Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/25243
Title: Estudo Longitudinal da Avaliação Funcional do Sistema Respiratório na Doença de Pompe Tardia
Advisor: Llerena Jr, Juan Clinton
Authors: Sixel, Bruna de Souza
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Objetivo: este estudo teve como objetivo descrever a função respiratória em pacientes com diagnóstico de doença de Pompe tardia em um intervalo de tempo. Metodologia: Estudo descritivo longitudinal em pacientes com diagnóstico molecular confirmado de doença de Pompe de início tardio. Foram coletadas e analisadas informações sobre a história clínica, espirometria simples nas posições sentada e supina, manovacuometria, pico de fluxo de tosse, distância percorrida no teste de caminhada de seis minutos, capacidade de locomoção e qualidade de vida semestralmente. Os dados foram apresentados individualmente e através de estatística descritiva com análise por frequências, mediana e valor mínimo e máximo. Resultados: Foram incluídos 7 pacientes no estudo, 57% do sexo masculino com mediana no início dos sintomas aos 15 anos (13-50 anos) e diagnóstico aos 31 anos de idade (10-31 anos). A queixa respiratória não foi o sintoma inicial em nenhum dos pacientes estudados, entretanto o comprometimento do sistema respiratório esteve presente em 71% dos pacientes, com indicação de fraqueza diafragmática pela \0394CVF>25% em 57% dos casos. Todos os pacientes apresentaram capacidade de deambulação presente. O componente sumário físico do SF-36 teve maior impacto negativo sobre a qualidade de vida comparado ao componente sumário mental. Evolutivamente, em vigência do tratamento com terapia de reposição enzimática houve melhora dos volumes pulmonares em 71% dos pacientes. Conclusão: A função respiratória está acometida na maioria dos pacientes com doença de Pompe incluídos nesse estudo, mesmo não sendo o principal sintoma inicial. O tratamento com a terapia de reposição enzimática foi benéfico para essa população.
keywords: Doença de Depósito de Glicogênio Tipo II
Doenças Neuromusculares
Testes de Função Respiratória
DeCS: Músculos Respiratórios
Terapia de Reposição Enzimática
Patologia
Issue Date: 2017
Citation: SIXEL, Bruna de Souza. Estudo Longitudinal da Avaliação Funcional do Sistema Respiratório na Doença de Pompe Tardia. 2017. 137 f. Tese (Doutorado em Ciências)-Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Rio de Janeiro, 2017.
Date of defense: 2017
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Mulher e da Criança
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
bruna_sixel_iff_dout_2017.pdf1.65 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.