsTraumatismos Encefálicos/epidemiologia
dc.subject.decsResistência a Medicamentos
dc.subject.decsDistribuição por Sexo
dc.subject.decsDistribuição por Idade
dc.subject.decsEfeitos Tardios da Exposição Pré-Natal
dc.subject.decsResultado do Tratamento
dc.subject.decsEstudos de Casos e Controles
dc.subject.decsBrasil
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2007lima-acmbq.pdf1.51 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.