Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/34927
Title: Modulação da infecção em modelo murino por moléculas de amastigota de Leishmania
Advisor: Pontes-de-Carvalho, Lain Carlos
Members of the board: Araújo, Maria Ilma Andrade Santos
Weyenbergh, Johan Van
Pontes-de-Carvalho, Lain Carlos
Authors: Larangeira, Daniela Farias
Affilliation: Universidade Federal da Bahia. Faculdade de Medicina. Salvador, BA, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil.
Abstract: Embora algumas espécies de Leishmania possam determinar várias formas de doença, existe usualmente uma relação entre a espécie infectante e a apresentação clínica da enfermidade e natureza da resposta imune ao parasito. A Leishmania Braziliensis, por exemplo, costuma ocasionar uma forte resposta imune celular e poucas lesões restritas à pele ou/e à mucosa, enquanto que a Leishmania Amazonensis pode causar uma forma muito grave da doença, conhecida como Leishmaniose cutâneo-difusa (LCD), na qual ocorre uma resposta imunológica ao parasito deficiente e lesões disseminadas pelo corpo do hospedeiro. É possível que diferenças moleculares entre estas duas espécies de Leishmania sejam responsáveis pela associação da LCD apenas com a infecção por L. Amazonensis. Neste trabalho, foi investigada a capacidade de moléculas de L. Amazonensis em potenciar a infecção por L. Braziliensis em camundongos BALB/c. A identificação e caracterização de moléculas parasitárias supressoras podem servir de base para o desenvolvimento de futuras estratégias de produção de vacinas e imunoterápicos.
Abstract: Although some species of Leishmania can determine several forms of illness, exists usually a relation between the sort infectante, and the clinical presentation of the illness and nature of the Immune answer to the parasito. To Leishmania braziliensis, by example, costuma cause a strong cellular immune answer and few restricted wounds to the skin or/and to the mucosa, while that to Leishmania amazonensis can cause a very grave form of the illness, known as leishmaniose cutaneous-diffuse (LCD), in the which occurs an answer imunológica to the parasito deficient and wounds disseminated by the body of the hospedeiro. It is possible that differences moleculares between these two species of Leishmania be responsible by the association of the LCD barely with the infection by L. amazonensis. In this work, was investigated the capacity of molecules of L. amazonensis in potenciar the infection by L. braziliensis in mice BALB/c. The identification and caracterização of molecules parasitárias supressoras can serve of base for the development of future vaccines output strategies and imunoterápicos.
Keywords: Cutaneous leishmaniasis
Leishmania braziliensis
Leishmania
Leishmaniasis Vaccines
Mice Inbred BALB C
keywords: Leishmaniose Cutânea
Leishmania Braziliensis
Leishmania
Vacinas contra Leishmania
Camundongos Endogâmicos BALB C
Issue Date: 2003
Publisher: Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Citation: LARANGEIRA, Daniela Farias. Modulação da infecção em modelo murino por moléculas de amastigota de Leishmania. 2003. 62 f. Dissertação (Mestrado em Patologia) - Universidade Federal da Bahia; Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Fundação Oswaldo Cruz, Salvador, 2003.
Date of defense: 2003
Place of defense: Salvador/BA
Department: Coordenação de Ensino
Defense institution: Universidade Federal da Bahia. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Pós-Graduação em Patologia
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Daniela Farias Larangeira Modulação... 2003.pdf5.61 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.