Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/29387
Title: Diagnóstico laboratorial da Leishmaniose Tegumentar causada por Leishmania (Viania) braziliensis: Avaliação dos parâmetros sorológicos com diferentes espécies do gênero Leishmania por reação de imunofluorescência indireta e imunoenzimática - ELISA
Advisor: Marzochi, Keyla Belizia Feldman
Passos, Sônia Regina Lambert
Authors: Freitas, Ana Paula Teixeira Barroso
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Para o diagnóstico sorológico da Leishmaniose Tegumentar Americana por Leishmania (Viannia) braziliensis foram comparados os desempenhos da Reação Imunoenzimática (ELISA) e da Imunofluorescência indireta (IFI), utilizando-se os antígenos de L. braziliensis e L. major-Like no ELISA e estes antígenos e também o antígeno do Kit Bio-Manguinhos ns IFI. Essas técnicas foram testadas em três grupos de pacientes: Grupo I - 94 pacientes com LTA causadas por L. (V) braziliensis; Grupo II - pacientes com IDRM negativa residentes em área endêmica; Grupo III - pacientes com outras doenças consideradas diagnósticos diferencias para LTA. As análises estatísticas no total de casos mostraram parâmetros de acurácia (sensibiblidade 95,7%; especificidade 100% VPP 100%; VPN 97,5%) e confiabilidade (ICC 0,940) para o teste ELISA com antígeno de L. braziliensis mais elevados do que com o antígeno de L. major-like (sensibilidade78,7%; espcificidade 82,8%; VPP 73,3%; VPN 86,6%; ICC 0,833). A densidade ópitca da reação ELISA, com os dois antígenos utilizados, foi maior na forma mucosa (incluída a mucocutânea) da LTA, assim como a correlação com o tempo da evolução da doença, sendo a DO mais alta com o antígeno de L. brazilensis. Para a IFI, com antígeno de L. braziliensis, a sensibilidade foi 81,5% e a especificidade 86,2%; com antígeno de L. major-like, 95,4% e 77,7%, e com o antígeno do Kit Bio-Manguinhos, 75,4% e 89,2%, respectivamente. Utilizando-se, na IFI, o antígeno de L. braziliensis, verificou-se respcetivamente, 94,1% e 76,9% de positividade entre pacientes de forma cutânea e mucosa, enquanto com antígeno de L. maior-like foi de 96,0% e 92,3% e com o antígeno Kit Bio-Manguinhos de 70,5% e 53,8%. Uso dos testes ELISA e IFI, independentemente dos antígenos, em paralelo0 elevaram a sensibilidade e os testes em série aumentaram a especificidade
Abstract: We compared accuracy of serologic diagnosis of American Tegumentary Leishmaniasis (ATL) caused by Leishmania (Viannia) braziliensis by Immunoenzimatic Test (ELISA) and Indirect Imunofluorescence (IFI), using antigens of L. braziliensis, L. major-Like and Bio-Manguinhos Kit. These methods had been tested in three groups of patients: Group I - 94 patients with ATL caused by L. (v) braziliensis; Group II - patient with negative IDRM wich live in endemic area; Group III - patient with other illnesses considered differentials diagnosis for ATL. Cut-off, defined by the area under the curve-ROC, had been 0,230 to L. braziliensis antigen and 0,095 to L. major-Like antigen, using antigens in concentrations of 5,0 and 10,0 ug/mL, respectively. Statistical analyses in the total of cases had shown parameters of accuracy to ELISA test (sensitivity 95.7%; specificity 100%; PPV 100%; NPV 97.5%) and reliability of ICC 0,940, better with antigen of L. braziliensis compared of antigen of L. major-Like (sensitivity 78.7%; especificidade 82.8%; PPV 73.3%; NPV 86.6%; ICC 0,833). Optic density of ELISA Test to both antigens was bigger in the mucous form (enclosed the mucous) of ALT. We detected a positive correlation between time (in days) of evolution of the illness with DO strongest with L. braziliensis antigen than L. major-Like. Using L. braziliensis antigen, in IFI, we observed sensitivity of 81.5% and specificity of 86.2%; compared to 95.4% and 77.7% using L. major-Like antigen and 75.4% and 89.2% with Bio-Manguinhos Kit, respectively. Specificity of IFI didn\2019t differ between antigens, however sensitivity were different using L. braziliensis and L. major-Like compared to Bio-Manguinhos Kit In immunofluorescence test using L. braziliensis antigen it was verified positivity of 94.1% (cutaneous form) and 76.9% (mucous form), using L. major-Like was 96,0% and 92,3%, and was 70,5% and 53,8% using the Bio-Manguinhos Kit. Parallel use of ELISA and IFI, independently of antigens, had raised sensitivity and use in series had increased global specificity
keywords: Leishmaniose Cutânea
Leishmania braziliensis
Ensaio de Imunoadsorção Enzimática
Testes Sorológicos
Imunofluorescência
Issue Date: 2006
Citation: FREITAS, Ana Paula Teixeira Barroso. Diagnóstico laboratorial da Leishmaniose Tegumentar causada por Leishmania (Viania) braziliensis: Avaliação dos parâmetros sorológicos com diferentes espécies do gênero Leishmania por reação de imunofluorescência indireta e imunoenzimática - ELISA. 2006. 129f. Dissertação (Mestrado em pesquisa clínica em doenças infecciosas)-Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2006.
Date of defense: 2006
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: restricted access
Appears in Collections:INI - PCDI - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ana_freitas_ipec_mest_2006.pdf1.65 MBAdobe PDF    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.