Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7482
Title: Avaliação do papel das células estreladas hepáticas, células endoteliais sinusoidais e macrófagos tipo II, no remodelamento pós-quimioterápico das lesões hepáticas na esquistossomose mansônica experimental
Advisor: Andrade, Zilton de Araújo
Members of the board: Ramos, Eduardo Antonio Gonçalves
Athanazio, Daniel Abensur
Andrade, Zilton de Araújo
Authors: Borges, Delsilene dos Santos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisa Gonçalo Moniz. Salvador, BA, Brasil
Abstract: Na esquistossomose mansônica o fígado é o órgão alvo das agressões patogênicas, onde as lesões hepáticas caracterizam-se principalmente pela presença de granulomas periovulares e formação de fibrose periportal, além de alterações vasculares responsáveis pela hipertensão dentro do sistema venoso portal. A angiogênese precede a maioria dos casos de fibrose, onde se verifica participação direta das células estreladas hepáticas (CEH) e das células endoteliais sinusoidais (CES) que são estimuladas, principalmente por macrófagos do tipo II (M2) – ativados alternativamente. O tratamento para esquistossomose é feito pelo uso do praziquantel (PZQ), o qual é capaz de promover cura parasitológica e reparo das lesões hepáticas, todavia pouco se sabe sobre os componentes celulares envolvidos na angiogênese durante o reparo do fígado. Este trabalho teve como objetivo estudar o remodelamento das lesões hepáticas pós-tratamento e investigar a participação das CEH, CES e macrófagos M2 no processo de reparo das lesões. Após aprovação pela Comissão de Ética no Uso de Animais (CEUA-CPqGM), protocolo nº 006/2011, 80 camundongos Swiss Webstar foram utilizados, destes 70 foram infectados com 50 cercárias do Schistossoma mansoni e dez permaneceram intactos. Quatro meses após infecção foi realizado tratamento com PZQ (400mg/Kg) em parte dos animais infectados, formando assim três grupos: um controle, um infectado não tratado e outro infectado e tratado. Em diferentes intervalos de tempo foram realizadas três hepatectomias parciais: a primeira com quatro meses de infecção (antes do tratamento); a segunda com seis meses de infecção e dois meses de tratamento; a terceira com oito meses de infecção e quatro de tratamento. Os fragmentos hepáticos coletados foram submetidos a avaliações morfológicas e estudos imuno-histoquímicos para visualização de componentes celulares – macrófagos M2 (Ym1), CEH (α-SMA) e CES (CD31). Análises morfométricas foram realizadas para quantificação do percentual de tecido fibroso e das células imunomarcadas. Nossos resultados demonstraram que após dois meses de tratamento com PZQ foi possível observar reabsorção do tecido fibroso hepático com redução da expressão de macrófagos M2 e CEH. Quatro meses após a quimioterapia verifica-se aumento no número de células endoteliais. Esses resultados sugerem que macrófagos M2 e CEH têm participação ativa na formação do tecido fibroso, exercendo pouca influência na fase involutiva do granuloma. Todavia, a intensa proliferação de CES nos granulomas involutivos, confirma o importante papel da angiogênese no remodelamento das lesões hepáticas.
Abstract: The liver is a target for pathogenic attacks during schistosomiasis, showing periovular granulomas and the formation of periportal fibrosis, besides vascular changes responsible for hypertension within portal venous system. Angiogenesis precedes most cases of fibrosis, which can be verified the presence of hepatic stellate cells (HSC) and liver sinusoidal endothelial cells (LSEC) stimulated mostly by macrophages type II (M2) – alternatively activated. Schistosomiasis treatment is based on praziquantel (PZQ), which enables parasitological cure and resolution of liver cells. However, knowledge regarding active cell components on angiogenesis during liver regeneration is scarce. Our goal was to study the remodeling of liver injuries during post-treatment phase and investigate the role of HSC, LSEC and macrophages (M2) on the process of resolution of injuries. After the approval of ethical committee for animal research of the CPQGM-FIOCRUZ, record number 006/2011, 80 mice Swiss Webstar were used, which 70 were infected by 50 cercariae of Schistossoma mansoni and ten remained intact. Four months after infection a treatment with PZQ (400mg/Kg) was started in part of infected animals, constituting three different groups: normal, non-treated infected and treated and infected. In different times three partial hepatectomias were made: the first on four months of infection (before treatment); the second with six months of infection and two months of treatment; and the third with eight months of infection and four months of treatment. In all liver fragments collected for morphological evaluations were performed and immunohistochemistry studies were made to visualize macrophages M2 (Yml), HSC (α-SMA) and LSEC (CD31). Morphometric analysis was performed to quantify percentage of fibrosis and the immunostainig cells. Our results show that after two months of PQZ treatment it is possible to observe fibrosis resorption in the liver, with reduction of macrophages M2 expression and HSC. Four months after chemotherapy an increase on the number of LSEC was verified. These results suggest that macrophages M2 and HSC are active on the formation of fibrosis tissue, playing little influence on the evolving phase of the granuloma. Nevertheless, intense proliferation of LSEC observed on involute granulomas confirm the important role for angiogenesis on remodeling of liver injuries.
Keywords: Schistosomiasis
Remodeling
Angiogenesis
Praziquantel
keywords: Esquistossomose
Remodelamento
Angiogênese
Praziquantel
Issue Date: 2013
Citation: BORGES, D. dos S. Avaliação do papel das células estreladas hepáticas, células endoteliais sinusoidais e macrófagos tipo II, no remodelamento pós-quimioterápico das lesões hepáticas na esquistossomose mansônica experimental. 3013. 69 f. Dissertação (Mestrado em Patologia Humana) - Universidade Federal da Bahia. Fundação Oswaldo Cruz, Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz, Salvador, 2013.
Date of defense: 2013
Place of defense: Salvador/BA
Department: Departamento de Vice Diretoria e Ensino
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Gonçalo Moniz
Program: Programa de Pós-Graduação em Patologia Humana
Copyright: open access
Appears in Collections:BA - IGM - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Delsilene Borges. Avaliação...2013.pdf2.81 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.