Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34483
Title: Fatores associados ao domicílio e à família na determinação da hanseníase, Rio de Janeiro, Brasil
Other Titles: Factors Associated with Household and Family in Leprosy Transmission in Rio de Janeiro, Brazil
Authors: Andrade, Vera Lúcia Gomes de
Sabroza, Paulo Chagastelles
Araújo, Adauto José Goncalves de
Affilliation: Instituto Estadual de Dermatologia Sanitária. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O objetivo deste estudo foi analisar algumas características dos domicílios e dos chefes de família como possíveis fatores de determinação da hanseníase. Compararam-se unidades domiciliares onde existiam casos de hanseníase com dois grupos de domicílios de não hansenianos. Como grupos de domicílios sem casos de hanseníase, estudaram-se os domicílios vizinhos dos doentes e os domicílios fora dos focos ou áreas sem casos de hanseníase. Todos os domicílios localizam-se no município de São Gonçalo, área endêmica urbana na periferia da região metropolitana do Rio de Janeiro. Em um mapa aerofotogramétrico, contendo a descrição dos 584 setores censitários, marcaram-se todos os 2412 casos diagnosticados residentes. Compararam-se os domicílios com casos de hanseníase, Grupo I, com os seus respectivos vizinhos (Grupo II) e com os domicílios fora do foco (Grupo III). Os domicílios do Grupo I foram pareados com os seus respectivos vizinhos (Grupo II) e processados pelo método condicional. Para a comparação entre os grupos I e grupo III, usou-se o método incondicional. O Grupo I comparado com o II apresentou associação entre idade e nível de escolaridade do chefe da família. A comparação das características dos chefes de família e dos domicílios com casos de hanseníase em relação aos localizados fora do foco mostrou, como fatores diferenciais, idade, tipo de casa e disponibilidade de pontos de água intradomiciliar. Os autores discutem que os contrastes da área fora do foco são indicativos de um assentamento populacional mais recente e não de fatores associados à hanseníase. Somente na análise pareada dos doentes com seus vizinhos, estando então os fatores ambientais da área de foco controlados, confirmou-se a associação da idade e do grau de escolaridade. Com os determinantes do nível particular próprio do grupo social, interagem, no nível individual, a idade e o grau de escolaridade como fatores que contribuem na morbidade da hanseníase nessa área do Estado do Rio de Janeiro.
Abstract: A cross-sectional study was carried out to characterize the contribution of several household characteristics to the transmission of leprosy. Households with diagnosed cases of illness were compared to two healthy groups. All randomly selected households were located in the municipality of Sao Goncalo, in the State of Rio de Janeiro. Using an aerial map with the description of the census tract, 2,412 cases were marked. Three groups were established, while the household was the analytical unit: group I - households with cases; group II - neighboring households; and group III - households located in tracts with no reported case of illness, that is, outside disease foci. Group I was compared with that of neighboring households using a multiple logistic regression model by conditional methods. Unconditional methods were used to compare groups I and III. Group I as compared to Group II showed an association with age and educational level for households and heads of families. Comparison of characteristics of the heads of families and households with cases of leprosy with those located outside the focus showed that the differential factors were age, type of dwelling, and availability of running water. This is probably due to more recent settlement in a peripheral region where water resources are not available yet. Households are the basic ecological unit, and age and educational level are determinant factors for leprosy morbidity in this area.
Keywords: Leprosy
Urban Areas
Human Dwellings
Epidemiology
Cross-Sectional Studies
keywords: Hanseníase
Áreas Urbanas
Habitação Humana
Epidemiologia
Estudo de Prevalência
DeCS: Hanseníase
Área Urbana
Epidemiologia
Issue Date: 1994
Publisher: Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca
Citation: ANDRADE, Vera Lúcia Gomes de; SABROZA, Paulo Chagastelles; ARAUJO, Adauto José Gonçalves de. Fatores Associados ao Domicílio e à Família na Determinação da Hanseníase, Rio de Janeiro, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 10, suplem. 2, p. 1-12, 1994.
DOI: 10.1590/S0102-311X1994000800006
ISSN: 0102-311X
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Hanseníase.pdf2.95 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.