Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3446
Title: Avaliação da eficácia terapêutica de uma nova modalidade de fototerapia utilizando diodo emissor de luz
Advisor: Carvalho, Manoel de
Authors: Martins, Bianca de Moraes Rego
Coadvisor: Moreira, Maria Elizabeth Lopes
Gomes Junior, Saint Clair S.
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Objetivo: Avaliar a eficácia terapêutica de um sistema de fototerapia microprocessada que utiliza diodos emissores de luz de alta intensidade (SuperLEDs) como fonte de luz azul para o tratamento da hiperbilirrubinemia neonatal de recém nascidos prematuros com peso de nascimento maior do que 1000g e compará-la com a fototerapia que utiliza lâmpada halógena (Bilispot).Material e Métodos: Trata-se de um estudo prospectivo, randomizado e controlado, utilizando a fototerapia SuperLED no grupo experimental e duas fototerapias halógena no grupo controle. Foram incluídos recém nascidos prematuros com peso de nascimento maior do que 1000g, internados em UTI neonatal, com indicação de receber fototerapia, segundo critérios de Bhutani et al de 2004. Foram excluídos os pacientes com teste de Coombs positivo, equimoses extensas, malformações ou infecção congênita. A duração da fototerapia e a queda nos níveis séricos de bilirrubina total nas primeiras 24 horas de tratamento foram os principais desfechos analisados.Resultados: Foram estudados 88 recém nascidos, 44 no grupo da fototerapia Super LED e 44 no grupo da fototerapia halógena. As características demográficas da população foram semelhantes nos dois grupos. O nível sérico médio inicial de bilirrubina no grupo submetido à fototerapia SuperLED (10,1 mais ou menos 2,4 mg por cento) foi semelhante ao do grupo submetido à fototerapia halógena (10,9 mais ou menos 2,0 mg por cento). A queda percentual na concentração sérica de bilirrubina total nas primeiras 24 horas de tratamento foi significativamente maior (27,9 por cento vs 10,7 por cento, p <0,01) e a duração do tratamento foi significativamente menor(36,8 h vs 63,8 h, p <0,01) no grupo do superLED quando comparado ao grupo submetido à fototerapia halógena. Após 24 horas de tratamento, um número significativamente maior de recém nascidos recebendo foterapia SuperLED atingiu níveis sericos de bilirrubina que permitiram a suspensão deste tratamento ( 23 vs 10, p <0,01)
DeCS: Icterícia Neonatal
Fototerapia
Issue Date: 2006
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: MARTINS, Bianca de Moraes Rego. Avaliação da eficácia terapêutica de uma nova modalidade de fototerapia utilizando diodo emissor de luz. 2006. 83 f. Dissertação (Mestrado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2006.
Date of defense: 2006-06
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IFF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000230.pdf970.68 kBAdobe PDFThumbnail
    Request a copy


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.