Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34709
Title: Nomograma do strain miocárdio fetal na gestação
Advisor: Sá, Renato Augusto Moreira de
Authors: Biancardi, Mariana
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Objetivo: Estudo dos efeitos da idade gestacional nos valores de Strain (S) e Strain Rate (SR) miocárdico fetal, observar se variáveis maternas exercem influência sobre seus resultados, além de avaliar a reprodutibilidade do exame em questão. Método: Medida dos valores de S e SR através de ultrassonografia 2D pela Técnida de Rastreamento de Pontos (2D Speckle Tracking - STE), durante o ciclo cardíaco fetal, utilizando aparelho de ultrassonografia da marca Samsung, modelo portátil HM70), com Software de Strain Cardíaco por STE, equipado com o simulador de ECG TechPatiente cardio V4, para sincronização dos ciclos cardíacos. O tamanho da amostra de 164 fetos foi calculado considerando a média e o desvio padrão encontrados por Kapusta L.et al1, com nível de confiança 95% e poder de 80%. Resultados: Encontrada diferença significativa apenas em valores de S e SR de ventrículo esquerdo entre as faixas de idade gestacional, com em valores de S e SR a partir de 26 semanas de gestação, seguida de uma estabilização. Ausência de influência estatisticamente significativa de variáveis maternas. Concordância intra-observador.
Abstract: Objective: Study the effects of gestational age on the fetal myocardial Strain (S) and Strain Rate (SR) values, study if maternal variables influence their results, and also evaluate the reproducibility of the test in question. Method: Measurement of S and SR values by 2D spectrometer (STE), during the fetal cardiac cycle, using Samsung ultrasound device, portable model HM70, with Strain Software Cardiac by STE, equipped with ECG simulator TechPatiente cardio V4, for synchronization of fetal cardiac cycles. The sample size of 164 fetuses was calculated considering the mean and standard deviation found by Kapusta L. et al, for S and SR of the left ventricle, with confidence level 95% power and 80% power. Results: A significant difference was found only in S and SR values of the left ventricle between the gestational age ranges. There was no statistically significant influence of maternal variables on outcomes. There was agreement between results obtained after intra-observer analysis.
keywords: Nomograma
Coração Fetal
Função Cardíaca Fetal
Strain
Speckle Tracking
Issue Date: 2019
Citation: BIANCARDI, Mariana. Nomograma do strain miocárdio fetal na gestação. 2019. 123 f. Dissertação (Mestrado em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2019.
Date of defense: 2019
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Instituto Nacional de Saúde da Mulher da Criança e do Adolescente Fernandes Figueira
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Aplicada à Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: open access
Appears in Collections:IFF - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
mariana_biancardi_iff_mest_2019.pdf2.51 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.