Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/30942
Title: Mulheres negras vítimas de violência obstétrica:estudo em um Hospital Público de Feira de Santana - Bahia
Advisor: Souza, Edinilsa Ramos de
Authors: Oliveira, Ellen Hilda Souza de Alcântara
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A dissertação trouxe como objeto de investigação a violência obstétrica perpretada a mulheres negras que se encontraram no ciclo-gravídico puerperal (pré-natal, parto e pós-parto) em um hospital público de Feira de Santana, Bahia, em no período de julho a setembro de 2016. Analisa-se como a assistência à saúde é experienciada por elas em cada período do ciclo. Participaram da pesquisa 13 mulheres negras com gestação ou parto de Risco Habitual / Alto risco, com idade entre 18 a 45 anos e que se autodeclaram negras. A metodologia adotada tratou de pesquisa de cunho qualitativo, exploratório. Utilizou-se como método de abordagem para construção dos dados a entrevista semi-estruturada. Os dados foram explorados pela análise de conteúdo e temática orientados pelas elaborações de Minayo(66). A estrutura de análise foi realizada por aproximações sucessivas e por propostas de categorização, na qual pode-se classificar o conjunto de depoimentos ou os registros de observação a partir do instrumento de coleta de dados e triangulando os métodos (entrevistas semi-estruturada individuais e do diário de campo), nos quais procurou-se formular núcleos de sentido As categorias estabelecidas foram Acesso; Saúde da mulher e questão racial; Percepções de violências no ciclo gravídico e mulher negra sobre o ciclo gravídico-puerperal. A partir destas categorias foi elaborado o conteúdo analítico da dissertação. A organização da dissertação foi realizada da seguinte forma: No primeiro capítulo situa- se o tema proposto na discussão da dissertação, com intuito de estabelecer uma análise da problemática da violência obstétrica, sua magnutide e relevância para sociedade. Os objetivos para responder ao objeto e pressuposto da pesquisa também foram descritos neste capítulo. No segundo capítulo, articula-se o marco-teórico. Neste capítulo discute-se a violência e saúde a luz do arcabouço teórico das ciências sociais. No terceiro capítulo, buscou-se apresentar os elementos teóricos que foram utilizados para sustentar as opções metodológicas. Concluindo com o quarto capítulo, que enfocam-se, os resultados e discussões da pesquisa, situando-se a experiência das mulheres negras no ciclo gravídico - puerperal.
Abstract: The present thesis investigates the obstetric violence forced on black women who found themselves in puerperal birth-cycle (prenatal, childbirth, post childbirth) in a public hospital in Feira de Santana, Bahia heartland. It’s analyzed in this thesis how they experience the healthcare through the different phases of childbirth. 13 selfdeclared black women, with ages between 18 and 45 and normal to high childbirth risk participated in this research. The methodology used was a semi-structured interview with quality and exploratory approach to build up the research data. The data were explored using theme and content analyses following Minayo(66) guidelines. The analysis structure was made by successive approximations and categorizations proposals, in wich the set of depositions or the observations records could be classified using the data-gathering instrument and crossing the methods (individual semi-structured interviews and data from the field diary), in wich sense cores were formulated. The categories established were Access; Women's health and race issue; Perceptions of violence in the gravidarum cycle and black woman on the pregnancy-puerperal cycle. From these categories the analytical content of the dissertation was elaborated. This thesis was organized in the following way: On the first chapter is discussed the thesis’s theme with the goal to establish an analysis of the obstetric violence matter, and your importance to society. The goals answering to the object of this thesis is also present in this chapter. On the second chapter the theoretical framework is settled. Violence and healthcare are analyzed based on the social sciences theoretical context. On the third chapter the theoretical elements used to support the methodology were introduced. The conclusion is presented on the fourth chapter, where the results of the discussions and research are presented, explaining the experiences of the black women through the puerperal childbirth cycle.
Keywords: Violence
Pregnancy
Childbirth
Racial and obstetric matter
Healthcare and prejudice
keywords: Violência
Gestação
Parto
Violência obstétrica e questão racial
Discriminação na saúde
Issue Date: 2018
Citation: OLIVEIRA, Ellen Hilda Souza de Alcântara. Mulheres negras vítimas de violência obstétrica:estudo em um Hospital Público de Feira de Santana - Bahia. 2018. 119 f. Dissertação (Mestrado em Ciências) - Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2018.
Date of defense: 2018
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ellen_oliveira_iff_mest_2018.pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.