Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/7703
Title: Risco de transmissão vetorial do Trypanosoma cruzi ao homem, no município de Támara, estado de Casanare, Colômbia, e proposta de um novo modelo de determinação e estratificação de risco
Advisor: Junqueira, Angela Cristina Verissimo
Vera Soto, Mauricio Javier
Members of the board: Brazil, Reginaldo Peçanha
Dias, João Carlos Pinto
Lopes, Catarina Macedo
Moreira, Carlos José de Carvalho
Authors: Lopéz, Diego Camilo Montenegro
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Em estudos desenvolvidos na Colômbia sobre a epidemiologia da DCh, o estado de Casanare apresenta a maior soroprevalência, associada, na sua maioria, à transmissão vetorial. Portanto, as organizações nacionais e internacionais de saúde têm priorizado, entre outros, o município de Támara - Casanare, a fim de "interromper a transmissão do Trypanosoma cruzi intradomiciliar pelo vetor Rhodnius prolixus e reduzir a infestação e o risco de transmissão de outras espécies com algum grau de domiciliação". Para definir ações de interrupção da transmissão vetorial faz-se necessário definir indicadores entomológicos como linha base que permitam direcionar as atividades de vigilância e controle do vetor. O presente trabalho fez caracterização do intra e peridomicílio e levantamento entomológico em 1.434 domicílios dentro de 48 de 52 comunidades existentes na área rural de Támara. Segundo o censo, a população rural é de 4.799 pessoas, 53,4% do gênero masculino e 46,6% do gênero feminino, sendo a população principalmente jovem com 44,8% de indivíduos entre 0 e 8 anos. Das famílias totais, 41% já ouviram falar do termo Chagas associando-o a uma enfermidade humana, enquanto os demais desconheciam o agravo. A composição estrutural predominante na avaliação conjunta das moradias foi: teto de zinco (80,3%) e de palmeira (22,6%), paredes de adobe (49,76%), tijolo (20,59%) ou de madeira (21,3%), reboco completo em 35% das paredes de adobe e ausência de reboco em 34% delas. Quanto ao tipo de piso, 66,1% tinham piso de terra e 33,0% de cimento. O levantamento entomológico encontrou 321 insetos hematófagos As espécies identificadas, em sua ordem de abundância, foram Rhodnius prolixus, Panstrongylus geniculatus e Rhodnius pictipes. A primeira espécie apresentou densidade de 77,88% de toda a fauna entomológica analisada e foi a única com presença de infecção com T. cruzi. R. prolixus foi encontrada colonizando o ambiente artificial, assim como P. geniculatus. A colonização e abundância de ninfas do principal vetor transmissor do T. cruzi na Colômbia (R. prolixus) esteve associado a moradias com teto de palha, paredes não rebocadas, chão de terra batida e presença de porcos; porém, a presença de adultos teve relação com a presença de hospedeiros, número de pessoas e presença da palmeira Attalea butyracea. Ao determinarmos o risco de transmissão, segundo os modelos empregados e o proposto no presente estudo, o RIVDCha, não encontramos diferença estatisticamente significante (F(3,188)= 1.341, p= 0.155), mas de acordo com a lógica e o conjunto de variáveis determinantes do risco de cada deles, são naturalmente diferentes O modelo proposto foi o único a categorizar exclusivamente em baixo risco às comunidades onde não há infestação com triatomíneos, demonstrando sua alta sensibilidade e capacidade informativa mesmo na ausência de casos de DCh. Baseados no modelo proposto, ficou demonstrado que há uma relação entre os casos de DCh e a distribuição e domiciliação de R. prolixus na área rural de Támara. Mas faz-se necessário continuar validando o modelo proposto em áreas endêmicas que permitam esclarecer o real funcionamento e definir sua aplicabilidade generalizada
Abstract: Studies conducted in Colombia on the epidemiology of Chagas disease (DC), showed that the state of Casanare had the highest prevalence, associated in most cases to the transmission by the insect vector. Therefore, national and international health organizations have prioritized, among others, the municipality of Tamara -Casanare, in order to "interrupt household transmission of Trypanosoma cruzi caused by the vector Rhodnius prolixus and thus reduce the risk of infestation and transmission by other species with some degree of domiciliation. To interrupt vector transmission is necessary to define entomological indicators to guide the activities of surveillance and vector control. This study made a characterization of household areas its indoor and outdoor environments as well as an entomological survey of 1434 households in 48 communities of 52 existing in Tamara’s rural area. According to the latest census, the rural population is 4799 people, 53.4% male and 46.6% female, with a mainly young population with 44.8% of individuals between 0 and 8 years. Of the total households, 41% had heard of the term Chagas associating it to a human disease, while the remaining didn’t have any knowledge about the disease. The predominant structural composition of dwellings was: houses with tin roof (80.3%) and palm leaves (22.6%); adobe walls (49.76%), brick (20,6%) and wood (21.3%). The walls possessed complete plastering in 35% of cases and absence of plaster in 34%. Regarding the type of floor, 66.1% had a dirt floor and 33.0% cemented floor. The entomological survey found 321 bugs of an interest to public health. The species found in order of abundance were Rhodnius prolixus,Panstrongylus geniculatus and Rhodnius pictipes. The first presented density of 77.88% of all insects analyzed and was the only species found naturally infected with T cruzi. The colonization and abundance of indoors nymphs of the main transmission vector of T. cruzi in Colombia (R.prolixus) was associated with the dwellings that had a thatched roof, walls without plaster, dirt floors and presence of pigs at the household, however, the presence of adult insects was related to the presence of hosts, number of people and the presence of palm Attalea butyracea. In determining the risk of transmission, according to the models used and proposed in this study, RIVDCha, we found no statistically significant difference (F (3,188) = 1.341, p = 0.155), but according to the logic and to the set of variables determining the likelihood of each of them, they are naturally different. The proposed model was the only one to categorize exclusively as of low-risk the communities not infested with triatomines, demonstrating its high sensitivity and informativeness despite the absence DCh cases. Based on the proposed model, it was proved that there is a relationship between cases of DC and the distribution and domicilliation of R. prolixus in rural areas of Tamara. But it is necessary to further validation of the proposed model in endemic areas, clarifying its actual funcionality and establish its applicability elsewhere.
keywords: Doença de Chagas
Trypanossoma Cruzi
DeCS: Doença de Chagas
Tripanossomíase
Colômbia
Issue Date: 2013
Citation: MONTENEGRO LÓPEZ, Diego Camilo. Risco de transmissão vetorial do Trypanosoma cruzi ao homem, no município de Támara, estado de Casanare, Colômbia, e proposta de um novo modelo de determinação e estratificação de risco. 2013. 137 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) – Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2013.
Date of defense: 2013
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Pós-Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa Pós-Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
69452.pdf6.41 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.