Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3393
Title: A dinâmica cotidiana da negociação da ordem hospitalar entre profissionais de saúde e acompanhantes de crianças internadas
Advisor: Deslandes, Suely Ferreira
Authors: Rangel, Angela Maria Hygino
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Buscamos compreender, nesta tese, de que modo as relações estabelecidas entre profissionais de saúde e acompanhantes de crianças hospitalizadas (re) organizam as normas e as regras institucionais e como estas são aplicadas e negociadas, cotidianamente. Procuramos atualizar as representações relativas à presença do acompanhante, no hospital público, do ponto de vista dos acompanhantes e dos profissionais de saúde. Utilizamos a abordagem qualitativa, ancorada no método etnográfico. Observaram diferenças significativas no que diz respeito ao conhecimento das regras, tanto por parte da equipe quanto dos acompanhantes. Quanto à observância dessas normas, por parte dos acompanhantes, notaram diferenças entre aqueles que tinham seus filhos internados nas enfermarias fechadas e nas enfermarias abertas. Observou-se a existência de espaços para a negociação das regras, em todos os setores, embora com diferenças significativas entre as enfermarias fechadas e as enfermarias abertas. No que se refere às representações acerca da permanência do acompanhante, tanto os acompanhantes quanto os profissionais partilham visões comuns e visões particulares, ambivalentes e, às vezes, contraditórias, sendo todas inspiradas no princípio de cuidar e proteger a criança. Na prática, alguns profissionais demonstraram o quanto aquela presença pode ser incômoda e refletir, negativamente, no seu trabalho.Por outro lado, a defesa que alguns profissionais fizeram da presença dos acompanhantes esteve diretamente relacionada à ajuda que estes ofereciam ao pessoal de enfermagem. Os acompanhantes percebem sua presença como um fator constitutivo da assistência médica prestada a criança. Por parte dos profissionais de saúde não se verificou uma representação cuja qualidade incorporasse os acompanhantes como parte integrante e constitutiva do trabalho médico-assistencial desenvolvido. Um elemento importante e fundamental à reflexão daquilo que a agenda política da saúde estabelece como uma de suas pautas: a humanização da assistência médica hospitalar.Desse modo, a pesquisa sobre a prática de cuidados à saúde das crianças pode trazer elementos significativos que permitam a elaboração de um processo de avaliação da assistência prestada, constituindo, um instrumento relevante para a introdução de melhorias na qualidade da atenção, direcionadas à satisfação dos usuários, bem como dos profissionais que prestam o serviço.
Keywords: Hospitalized Children
Parental Care
Negociation
keywords: Crianças Hospitalizadas
Acompanhantes
Negociação
DeCS: Criança Hospitalizada
Acompanhantes Formais em Exames Físicos
Relações Profissional-Paciente
Assistência à Saúde
Issue Date: 2007
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: RANGEL, Angela Maria Hygino. A dinâmica cotidiana da negociação da ordem hospitalar entre profissionais de saúde e acompanhantes de crianças internadas. 2007. xiii, 297 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2007.
Date of defense: 2007-02
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000059.pdf1.22 MBAdobe PDFThumbnail
    Request a copy



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.