Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17366
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.authorGuerra, Katia Martins
dc.contributor.authorSantos, Simone Rodrigues dos
dc.date.accessioned2017-01-27T18:28:49Z
dc.date.available2017-01-27T18:28:49Z
dc.date.issued2011
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17366
dc.description.abstractO objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de defeitos de esmalte em dentes decíduos de crianças nascidas prematuras. Foram avaliadas 90 crianças, na faixa etária entre 2 e 6 anos de idade, tendo como critério de inclusão a presença de pelo menos 04 (quatro) dentes decíduos na cavidade bucal. Foi realizado o exame clínico visual, com auxílio de espátula de madeira, sob luz natural, sendo avaliada a presença de alterações no esmalte. Os dados foram tabulados e avaliados no excel. A proporção de defeitos de esmalte foi de 39%, sendo a freqüência de hipocalcificações maior (56%) do que as hipoplasias (44%). Concluiu-se que o fator prematuridade influenciou positivamente na ocorrência de defeitos de esmalte.
dc.language.isopor
dc.publisherFundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Cientifica e Tecnológica em Saúde.
dc.rightsopen access
dc.subject.otherdefeitos de Esmalte
dc.subject.otherdente decíduo
dc.subject.otherPrematuro.
dc.titlePrevalência de defeitos do esmalte em dentes decíduos de crianças nascidas prematuras
dc.typeArticle
dc.creator.affilliationIMS-UERJ
dc.creator.affilliationHospital dos Servidores do Estado
dc.identifier.eissn1981-6278 
Appears in Collections:ICICT - RECIIS - Volume 5 - Número 3

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
5.pdf137.01 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.