Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17704
Title: Gestão da informação em fitoterápicos: a proposta do sistema nacional das redes fito
Advisor: Villas Bôas, Glauco de Kruse
Members of the board: Villas Bôas, Glauco de Kruse
Behrens, Maria das Dores Dutra
Abreu, Rosane de Albuquerque dos Santos
Silva, Denise Monteiro da
Authors: Silva Júnior, Gildázio Pereira da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O presente trabalho tem por objetivo revisar a base do conhecimento no tocante à relação existente entre a informação e a inovação de fitoterápicos à luz do paradigma tecnoeconômico da informação e do paradigma tecnoeconômico verde. Visa também lançar luz sobre qual base do conhecimento se relaciona com a informação para promoção da inovação de medicamentos da biodiversidade e como ela se estrutura para se chegar a tal. Partindo dos conceitos dos teóricos a respeito inovação, com as proposições de grandes economistas como Karl Mark e Joseph Schumpeter, a tecnologia era vista como a alavanca da dinâmica econômica e uma arma na redução da dependência excessiva da mão-de-obra para o aumento da eficiência da produção e eliminação da concorrência. Nesse contexto, um novo ativo surge no mercado, que é o conhecimento. Com o aumento do seu valor em um mundo cada vez mais globalizado, assistimos à passagem de uma sociedade industrial para uma sociedade da informação e do conhecimento onde a inovação se tornou o caminho para o desenvolvimento de novos produtos e novos mercados. Com isso, as empresas tendem a investir no aprimoramento do conhecimento para que ele flua e seja transmitido através de sistemas de informação, apropriando-se dele para a geração de inovação na instituição. O crescimento da informação apontou para a necessidade de uso de tecnologias da informação e da comunicação para uma melhor gestão desse conhecimento crescente e valioso, dando origem à ferramenta conhecida hoje como a Tecnologia da Informação e do Conhecimento. A fim de dar conta do grande volume de informações a serem armazenadas, surgiram os Bancos de Dados e seus sistemas de gerenciamento. Com a difusão exponencial do conhecimento, a sociedade passou a se organizar em redes do conhecimento para troca de saberes e conhecimento tácito. Seguindo essa tendência, o Núcleo de Gestão da Biodiversidade e Saúde (NGBS) de Farmanguinhos idealizou um projeto para contribuir com as Políticas de Ciência, Tecnologia e Inovação no que tange à inovação de fitomedicamentos a partir da biodiversidade brasileira a partir de seus biomas. O Sistema Nacional de Redes Fito é o instrumento usado pelo NGBS através do Escritório de Gestão em Redes Fito para a gestão das redes e sistematização das informações. As Redes Fito têm um importante papel na agregação do conhecimento gerado nos Arranjos Produtivos Locais (APL) dos principais biomas brasileiros que são os nichos específicos do conhecimento e que alimentam planejamentos, projetos e ações que também alimentam o sistema. Finalmente, procuramos trazer uma discussão a respeito do Portal das Redes Fito para a comunicação entre atores e APLs e divulgar suas ações. Além disso, tem sido pensada a elaboração do Portal da Inovação em Medicamentos da Biodiversidade através de uma organização modular que inclui um banco de dados, a organização das informações do estado da arte do conhecimento agregado a cada espécie vegetal e outros módulos para a promoção do estabelecimento de camadas de informação a partir da interconexão com outras bases de dados. Trata-se de um modelo inovador de gestão da informação, feito de forma participativa e aberto para as pesquisas em cima do qual o NGBS está elaborando uma política de uso cooperativo deste Portal e Banco de Dados com o intuito de proteger as informações estratégicas voltadas para o desenvolvimento e produção de Fitomedicamentos. A partir dos resultados desta pesquisa, apresentamos a evolução da discussão a respeito do Sistema Nacional de Redes Fito, o que aponta para uma direção descentralizada como tem caminhado o NGBS.
Abstract: This study aims to review the knowledge base regarding the relationship between information and innovation of herbal medicines in the light of techno-economic paradigm of information and paradigm green techno-economic. It also aims to shed light on what basis of knowledge relates to the information to promote innovation biodiversity drugs and how it is structured to reach such. Based on the concepts of theoretical about innovation with the propositions of great economists such as Karl Mark and Joseph Schumpeter, technology was seen as a lever of economic dynamics and a weapon in reducing over-reliance on hand labor to increased production efficiency and elimination of competition. In this context, a new asset appears on the market, which is knowledge. With the increase of its value in an increasingly globalized world, we see the passage from an industrial society to an information society and knowledge where innovation has become the way for the development of new products and new markets. With this, companies tend to invest in the improvement of knowledge so that it flows and is transmitted through information systems, appropriating it for the generation of innovation in the institution. The growth of the information pointed to the need for the use of information and communication technologies to better manage this growing and valuable knowledge, resulting in the tool known today as the Information and Knowledge Technology. In order to cope with the large volume of information to be stored, came the databases and their management systems. With the exponential diffusion of knowledge, society began to organize networks of knowledge to exchange knowledge and tacit knowledge. Following this trend, the Management Center of Biodiversity and Health (NGBs) Farmanguinhos devised a project to contribute to the Science Policy, Technology and Innovation in terms of innovation of herbal medicines from the Brazilian biodiversity from its biomes. The National System of Fito Networks is the instrument used by NGBs through the Management Office in Fito networks for network management and systematization of information. The Fito networks have an important role in the aggregation of knowledge generated in the Local Productive Arrangements (APL) of the main Brazilian biomes that are specific niches of knowledge and feeding schedules, projects and actions that also feed the system. Finally, we seek to bring a discussion of the Portal of Fito networks for communication between actors and APLs and publicize their actions. Moreover, it has been thought the preparation of the Innovation Portal on Biodiversity Medicines through a modular organization that includes a database, the organization of information from the state of the art combined knowledge to each plant species and other modules to promote establishing information layers from the interconnection with other databases. This is an innovative model of information management, done in a participatory and open way for research upon which NGBs is developing a cooperative use policy of this Website and database in order to protect strategic information aimed at the development and production of Phytomedicine. From the results of this research, we present the evolution of the discussion of the National Fito Network System, which points to a decentralized direction as has walked the NGBs.
Keywords: Innovation
Technology
Communication
Management
Network
Medicines
Biodiversity
Electronic Portal
keywords: Gestão
Informação
Fitoterápicos
Redes
DeCS: Gestão da Informação
Medicamentos Fitoterápicos
Inovação
Issue Date: 2011
Citation: SILVA JÚNIOR, Gildázio Pereira da. Gestão da informação em fitoterápicos: a proposta do sistema nacional das redes fito. 2011. 27 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização) - Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2011.
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Instituto de Tecnologia em Fármacos
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos/Farmanguinhos
Program: Pós-Graduação em Gestão da Inovação em Fitomedicamentos
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
1.pdf433.92 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.