DSpace/Manakin Repository

Análise clínica e epidemiológica das internações hospitalares de idosos decorrentes de intoxicações e efeitos adversos de medicamentos, Brasil, de 2004 a 2008

Mostrar registro simples

dc.contributor.author Paula,Tatiana Cruz de pt_BR
dc.contributor.author Bochner,Rosany pt_BR
dc.contributor.author Montilla,Dalia Elena Romero pt_BR
dc.date.accessioned 2015-02-20T12:31:43Z
dc.date.available 2015-02-20T12:31:43Z
dc.date.issued 2012 pt_BR
dc.identifier.citation PAULA, T. C.; BOCHNER, R.; MONTILLA, D. E. R. Análise clínica e epidemiológica das internações hospitalares de idosos decorrentes de intoxicações e efeitos adversos de medicamentos, Brasil, de 2004 a 2008: Clinical and epidemiological analysis of hospitalizations of elderly due to poisoning and adverse effects of medications, Brazil from 2004 to 2008. Revista Brasileira de Epidemiologia, v.15, n.4, p.828-44, 2012. pt_BR
dc.identifier.uri http://arca.icict.fiocruz.br/handle/icict/9504
dc.description.abstract Os idosos são mais suscetíveis aos efeitos adversos dos medicamentos devido a uma diversidade de fatores, tais como o uso excessivo e concomitante de diversos fármacos, erros de administração, alterações fisiológicas no organismo que alteram a farmacodinâmica e a farmacocinética. Com o objetivo de determinar as principais classes terapêuticas envolvidas nas internações hospitalares de idosos decorrentes de intoxicação e efeito adverso de medicamentos, bem como os principais agravos relacionados a esses eventos, foram analisadas 9.793 internações hospitalares de pessoas com 60 anos ou mais, registradas no Brasil pelo Sistema de Internações Hospitalares do SUS (SIH-SUS), no período de 2004 a 2008. Medicamentos não especificados, antibióticos sistêmicos, psicotrópicos, psicoativos, antiepilépticos, sedativos, hipnóticos e antiparkinsonianos, responderam por 57% do total de internações analisadas. Traumatismos e quedas foram os principais agravos relacionados a intoxicação e efeito adverso de medicamentos. As internações por traumatismo apresentaram relação com analgésicos, antitérmicos e antirreumáticos não opiáceos. Já as quedas estavam associadas aos antibióticos sistêmicos, contrariando os estudos que apontam os psicotrópicos como os principais medicamentos envolvidos nesses eventos. Os resultados encontrados refletem a tendência crescente dos problemas associados ao uso de medicamentos por idosos. Verificou-se que o perfil de consumo não é suficiente para explicar as concentrações de casos nas principais classes terapêuticas. Na busca pelas causas, sugere-se a adoção de programas mais efetivos de farmacovigilância, capazes de monitorar as diferentes etapas do processo de uso de medicamentos: prescrição, dispensação, comercialização, administração e adesão ao tratamento. pt_BR
dc.language.iso por pt_BR
dc.publisher Associação Brasileira de Pós -Graduação em Saúde Coletiva pt_BR
dc.rights open access pt_BR
dc.subject.other Idosos pt_BR
dc.subject.other Intoxicações pt_BR
dc.subject.other Internações pt_BR
dc.subject.other Classes terapêuticas pt_BR
dc.subject.other Fraturas pt_BR
dc.subject.other Quedas pt_BR
dc.title Análise clínica e epidemiológica das internações hospitalares de idosos decorrentes de intoxicações e efeitos adversos de medicamentos, Brasil, de 2004 a 2008 pt_BR
dc.title.alternative Clinical and epidemiological analysis of hospitalizations of elderly due to poisoning and adverse effects of medications, Brazil from 2004 to 2008 pt_BR
dc.type Article pt_BR
dc.identifier.doi 10.1590/S1415-790X2012000400014 pt_BR
dc.description.abstracten The elderly are more susceptible to adverse drugs effects due to a variety of factors, such as excessive and concomitant use of several drugs, administration errors, physiological changes in the body that alter the pharmacodynamics and pharmacokinetics. In order to determine the main therapeutic classes involved in hospital admissions of elderly people due to intoxication and adverse drug effects, as well as major health problems related to these events, 9,793 hospitalizations of people aged 60 or over registered in the Hospital Information System of the Unified Health System (SIH-SUS) in the period of 2004 to 2008 were analyzed. Unspecified drugs, systemic antibiotics, psychotropics, psychoactives, antiepileptics, sedatives, hypnotics and antiparkinsonians accounted for 57% of the total of admissions analyzed. Injuries and falls were the main health problems related to intoxication and adverse drug effects. Hospitalizations due to injuries were associated with analgesic, antipyretic and antirheumatic non-opioid. Falls were associated with systemic antibiotics, contradicting studies which point out psychotropic drugs as the main drug involved in these events. The results reflect the growing trend of problems associated with drug use by elderly people. It was verified that the consumption profile alone is not sufficient to explain the concentration of cases of the major therapeutic classes. We suggest the adoption of more effective programs of pharmacovigilance, capable of intervening at different stages of drug use: prescribing, dispensing, marketing, administration and compliance. pt_BR
dc.creator.affilliation Universidade Federal Fluminense. Niterói, RJ, Brasil / Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. pt_BR
dc.creator.affilliation Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. pt_BR
dc.creator.affilliation Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil. pt_BR
dc.subject.en Elderly pt_BR
dc.subject.en Intoxications pt_BR
dc.subject.en Hospitalizations pt_BR
dc.subject.en Therapeutic classes pt_BR
dc.subject.en Fractures pt_BR
dc.subject.en Falls pt_BR


Arquivos deste item

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(s)

Mostrar registro simples

Buscar DSpace


Busca avançada

Navegar

Minha conta