Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17301
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.authorEgidos, Dionisio Francisco
dc.date.accessioned2017-01-27T18:09:01Z
dc.date.available2017-01-27T18:09:01Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17301
dc.description.abstractFocalizamos este trabalho no campo investigativo da promoção da saúde, rico em suas possibilidades de indagação a partir da articulação entre o social, o cultural e o comunicacional, e – paradoxalmente – pouco explorado através desse cruzamento tridimensional. Pesquisamos as experiências de promoção da saúde desenvolvidas entre 1998 e 2005 por mulheres promotoras da saúde em um centro de saúde municipal de um bairro de setores sociais vulneráveis da cidade de Córdoba, Argentina. Perguntamo-nos se a mudança das práticas comunicativas e de participação entre: equipe de saúde/população, equipe desaúde/promotoras e promotoras/população facilita ou não o surgimento de práticas transformadoras de promoção da saúde. Nosso objetivo geral foi dar conta de tais práticas – a partir de suas condições históricas de produção – bem como de suas transformações na trajetória dos agentes no campo social. A perspectiva Construtivista-Estruturalista de Bourdieu propiciou o enquadramento teórico geral. Complementamo-la com a Teoria da Estruturação de Giddens e a proposta sociológica cultural de Williams. A conceitualização específica originou-se dos estudos culturais da comunicação, da participação e da saúde. Elaboramos 1 Aos mencionados centros acadêmicos e/ou seus correspondentes portais de internet ou sítios na web, agregamos as bibliotecas da Fac. De Ccias. Médicas, da Esc. De Ccias. De la Información e a Esc. De Trabajo Social da UNC;8º (Salta) e 9º (Tucumán) Congreso REDCOM Argentina; IV Foro de Investigación e Intervención social (Córdoba); Observatorio de Salud del Ministerio de Salud de la Pvcia. de Córdoba; Dirección de Atención Primaria de la Salud de la Municipalidad de Córdoba; Revistas especializadas en ciencias sociais, comunicação ou saúde: Zigurat (Fac. Cias. Sociales – UBA), Estudios (CEA – UNC), Documentos do CIFFYH, Re-presentaciones (Univ. Stgo. De Chile), Revista de Gerenciamiento de Políticas de Salud (Bogotá), Razón y Palabra (México), Diálogos de la Comunicación (FELAFACS –Lima) y Chasqui (CIESPAL – Quito) (entre outros recursos).2 Artigo baseado no trabalho de tese de Egidos, Dionisio (2011) “Las Prácticas Sociales de Comunicación y de Participación en el Campo de la Promoción de la Salud” (Estudio de caso en el ámbito de la salud pública municipal en la Ciudad de Córdoba). Tese de Mestrado não publicada. Mestrado em Comunicação e Cultura Contemporânea. Centro de Estudios Avanzados. Universidad Nacional de Córdoba. Argentina. metodologicamente nosso trabalho no paradigma interpretativo e na pesquisa qualitativa (estudo de caso).
dc.language.isopor
dc.publisherFundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Cientifica e Tecnológica em Saúde.
dc.rightsopen access
dc.subject.otherComunicação
dc.subject.otherParticipação
dc.subject.otherCultura
dc.subject.otherPromoção
dc.subject.otherSaúde.
dc.titleComunicação, participação e cultura na promoção da saúde: O campo da comunicação em saúde em contextos institucionais a partir da perspectiva construtivista (Estudo de caso na cidade de Córdoba, Argentina)
dc.typeArticle
dc.creator.affilliationMunicípio de Córdoba
dc.identifier.eissn1981-6278 
Appears in Collections:ICICT - RECIIS - Volume 6 - Número 4

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
6.pdf249.91 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.