Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/36141
Title: Análise de formaldeído em produtos capilares: otimização e faixa linear do método analítico empregado no controle da qualidade dos produtos sujeitos à vigilância sanitária
Advisor: Zamith, Helena Pereira da Silva
Doria, Doria
Members of the board: Abrantes, Shirley de Mello Pereira
Silva, Marco Antônio Mota da
Silva, Adriana Sant’ana da
Zamith, Helena Pereira da Silva
Doria, Sônia Ribeiro
Authors: Barros, Ana Lúcia Ribeiro de
Coadvisor: Doria, Sônia Ribeiro
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A utilização de formaldeído (FA) como alisante em produtos cosméticos capilares é proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) sendo somente permitido o seu uso como conservante na concentração máxima de 0,2%. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmético (ABIHPEC), o Brasil ocupa o segundo lugar em consumo de produtos capilares. O FA foi classificado, em 2006, pela International Agency for Research on Cancer (IARC) no Grupo 1, como carcinógeno em humanos, a partir de suficientes evidências de indução de câncer de nasofaringe em humanos e como causador também de leucemia a partir de 2012. Objetivando o futuro controle da qualidade destes produtos foram determinados os parâmetros para a otimização do método de análise para identificação e quantificação de FA em produtos cosméticos capilares através da técnica de cromatografia líquida de alta eficiência (CLAE). Na CLAE empregou-se coluna de fase reversa de sílica recoberta com octadecilsilano (C18) e como fase móvel a solução de metanol em água 70% (v/v). As condições cromatográficas foram: coluna com 4 mm de diâmetro interno, 250 mm de comprimento e 5 µm de tamanho de partícula, à temperatura ambiente (faixa de 21º à 25º C), fluxo da fase móvel 1 mL/min. e comprimento de onda de 345 nm. O método para análise de FA em produtos capilares através da reação de derivatização com solução 0,1% de 2,4-dinitrofenilhidrazina em ácido clorídrico 0,5 N, empregando o tampão citrato foi otimizado. Foram determinados o pH ideal da reação (4,5) bem como o tempo da reação (2 min.). A faixa de trabalho foi definida de (7,38x10-4) % m/v a (5,17x10-3) % m/v e considerada linear. O produto formado, 2,4-dinitrofenilhidrazona, manteve-se estável até 90 min. quando protegido e quando exposto à luz em 100% e 67%, respectivamente, dos ensaios realizados. Na análise de um produto capilar (máscara) foi detectado FA no qual não se declarava a sua presença. O método mostrou, portanto, ser eficiente na faixa de trabalho estudada na amostra testada.
Abstract: The use of formaldehyde (FA) as a straightening product for hair care is forbidden by the Brazilian National Health Surveillance Agency (ANVISA); its use is only allowed as a preservative in the maximum concentration of 0.2%. According to the Brazilian Industry Association of Personal Hygiene, Perfumery and Cosmetics (ABIHPEC), Brazil ranks second in the consumption of hair care products in the world. In 2006, FA was categorized in Group 1, by the International Agency for Research on Cancer (IARC), as a carcinogen to humans, based on sufficient evidence of nasopharyngeal cancer induction in humans, but also as the cause of leukemia as from 2012. Aiming at the future quality control of those products, we determined the parameters for optimizing the method of analysis for identifying and quantifying FA in hair care products through the technique of high-performance liquid chromatography (HPLC). In the HPLC, we used reverse phase silica column coated with octadecylsilane (C18) and methanol solution in water 70% (v/v) as a mobile phase. The chromatographic conditions were: a column with 4 mm internal diameter, 250 mm length and 5 um particle size, at room temperature (between 21° and 25° C degrees), flow rate of the mobile phase of 1 ml/min and wavelength of 345 nm. We optimized the FA analysis method for hair care products through the reaction of derivatization with 0.1% solution of 2.4-dinitrophenylhydrazine in 0.5 N hydrochloric acid, using citrate buffer. We determined the optimal pH (4.5) of the reaction as well as the reaction time (2 min). The working range was defined from (7.38x10-4) % w/v to (5.17x10-3) % w/v and was considered linear. The final product, 2.4-dinitrophenylhydrazone, remained stable up to 90 min when protected from light and when exposed to it in 100% and 67% of the tests, respectively. In the analysis of a hair product (mask) in which FA was not declared in the formula and label, we detected its presence. Therefore, the method proved effective in the working range studied for the test sample.
Keywords: Formaldehyde
HPLC
Optimization
Hair care products
keywords: Formaldeído
CLAE
Otimização
Produtos Capilares
Controle de Qualidade
Vigilância Sanitária
DeCS: Formaldeído
Otimização
Vigilância Sanitária
Controle de Qualidade
Cromatografia Líquida de Alta Pressão Cromatografia Líquida de Alta Pressão
Issue Date: 2015
Citation: BARROS, A. L. R. Análise de formaldeído em produtos capilares: otimização e faixa linear do método analítico empregado no controle da qualidade dos produtos sujeitos à vigilância sanitária. 2015. 75 f. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Controle da Qualidade em Produtos, Ambientes e Serviços Vinculados à Vigilância Sanitária) - Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2015.
Date of defense: 2015-10-05
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Coordenação de Pós Graduação
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Vigilância Sanitária
Copyright: open access
Appears in Collections:INCQS - Trabalhos de Conclusão de Curso - Especialização

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ESPECIALIZAÇÃO_ANA_LUCIA_RIBEIRO_BARROS.pdf623.15 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.