Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/27949
Title: Difusão espacial das epidemias de febre Zika no município de Salvador Bahia, 2015-2016: a dispersão dessa doença possui o mesmo padrão das epidemias de dengue e febre chikungunya
Other Titles: Spatial diffusion of Zika fever epidemics in the municipality of Salvador - Bahia, Brazil, 2015-2016: the spread of this disease has the same pattern of dengue epidemics and chikungunya fever
Advisor: Braga, José Ueleres
Maciel, Elvira Maria Godinho de Seixas
Authors: Santana, Laís Santos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A terapêutica transfusional é reconhecida como prática médica com risco de efeitos adversos, como as infecções transmissíveis por transfusão (ITT). Com a identificação do vírus da imunodeficiência humana, a ITT ganhou relevância, com consequente preocupação para estimar o risco residual de ITT. O estado do Acre (Região Norte do Brasil), apresenta alta prevalência de hepatite viral B (HBV) e hepatite viral C (HCV), com possível risco aumentado para a ITT. O objetivo desta tese é caracterizar o perfil epidemiológico, dos doadores de repetição, e resultado sorológico de HBV e HCV, estimar seu respectivo risco residual, pela modelagem matemática, utilizando valores de incidência de soroconversão e janela sorológica, em um estudo de coorte retrospectivo das doações de sangue realizadas entre janeiro de 2001 e dezembro de 2015. O método de enzimaimunoensaio (ELISA) foi utilizado em 75% das doações e em 25% foi utilizada quimioluminescência (CMIA). Foram cadastrados 80.602 doadores, dos quais 90,61% eram caucasianos brasileiros, 66,85% do sexo masculino, 55,13% solteiros e 65% tinham segundo grau completo ou mais. Foram realizadas 131.563 doações, sendo que 108.284 (82,3%), por doadores de repetição e 17,7% por doadores de primeira vez. A positividade para os doadores de repetição foi: para o antígeno de superfície do HBV (HBsAg) de 0,06% (CMIA) a 0,27% (ELISA), para o antígeno core do HBV (Anti-HBc) de 0,25% (CMIA) a 2,52% (ELISA), e para o HCV de 0,12% (CMIA) a 1,07% (ELISA). A positividade para doadores de primeira vez foi consideravelmente maior. Para o HBV, a taxa de incidência foi de 33,38/100.000 pessoas-ano, e o risco residual estimado pelo HBsAg foi de 53,9 (variando de 33,8 a 79,6) para cada 1.000.000 de doações de sangue, e para HBV total foi de 512,4 (321,3-755,5) para cada 1.000.000 de doações. Para o HCV, a taxa de incidência foi de 117,97/100.000 pessoas-ano e o risco residual de 213,3 (122,8-303,8) para cada 1.000.000 de doações. O risco residual estimado no presente estudo, foi maior, quando comparado a países desenvolvidos, sendo que a vacinação, aliado à triagem clínica dos doadores, podem ter evitado que o risco pudesse ser maior. Reconhecê-la como problema de saúde pública irá contribuir para que autoridades sanitárias e de saúde mantenham o controle da evolução com consequente prevenção de impactos negativos à população.
Abstract: In recent years we have observed the emergence of fevers Zika and chikungunya in Brazil. These arboviruses expanded rapidly throughout the country, in a context of simultaneity with dengue fever, which was highly prevalent and endemic for decades in the country, creating a scenario of triple epidemics. Only in 2016, these arboviruses caused about 2 million cases, which allied with reports of neurological complications have been a major public health problem. With the recent advancement of statistical techniques of spatial analysis, the study of spatial diffusion is an important tool for the knowledge and formulation of strategies for disease control, since it allows understanding how and where they propagate through space and in the course of time. There are some studies on the pattern of diffusion of dengue in Brazil, but little is known about the fevers chikungunya and Zika, and especially, the condition of triple epidemic. In this sense, this study aimed to identify and compare the spatial diffusion pattern of Zika fever, dengue fever and Chikungunya fever between 2015-2016 in the city of Salvador-Bahia. It is a research with two study designs, one sectional, for the point data, and one ecological, for the area data. The study area comprised the municipality of Salvador, Bahia, and the study period covered the epidemic waves of the three arboviruses in 2015 and 2016. Data from the Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) were used, which were georeferenced to the application of four spatial diffusion analysis techniques previously used in other studies; Evaluation by visual inspection of sequential maps (choropleth and kernel), Analysis of global autocorrelation (spatial correlograms) and local (change in LISA), and Analysis of the nearest neighbor. The results showed that the diffusion pattern of the Zika fever epidemics in Salvador was the same as that of the dengue epidemics and chikungunya fever in the two years of study, occurring predominantly by expansion. The three diseases had as main source of transmission the region that extends from the west of the municipality to the central region, territorial range of great transport connections and high population density. This knowledge of how and where the arboviruses spread in the territory of Salvador in the situation of triple epidemic presents itself as an important evidence for epidemiological surveillance, both in the monitoring of cases and in the targeting of interventions for disease control.
keywords: Distribuição Espacial
Difusão Espacial
Infecção Transmitida por Transfusão
Vírus da Hepatite B
Vírus da Hepatite C
Doadores de Sangue
DeCS: Zika virus
Febre de Chikungunya
Dengue
Infecções por Arbovirus
Issue Date: 2018
Citation: SANTANA, Laís Santos. Difusão espacial das epidemias de febre Zika no município de Salvador Bahia, 2015-2016: a dispersão dessa doença possui o mesmo padrão das epidemias de dengue e febre chikungunya. 2018. 113 f. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz, Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
lais_santos.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.