Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/24346
Title: A intenção de abandonar a profissão entre enfermeiros de grandes hospitais públicos no Rio de Janeiro
Other Titles: The intention to leave the profession among nurses in large public hospitals in Rio de Janeiro
Advisor: Rotenberg, Lúcia
Griep, Rosane Härter
Authors: Oliveira, Daiana Rangel de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Na última década a escassez e a alta rotatividade de enfermeiros têm sido reconhecidas como um problema mundial, sendo pesquisadas de forma mais intensa na Europa. Esses fenômenos são frequentemente investigados através da variável intenção de abandonar a profissão, definida como a antecipação de desocupar o emprego em um futuro previsível. A presente dissertação teve o objetivo de analisar a intenção de abandonar a profissão em enfermeiros de grandes hospitais públicos segundo as características sociodemográficas, ocupacionais e de saúde mais comumente associadas à intenção de sair, de acordo com a literatura. Para a análise dos dados utilizou-se o banco de dados do estudo intitulado “Trabalho noturno e sua associação com fatores de risco para doenças cardiovasculares entre enfermeiros – O Estudo da Saúde dos Enfermeiros”. Trata-se de pesquisa de desenho seccional realizada nos dezoito maiores hospitais públicos do Rio de Janeiro. Participaram deste estudo 3229 enfermeiros que atuavam diretamente na assistência entre abril de 2010 e dezembro de 2011, através de um questionário multidimensional, auto-preenchível. O desfecho - intenção de abandonar a profissão – foi definido como o pensamento de deixar a enfermagem com frequência igual ou maior que algumas vezes por mês. Foi utilizado o modelo hierárquico para analisar o desfecho quanto à associação com fatores sociodemográficos (Bloco I), variáveis ocupacionais (Bloco II) e a saúde autorreferida (Bloco III). Foram descritos os odds ratio (OR) ajustados e seus respectivos intervalos de 95% de confiança no modelo múltiplo. Cerca de um quinto do grupo (22,1%) referiu à intenção de abandonar a profissão. Entre os que referiram insatisfação com o trabalho em enfermagem, quase 60% referiu intenção de sair da profissão. A procura de emprego fora da enfermagem foi fortemente associada com o pensamento frequente de abandonar a profissão (p < 0,001). No modelo final após todos os ajustes, as variáveis mais fortemente associadas à intenção de abandono foram: o trabalho em alta exigência (OR = 2,53), o trabalho passivo (OR = 2,09), o desequilíbrio esforço-recompensa (OR = 2,02), a autoavaliação da saúde ruim (OR = 1,94) e o excesso de comprometimento com o trabalho (OR = 1,86). Além disso, as chances de referir à intenção de abandonar a profissão foram maiores nos que referiam trabalho ativo, com pouco apoio do supervisor, do sexo masculino, os mais jovens, aqueles que não trabalhavam na saúde antes de serem enfermeiros e não tinham cargo de chefia. Destaca-se que a intenção de abandonar a enfermagem é um indicador que antecipa a ação real de saída. Por isso, deve ser avaliada continuamente e merece ser estudada para subsidiar a elaboração de ações voltadas para a redução da saída precoce da profissão, particularmente em relação aos fatores psicossociais e à saúde dos trabalhadores.
Abstract: In the last decade the shortage and high turnover of nurses have been recognized as a global problem being researched more intensively in Europe. These phenomena are often investigated by variable intention to leave the profession, defined as the anticipation of vacating the job in the foreseeable future. This work aimed to analyze the intention to leave the profession of nursing major public hospitals according to sociodemographic, occupational and health characteristics most commonly associated with intention to leave, according to the literature. For data analysis we used the database of the study entitled "Night work and its association with risk factors for cardiovascular disease among nurses - The Nurses' Health Study." It is sectional survey design in the eighteenth largest public hospitals in Rio de Janeiro. The study included 3229 nurses working directly with care between April 2010 and December 2011, through a multidimensional self-administered questionnaire. The outcome - intention to leave the profession - was defined as the thought of leaving nursing often equal to or greater than a few times a month. The hierarchical model was used to analyze the outcomes on the association between sociodemographic factors (Block I), occupational variables (Block II) and self-reported health (Block III). The odds ratio (OR) adjusted and their corresponding 95% confidence in the multivariate model were described. About one fifth of the group (22.1%) reported an intention to leave the profession. Among those who reported dissatisfaction with the nursing workplace, almost 60% reported intention to leave the profession. Looking for employment outside of nursing was strongly associated with frequent thoughts of leaving the profession (p<0.001). In the final model after all adjustments, the variables most strongly associated with intention to abandon were the highly demanding work (OR=2.53), the passive work (OR=2.09), the effort-reward imbalance (OR=2.02), the self-rated poor health (OR=1.94) and overcommitment to work (OR=1.86). Moreover, the chances refer to intention to leave the profession who reported were higher in active work, with little support from the supervisor, male, younger, those who have not worked in health nurses before and had no position of leadership. It is noteworthy that the intention to leave nursing is an indicator that anticipates the actual output action. So it must be continually evaluated and deserves to be studied to support the development of actions aimed at reducing early exit from the profession, particularly in relation to psychosocial factors and health workers.
Keywords: Intention to leave
Nurses
Occupational health
Work
keywords: Intenção de abandono
Enfermeiros
Saúde do trabalhador
Trabalho
DeCS: Enfermeiros/tendências
Saúde do Trabalhador
Trabalho
Issue Date: 2014
Citation: OLIVEIRA, Daiana Rangel de. A intenção de abandonar a profissão entre enfermeiros de grandes hospitais públicos no Rio de Janeiro. 2014. 106 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2014.
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ve_Daiana_Rangel_ENSP_20141.98 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.