Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/6447
Title: Sentidos atribuídos à adolescência e à juventude em seu entrelaçamento com a masculinidade: uma leitura da PNAISAJ
Advisor: Moreira, Martha Cristina Nunes
Authors: López, Silvia Braña
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira. Departamento de Ensino. Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: A presente pesquisa tem como objeto de estudo os sentidos atribuídos à adolescência e à juventude em seu entrelaçamento com a masculinidade, a partir de textos oficiais e das narrativas de atores que participaram da construção da proposta da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes e Jovens – PNAISAJ. Partimos da ideia de que as políticas públicas voltadas para a promoção de saúde e do cuidado de adolescentes e jovens carreiam certos sentidos sobre a adolescência e a juventude masculinas no campo da atenção básica em saúde e expressam relações socialmente construídas que atribuem significações próprias relacionadas a essa população. Os resultados foram dispostos em três artigos. A metodologia geral adotada foi a hermenêutica-dialética, sendo no primeiro artigo adotada a técnica de análise documental de Severino; no segundo, a análise de narrativas de Gomes e Mendonça; e, no terceiro, a análise de conteúdo temática adaptada de Bardin. Os marcos conceituais teóricos em que se pautaram as análises foram adolescência e juventude, masculinidade e políticas públicas. O primeiro artigo analisa que sentidos as Políticas Nacionais de Atenção Integral à Saúde do Homem – PNAISH - e dos Adolescentes e Jovens – PNAISAJ - conferem à masculinidade, instituindo uma lógica para as ações relacionadas à atenção integral dessas populações. O segundo artigo analisou os sentidos acerca da adolescência e juventude masculinas constantes na PNAISAJ e o desfecho dos processos de negociação do texto político. O terceiro artigo pretendeu aprofundar a compreensão dos processos de socialização e de busca pelo reconhecimento dos adolescentes e homens jovens e suas imbricações com os sentidos atribuídos à masculinidade. Partimos da compreensão da adolescência e da juventude como um ciclo de vida com experiências e significados próprios, da masculinidade numa perspectiva relacional de gênero e das políticas públicas de saúde como políticas culturais. Concluímos que os serviços de atenção básica em saúde ainda não conseguem acolher a adolescência e a juventude em suas ações, exclusão mais profundamente identificada quando este ciclo de vida está associado ao gênero masculino. A exclusão aos serviços de atenção básica desse segmento populacional expressa como a adolescência e a juventude masculinas são marcadas culturalmente pelo seu reconhecimento negativo. A proposição da PNAISAJ expressa a luta pelo reconhecimento positivo da adolescência e da juventude como um ciclo de vida e da masculinidade como uma dimensão importante e indissociável a esse ciclo.
Abstract: This research has as object of study the meanings attributed to adolescence and youth in its relationship with masculinity from official texts and narratives of actors who taken part in the building of the preliminary proposal of the National Policy for Comprehensive Health Care for Adolescent and Youth – PNAISAJ in Brasil. We started from the idea that public policies for health promotion and care of young people contains certain meanings about adolescence and young men in the field of primary health care and express relationships socially built that attribute meanings concerned to this population. The results were arranged in three articles. The general methodology adopted was the qualitative analysis by hermeneutic-dialectic approach, being adopted in the first article the technique of documentary analysis proposed by Severino, in the second, the analysis of narratives proposed by Gomes and Mendonça and in the third, the thematic content analysis adapted from Bardin. The conceptual frameworks that were based on theoretical analyzes were adolescence and youth, masculinity and public policy. The first article analyzes the meanings that National Policies for Integral Attention to Men's Health - PNAISH and for Comprehensive Health Care for Adolescent and Youth - PNAISAJ in Brasil which both confer the masculinity, establishing a logic for the actions related to the comprehensive care of these populations. The second article examined the meanings of male adolescence and youth in the PNAISAJ and the outcome of the negotiation processes of the political text. The third article intended to a deeper understanding of socialization processes and the quest for recognition of adolescents and young men and their imbrications with the meanings attributed to masculinity. We started from the understanding of adolescence and youth as a life cycle with their own experiences and meanings of masculinity in a relational perspective of gender and public health policies and cultural policies. We conclude that the services of primary health care still can not accept the adolescence and the youth in their actions, producing exclusion that is more deeply identified when this life cycle is associated with male gender. The exclusion to basic health care in this segment of the population expressed as the adolescence and the youth male are marked by their culturally negative acknowledgment. The proposition of PNAISAJ expresses the struggle for positive recognition of adolescence and youth as a life cycle and masculinity as an important dimension and indissociable to this cycle.
Keywords: Health Public Policies
Adolescent
Masculinity
Life Cycle Stages
Cultural Policy
keywords: Políticas Públicas de Saúde
Adolescente
Masculinidade
Fases do Ciclo de Vida
Políticas Culturais
DeCS: Políticas Públicas de Saúde
Estágios de Ciclo de Vida
Características Culturais
Adolescente
Issue Date: 2012
Publisher: Instituto Fernandes Figueira
Citation: LÓPEZ, Silvia Braña. Sentidos atribuídos à adolescência e à juventude em seu entrelaçamento com a masculinidade: uma leitura da PNAISAJ. 2012. 171 f. Tese (Doutorado em Saúde da Criança e da Mulher)-Instituto Fernandes Figueira, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2012.
Date of defense: 2012-03
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Departamento de Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Fernandes Figueira
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde da Criança e da Mulher
Copyright: restricted access
Appears in Collections:IFF - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese _SBL_2012.pdf1.18 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.