Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7038
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.advisorPons, Andréa Henriques
dc.contributor.advisorAlmeida, Vinícius Cotta de
dc.contributor.authorCascabulho, Cynthia Machado
dc.date.accessioned2013-10-03T11:59:20Z
dc.date.available2013-10-03T11:59:20Z
dc.date.issued2012
dc.identifier.citationCASCABULHO, Cynthia Machado. Caracterização do ambiente inflamatório cardíaco e estudo de interações células T/endotélio em camundongo mdx/md. Rio de Janeiro, 2012. 106 f. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular) - Instituto Oswaldo Cruz, Fundação Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, 2012.
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7038
dc.description.abstractA Distrofia muscular de Duchenne (DMD) é uma doença recessiva ligada ao cromossomo X que afeta 1 a cada 3500 meninos nascidos vivos e é causada por mutações no gene da distrofina. A ausência da distrofina leva à degeneração progressiva dos músculos esqueléticos e cardíaco assim como à inflamação crônica. O camundongo mdx/mdx é um dos modelos mais utilizados para estudo da DMD e apresenta muitas características da doença, embora a progressão da patologia seja mais branda e não letal. Este trabalho visa avaliar a migração de células T para o coração de camundongos mdx/mdx e possíveis alterações na expressão de moléculas de adesão que possam modular esse processo. Leucócitos sanguíneos, incluindo células T de camundongos mdx/mdx de 6 semanas de idade, são CD62L+, mas sofrem uma modulação negativa nos animais de 12 semanas, com apenas 40% dos linfócitos T mantendo a expressão dessa molécula. Nossos resultados apontam para uma clivagem de CD62L dependente de P2X7 (com altos níveis de CD62L no soro) que reduz a competência dos linfócitos T sanguíneos de camundongos mdx/mdx de 12 semanas aderirem aos vasos sanguíneos cardíacos in vitro. In vivo, nós observamos que mesmo após a infecção com Trypanosoma cruzi, um conhecido indutor de miocardite linfóide, essas células raramente são encontradas no coração. Quando camundongos mdx/mdx são tratados com BBG, um bloqueador de P2X7, esses linfócitos sanguíneos mantém a expressão de CD62L e são capazes de migrar para o coração. Esses resultados fornecem novas informações sobre os mecanismos de infiltração inflamatória e regulação imune na DMD.
dc.language.isopor
dc.publisherInstituto Oswaldo Cruz
dc.rightsrestricted access
dc.subjectDistrofia muscular de Duchenne
dc.subjectCromossomo X
dc.subjectCélulas T
dc.subjectTrypanosoma cruzi
dc.subjectEndotélio
dc.titleCaracterização do ambiente inflamatório cardíaco e estudo de interações células T/endotélio em camundongo mdx/md
dc.typeThesis
dc.degree.date2012-07-13
dc.degree.departmentVice Direção de Ensino, Informação e Comunicação
dc.degree.grantorInstituto Oswaldo Cruz
dc.degree.levelDoutorado
dc.degree.localInstituto Oswaldo Cruz
dc.degree.programPós-Graduação em Biologia Celular e Molecular
dc.description.abstractenDuchenne muscular dystrophy (DMD) is an X-linked recessive disorder that affects 1 in 3,500 males born alive and is caused by mutations in the dystrophin gene. The absence of dystrophin leads to the degeneration of skeletal and cardiac muscles as well as to chronic inflammation. Mdx/mdx mice have been widely used to study DMD and present most characteristics of the disease, although the progression of the disease is milder and nonlethal. In this study, we aimed to assess the migration of T cells to the heart of mdx/mdx mice and possible alterations in adhesion molecules that could modulate this process. Blood leukocytes, including T cells from 6-week-old mdx/mdx mice, are CD62L+, but undergo down-modulation by 12 weeks of age, with only about 40 percent of T cells retaining this molecule. Our results point to a P2X7- dependent shedding of CD62L (with high levels of CD62L in the serum) which reduces 12-weekold mdx/mdx blood T cell competence to adhere to cardiac vessels in vitro. In vivo, we observed that even after Trypanosoma cruzi infection, a known inducer of lymphoid myocarditis, these cells are rarely found in the heart. When mdx/mdx mice are treated with Brilliant Blue G, a P2X7 blocker, these blood lymphocytes retained CD62L and were capable of migrating to the heart. These results provide new insights into the mechanisms of inflammatory infiltration and immune regulation in DMD.
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
dc.contributor.memberCruz, Daniella Arêas Mendes da
dc.contributor.memberSilva, Robson Coutinho
dc.contributor.memberMariz, Fernanda Pinto
dc.contributor.memberRiederer, Ingo
dc.contributor.memberAlves, Luiz Anastácio
dc.contributor.coordinatorMoraes, Milton Ozório
dc.contributor.coordinatorLima, Leila Mendonça
Appears in Collections:IOC - PGBCM - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CYNTHIA MACHADO CASCABULHO.pdf4.26 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.