Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30334
Title: Características macroscópicas e microscópicas de Hamamelis virginiana, comercializada como chá em farmácias e drogarias de Mogi das Cruzes
Authors: Yasuda, Flávio Sussumu
Gonçalves, Carolina Passarelli
Marcucci, Maria Cristina
Affilliation: Faculdade Anhanguera Pitágoras de Jundiaí. Instituto de Farmácia. Departamento de Ensino. Laboratório de Desenvolvimento e Pesquisa em Farmácia. Jundiaí, SP, Brasil.
Universidade Anhanguera de São Paulo. Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Biotecnologia e Inovação em Saúde. Laboratório de Produtos Naturais e Quimiometria. São Paulo, SP, Brasil.
Universidade Anhanguera de São Paulo. Programa de Pós-Graduação em Farmácia, Biotecnologia e Inovação em Saúde. Laboratório de Produtos Naturais e Quimiometria. São Paulo, SP, Brasil.
Abstract: As bebidas de infusão são utilizadas desde a antiguidade como medicamentos. De fatos muitos dos medicamentos que hoje fazem parte da alopatia tradicional, são provenientes de extratos vegetais. Hoje, é possível comprar em Farmácias, drogarias e, até supermercados, folhas e ervas de forma industrializada ou semi industrializada.  O problema é que o produto industrializado nem sempre se apresenta “puro”, além de possibilitar o uso indiscriminado. Alguns fitoterápicos, se usados de forma inadequada podem perder as suas propriedades funcionais ou pior, podem provocar males maiores do que benefícios à saúde do usuário. Neste trabalho faremos uma analise de chá de Hamamelis virginiana L. encontrado em farmácias e drogarias e, verificaremos as condições do produto segundo as normas da ANVISA e farmacopéia brasileira e, também quanto à caracterização farmacobotânica.
Abstract: Infusion drinks are widely used since antiquity as medicines. In fact, many of the drugs that are now part of traditional allopathy come from plant extracts. Today, it is possible to buy in pharmacies, drugstores and even supermarkets, leaves and herbs in an industrialized or semi-industrialized way. The problem is that the industrialized product does not always present itself "pure", besides allowing the indiscriminate use. Some herbal medicines, if used improperly can lose their functional properties or worse, can cause greater ills than benefits to the health of the user. In this work, we will perform an analysis of Hamamelis virginiana L. tea found in pharmacies and drugstores and, we will verify the conditions of the product according to ANVISA and Brazilian Pharmacopoeia norms, as well as the pharmacobotanical characterization.
Keywords: Plant cell culture
Macroscopic analysis
Microscopic analysis
keywords: Hamamelis virginiana (L.)
Análise Macroscópica
Análise Microscópica
Issue Date: 2018
Citation: YASUDA, Flávio Sussumu; GONÇALVES, Carolina Passarelli; MARCUCCI, Maria Cristina. Características macroscópicas e microscópicas de Hamamelis virginiana, comercializada como chá em farmácias e drogarias de Mogi das Cruzes. Revista Fitos, Rio de Janeiro, v. 12, n. 3, p. 205-217, out. 2018.
DOI: 10.17648/2446-4775.2018.628
ISSN: 2446-4775
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Revista Fitos - Volume 12 - Número 3

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
flavio_sussumu_et_all.pdf912.65 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.