Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/3897
Title: ACS: agente de transformação social? Atuação dos Agentes Comunitários de saúde em educação popular no Distrito Sanitário III da cidade do Recife
Other Titles: ACS: agents of social transformation? Performance of Community Agents of Health in popular education in District III of Recife
Advisor: Silvan, Carlos
Authors: Galindo, Elizabete Maria de Vasconcelos
Bueloni, Patrícia Moraes
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil.
Abstract: A Educação Popular na saúde, como estratégia de intervenção, visa à modificação do status quo da lógica dos serviços de atenção básica, priorizando a criação de espaços coletivos no qual a valorização do diálogo e a troca dos saberes e reflexões entre técnicos e populares são acolhidos e incorporados como processo em construção de conhecimentos e práticas voltados à superação da lacuna cultural existente entre os serviços e a população. Nesse sentido, o agente comunitário de saúde (ACS) tem papel relevante de mediador entre o serviço, a comunidade e os diferentes saberes. Estimula a autonomia e compartilha responsabilidades na busca do fortalecimento dos direitos à cidadania e do papel social do coletivo. Sensibiliza e desperta a população para a conquista e reivindicação de novas formas de interação com o meio e para o exercício de controle da própria vida. Considerando o papel do ACS no processo de resignificação das práticas de saúde junto à comunidade, torna-se relevante o estudo sobre o discurso e prática desse ator no processo de transformação da situação de saúde da comunidade, por meio de ações de Educação Popular em saúde. O Distrito Sanitário III (DS III) foi o pioneiro a desenvolver os projetos de Educação Popular em Saúde, direcionados para capacitação dos ACS. Utilizando metodologia qualitativa este trabalho trata-se de uma pesquisa exploratória, com o objetivo de analisar o papel do ACS, enquanto educador popular em saúde, para a transformação da situação de saúde da comunidade, no DS III, da cidade do Recife; levando em consideração as expectativas, desejos, motivações, dificuldades e desafios dentro da realidade vivenciada por eles neste trabalho. Foi observada a satisfação pessoal de todos ACS entrevistados que passaram por esta capacitação. Apesar de algumas dificuldades enfrentadas nesse processo de trabalho, relataram o fortalecimento de suas ações e valorização pessoal através da resignificação dos seus papeis perante a comunidade e equipe de trabalho. Hoje são reconhecidos e se reconhecem como Educadores, à medida que realiza sua prática compromissada com a comunidade que pertence e atua, para a transformação da realidade local, e conquista de relações mais humanas e igualitárias dentro e fora dos serviços de saúde
keywords: Pessoal de Saúde
Educação em Saúde
Promoção da Saúde
Issue Date: 2006
Citation: GALINDO, Elizabete Maria de Vasconcelos; Bueloni, Patrícia Moraes. ACS: agente de transformação social? Atuação dos Agentes Comunitários de saúde em educação popular no Distrito Sanitário III da cidade do Recife. 2006. 45 f. TCC (Especialização em Saúde Pública) - Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2006.
Place of defense: Recife
Department: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - Trabalhos de Conclusão de Curso

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
000026.pdf176.58 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.