Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3847
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.authorRodriguez, José Alberto de Francisco
dc.contributor.authorSantos, Nilton Bahlis dos
dc.date.accessioned2012-04-15T15:21:39Z
dc.date.available2012-04-15T15:21:39Z
dc.date.issued2011
dc.identifier.citationRODRIGUEZ, José Alberto de Francisco; SANTOS, Nilton Bahlis dos. Multribuição: interação e colaboração em pesquisas em rede. RECIIS – Revista Eletrônica de Comunicação e Informação, Inovação em Saúde, Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 30-39, Mar. 2011.
dc.identifier.issn1981-6278
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3847
dc.description.abstractNão conhecemos os protocolos para conectar cognitivamente pessoas em rede. As redes de pessoas mediadas tecnologicamente impõem limitações e oferecem oportunidades. Nesta pesquisa prospectiva avaliamos ferramentas e modos de trabalho colaborativo e acreditamos que ainda não existem nem as ferramentas, nem os métodos certos para que um número muito grande de pesquisadores possa interagir para a colaboração cognitiva. Em um número superior à cerca de 150 pesquisadores, as capacidades da comunicação intersubjetiva são superadas, mas é possível que nos aproveitemos da sabedoria coletiva. A interação em um ambiente virtual também possibilita a interação estigmérgica. Ambos os conceitos podem ser implementados com o auxílio de algoritmos genéticos, que desenvolvam regras e capacidades na rede e nos nós. A essa nova forma de colaboração em rede, demos o nome de multribuição.
dc.language.isopor
dc.rightsopen access
dc.subject.otherMultribuição
dc.subject.otherColaboração em pesquisa
dc.subject.otherInteratividade
dc.subject.otherInteração estigmérgica
dc.titleMultribuição: interação e colaboração em pesquisas em rede
dc.title.alternativeMultribution: interaction and collaboration in network researches
dc.typeArticle
dc.identifier.doi10.3395/reciis.v5i1.425pt
dc.description.abstractenWe don't know the protocols to cognitively connect people in a network. Networks with people technologically mediated impose limitations and offer opportunities. On this prospective research we evaluate tools and ways of collaborative work and believe that neither the tools nor the correct methods for a very big number of researchers to interact for cognitive collaboration still don't exist. In a number over around 150 researchers, the capacities of intersubjective communication are overcome, but it's possible that we take advantage of the collective knowledge. The interaction in a virtual environment also allows the stigmergic interaction. Both concepts can be implemented with the help of genetic algorithms, that develop rules and capacities on the network and its knots. To this new form of network collaboration, we have given the name multribution.
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
dc.subject.enMultribution
dc.subject.enResearch collaboration
dc.subject.enInteractivity
dc.subject.enStigmergic interaction
dc.subject.decsPesquisa Empírica
dc.subject.decsInternet
dc.subject.decsRedes de Informação de Ciência e Tecnologia
dc.subject.decsColeta de Dados
Appears in Collections:ICICT - RECIIS - Volume 5 - Número 1
ICICT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Multribuicao_interacao_colaboracao_pesquisa_rede.pdf114.45 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.