Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18477
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.advisorMoura, Wlamir Corrêa de
dc.contributor.authorPossas, Jorge Luiz do Santos
dc.date.accessioned2017-04-18T11:58:46Z
dc.date.available2017-04-18T11:58:46Z
dc.date.issued2014
dc.identifier.citationPOSSAS, J. L. S. Pré-validação do ensaio imunoenzimático de quantificação do teor de ovoalbumina na vacina contra febre amarela. 2012. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Vigilância Sanitária) - Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18477
dc.description.abstractSistemas de garantia da qualidade como as Boas Práticas de Fabricação e a ISO/IEC 17025 requerem o uso de procedimentos analíticos propriamente validados. Validação é o processo pelo qual a confiabilidade, uma medida objetiva da reprodutibilidade intra e inter-laboratorial, e a sua relevância são avaliadas com o objetivo de dar suporte a um uso específico. Os níveis de confiabilidade e relevância necessários dependerão das condições sob as quais o teste será usado e os propósitos para os quais seus resultados serão aplicados. Na prática, o objetivo da validação é dar ao laboratório assim como às autoridades, garantia de que cada resultado que será obtido na rotina estará suficientemente próximo ao valor “real” desconhecido da amostra. Os métodos clássicos de validação e de controle da qualidade avaliam a magnitude dos componentes bias e precisão separadamente (Teste-t e Qui-quadrado em validação ou gráficos de controle na rotina), mas esta abordagem é inconveniente, pois valores muito pequenos de um dos componentes não compensam a falha do outro componente. O uso de intervalos de confiança e/ou Erro Total em validação de métodos tem sido discutido ou proposto na literatura e é uma abordagem estatística e cientificamente fundamentada que incorpora a expressão da soma da veracidade (ou bias) e da precisão (ou desvio padrão). Este método utiliza ainda o uso do Perfil de Exatidão baseado em intervalos de tolerância (ou intervalos de predição) para decidir se um modelo de calibração dará resultados de qualidade. No presente trabalho aplicamos e avaliamos o uso do Conceito do Erro Total, dos perfis de Exatidão e dos Índices de Exatidão na validação de um ELISA para determinação do teor de ovoalbumina em vacinas contra febre amarela, utilizando o intervalo de concentrações preconizado na literatura específica de 33 a 167% da concentração alvo (5µg/ml) e um intervalo controle bem abaixo desta faixa (0,33 a 2,5%). O conceito do Erro Total apresentou sensibilidade satisfatória e foi capaz de identificar o desempenho insatisfatório da técnica nas concentrações controle fora da faixa de quantificação. A pré-validação do ELISA para detecção do teor de ovoalbumina demonstrou que o ensaio apresenta satisfatórias - exatidão, repetitividade, precisão intermediária e veracidade, é um método confiável e conveniente para avaliar o teor de ovalbumina.
dc.language.isopor
dc.rightsopen access
dc.subject.otherVacinas
dc.subject.otherFebre amarela
dc.subject.otherTécnicas Imunoenzimáticas
dc.subject.otherAlbuminas
dc.titlePré-validação do ensaio imunoenzimático de quantificação do teor de ovoalbumina na vacina contra febre amarela
dc.typeTCC
dc.degree.date2012
dc.degree.departmentCoordenação de Pós-Graduação
dc.degree.grantorFundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
dc.degree.localRio de Janeiro
dc.degree.programCurso de Especialização em Controle da Qualidade de Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária
dc.description.abstractenQuality assurance systems such as Good Manufacturing Practices and ISO/IEC 17025 require the use of properly validatedanalytical procedures. Validation is the process by which the reliability, an objective measure of intra and interlaboratory reproducibility, and their relevance are evaluated in order to support a specific use. The levels of reliability and relevance required will depend on the conditions under which the test will be used and the purposes for which their results will be applied. In practice, the purpose of validation is to give to the laboratory and to the authorities, insurance that each result will be obtained in routine will be sufficiently close to "real" value of the unknown sample. The classical methods of validation and quality control assess the magnitude of the bias and precision components separately (t-test and chi-square in validation or control charts in routine), but this approach is inconvenient, because a very small values of a component will not compensate for the failure of another component. The use of confidence intervals and / or Total Error in validation of methods have been discussed or proposed in the literature and is a statistical and evidence-based approach that incorporates the expression of the sum of the Trueness (or bias) and Precision (or standard deviation). This method alsouses the use of Accuracy Profile based on tolerance intervals (or prediction intervals) to decide whether a calibration model gives quality results. In this work we apply and evaluate the use of the concept of Total Error, the of Accuracy Profiles and Precision Indices in the validation of an ELISA for ovalbumin content determination in yellow fever vaccines, using the concentration range recommended in the specific literature 33 to 167% of target concentration (5µg/ml) and a control range of very lower content (0.33 to 2.5%). The concept of Total Error showed satisfactory sensitivity and was able to identify the unsatisfactory performance of the control concentrations outside the range of quantification. The pre-validation of the ELISA to detect the content of ovalbumin showed that the test has satisfactory - accuracy, repeatability, intermediate precision and trueness, is a convenient and reliable method to assess the level of Ovalbumin.
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
dc.contributor.memberAlmeida, Antonio Eugênio Castro Cardoso de
dc.contributor.memberWerneck, Lúcia Maria Corrêa
dc.contributor.memberAbreu, Clarice Lima do Canto
dc.subject.decsVacinas
dc.subject.decsFebre Amarela
dc.subject.decsTécnicas imunoenzimáticas
dc.subject.decsAlbuminas
dc.subject.decsVigilância Sanitária
Appears in Collections:INCQS - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
38.pdf661.44 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.