Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/4602
Title: Avaliação de um Wetland construído no tratamento de efluentes sépticos: estudo de caso Ilha Grande, Rio de Janeiro, Brasil
Other Titles: Performance of a constructed Wetland in treating septics effluents: case study Ilha Grande, Rio de Janeiro, Brazil
Advisor: Roque, Odir Clécio da Cruz
Authors: Toniato, João Vitor
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Os atuais níveis de atendimento dos serviços de saneamento no Brasil, principalmente a disposição segura dos esgotos, têm levado grande parte da população à condições de saúde abaixo de um nível adequado. A solução para estes problemas passa necessariamente pela implementação de sistemas de tratamento adequados à realidade do país, ou seja, baratos e de simples operação e manutenção. A técnica aqui avaliada, de wetlands construídos, se enquadra nestes requisitos e mostrou bons resultados durante o período de monitoramento. A metodologia foi baseada na análise da eficiência, através de parâmetros físico-químicos e microbiológicos de qualidade de água, de um sistema de wetland construído de fluxo subsuperficial tratando esgoto séptico de um centro de pesquisa localizado na Ilha Grande, sudoeste do Estado do Rio de Janeiro. Os resultados mostraram remoções satisfatórias para DQO (29 - 87 por cento); DBO (44 - 88 por cento); turdidez (73 95 por cento); e ovos de helmintos (ausência em todos amostras para o efluente), mas insatisfatórios para fósforo(-7 31 por cento) e indicadores microbiológicos, coliformes totais (72 99,86 por cento) e Escherichia coli (69 99,98 por cento). O suprimento de oxigênio para o meio mostrou-se insuficiente ou mal distribuído, ocasionando baixa taxa de nitrificação e conseqüentemente pouca remoção para NTK (17 33 por cento) e NH3 (0 73 por cento). Todavia, a grande perda líquida do esgoto pela evapotranspiração reduziu em muito a vazão na saída do tratamento, e ofereceu um descarte seguro para o corpo receptor. De acordo com estes resultados, sistemas wetlands construídos se constituem como boas opções para o tratamento de esgotos domésticos, mas necessitando de uma processo de desinfecção posterior para assegurar condições de descarte que não ofereçam riscos de contaminação fecal.
keywords: Tratamento de Aguas Residuárias
Qualidade da Agua
Esgotos Domésticos
Saneamento
Issue Date: 2005
Citation: Rio de Janeiro s.n 2005 xii,83p
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Dissertações de Mestrado
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
826.pdf839.12 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.