Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/9660
Title: Doenças negligenciadas, comunicação negligenciada. Apontamentos para uma pauta política e de pesquisa
Authors: Araujo, Inesita Soares de
Moreira, Adriano De Lavor
Aguiar, Raquel
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil / Universidade Federal do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: O artigo objetiva discutir as relações entre comunicação e negligenciamento, a partir de seu imbricamento na saúde coletiva, particularmente pelo conceito de doenças negligenciadas. Situa-se num conjunto de preocupações científico-acadêmicas e políticas sobre o tema da invisibilidade e do seu reverso, a visibilidade como problemas de saúde e de comunicação. Seu argumento apóia-se nas afirmações: a comunicação é evidência e fator determinante do negligenciamento, devendo estar entre os indicadores que caracterizam uma doença negligenciada; a comunicação pode ser considerada negligenciada quando persevera nos velhos modelos e práticas, age de forma centralizada, privilegia exclusivamente a fala institucional, ignora os contextos, é tratada como informação e não como interlocução; a comunicação negligenciada nega princípios do Sistema Único de Saúde. A abordagem contempla a caracterização das doenças negligenciadas; a visibilidade como uma característica constitutiva dos tempos atuais; a relação entre invisibilidade, negligência e cuidado; a caracterização do que se entende como “comunicação negligenciada”; a relação entre comunicação, negligenciamento e princípios do SUS. Conclui-se que a comunicação de que precisamos para garantir o direito à saúde necessita promover o reconhecimento daquilo e daqueles que não estão em cena.
keywords: Comunicação
Saúde
Comunicação em Saúde
DeCS: Doenças Negligenciadas
Desigualdades em Saúde
Saúde Pública
Sistema Único de Saúde
Issue Date: 2013
Publisher: Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Citation: ARAUJO, Inesita Soares de; MOREIRA, Adriano De Lavor; AGUIAR, Raquel. Doenças negligenciadas, comunicação negligenciada. Apontamentos para uma pauta política e de pesquisa. Revista Eletrônica de Comunicação, Informação & Inovação em Saúde, Rio de Janeiro, v.6, n.4, 2013.
DOI: 10.3395/reciis.v3i4.329pt
ISSN: 1981-6278
Copyright: open access
Appears in Collections:ICICT - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Doenças negligenciadas, comunicação negligenciada.pdf111.04 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.