Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9312
Title: Vulnerabilidade ao HIV/AIDS entre casais sorodiscordantes acompanhados no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas/FIOCRUZ
Advisor: Hennington, Élida Azevedo
Grinsztejn, Beatriz Gilda Jegerhorn
Members of the board: Mannarino, Celina
Nascimento, Vanda Lúcia Vitoriano do
Maksud, Ivia
Santos, Débora Fontenelle dos
Bernardes, Jefferson de Souza
Authors: Fernandes, Nilo Martinez
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: O ano de 1996 evidenciou um importante marco no tratamento da aids em função do avanço das pesquisas clínicas e farmacológicas. No mundo surgiu novo tratamento da aids, conhecido na sigla em inglês por Highly Active Antiretroviral Therapy (HAART) ou Terapia Antirretroviral Potente, em português, regime de tratamento que combina várias medicações para suprimir a replicação viral e a progressão da doença. O advento desses novos medicamentos amplia os recursos terapêuticos, melhora a expectativa e a qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV e aids. Esse cenário mundial traz para as pessoas vivendo com HIV e aids a perspectiva de poderem desfrutar de vida social: trabalhar, estudar, ter relacionamentos amorosos, casar e ter filhos. Esses relacionamentos podem ser com pessoas que têm a mesma sorologia para o HIV, definidas como soroconcordantes ou sorologias diferentes, casais sorodiscordantes, em que um é infectado pelo HIV ou tem aids e o outro não. Os temas relacionados aos casais sorodiscordantes, como revelação do diagnóstico ao parceiro, conjugalidade, práticas sexuais, uso do preservativo e reprodução, começam a ser discutidos entre profissionais de saúde e pesquisadores a partir do final dos anos 1990 nos EUA e dos anos 2000 no Brasil. Este estudo com os casais sorodiscordantes está inserido no campo teórico do construcionismo social em psicologia e utiliza o método qualitativo da análise das práticas discursivas e produção de sentidos no cotidiano. Foram realizadas 17 entrevistas com 13 casais heterossexuais e 04 casais homossexuais, acompanhados no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro. O estudo teve como objetivo compreender como são construídas as três dimensões da vulnerabilidade programática, social e individual entre os casais sorodiscordantes Os resultados da análise dos discursos, a partir do material transcrito das gravações, indicam questões importantes relacionadas a essas dimensões da vulnerabilidade dentre as quais podemos destacar a forma prescritiva em que é feito o trabalho de prevenção primária e secundária, pelos profissionais de saúde; a falta de informação sobre sexualidade na família e nas escolas; os conhecimentos distorcidos sobre a transmissão do HIV e suas formas de prevenção; as inadequações na forma como o teste anti-HIV é realizado e como o resultado é comunicado para as pessoas pelos profissionais de saúde; a ausência de apoio para ajudar na revelação do diagnóstico a parceiros e/ou familiares, assim como no suporte das questões relacionadas à conjugalidade. Alguns dos casais entrevistados incorporaram em seus relacionamentos sexuais novas tecnologias de prevenção, como a adesão ao tratamento como forma de prevenção, combinadas às técnicas de redução de riscos para infecção pelo HIV como alternativas ao uso do preservativo
Abstract: The ye ar of 1996 showed an important milestone in AIDS treatment due to the advancement of clinical and pharmacological researchs . I n the world appear s a new AIDS treatment, known by Highly Active Antiretroviral Therapy (HAART), which is a treatment scheme that combines several medications to suppress viral replication and the progression of AIDS. The advent of these new drugs expands the therapeutic re sources, improves expectancy and quality of life of people living with HIV and AIDS. This world scenario brings for people living with HIV/AIDS the perspective of having a social life : working, studying, having loving relationships, marry and have children . These relationships can be with people with the same HIV status, defined as seroconcordant or different serology, serodiscordant couples, in which one is infected with HIV or have AIDS and the other not. T opics related to serodiscordant couples, like dis closure to partner, conjugal ity , sexual practices, condom use and reproduction, began to be discussed between healt h professionals and researchers f rom the late 1990s in the U.S. and the 2000s in Brazil . This study with serodiscordant couples is inserted i nto the theoretical field of social constructionism in psychology and uses the method of qualitative analysis of discursive practices and production of meanings in everyday life. 1 7 interviews were conducted with 1 3 heterosexual couples and 04 gay couples treated at Instituto Evandro Chagas Clinical Research, Oswaldo Cru z Foundation in Rio de Janeiro. The aim of the study was to understand how are constructed th re e dimensions of vulnerability : programmatic, social and individual . The results of the analysi s of discourse , trought the transcribed material, indicate d importants issues related to these dimensions of vulnerability , among which we can highlight a prescriptive manner how is done the primary and secondary prev ention by health professionals; lack of information about sexuality ; distorted knowledge about the transmission of HIV and its forms of prevention; inadequacies in how HIV testing is conducted and how the result is revealed to the people by health professionals; lack of support to help in HIV s tatus disclosure to partners or family members and issues related to conjugality. Some of the couples interviewed incorporated in their sexual relationships new prevention technologies, such as treatment as prevention, combined with techniques of risk redu ction for HIV infection as alternatives to the use of condoms
DeCS: Soronegatividade para HIV/imunologia
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida/prevenção & controle
Preservativos/utilização
Soropositividade para HIV
HIV
Issue Date: 2013
Citation: FERNANDES, N. M. Vulnerabilidade ao HIV/AIDS entre casais sorodiscordan-tes acompanhados no Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas/FIOCRUZ 2013. 243f. (Doutorado em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas) - Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas, Rio de Janeiro, 2013
Date of defense: 2013
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas
Program: Programa de Pós-Graduação em Pesquisa Clínica em Doenças Infecciosas
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - PCDI - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
nilo_fernandes_ipec_dout_2013.pdf1.43 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.