Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/21046
Full metadata record
DC FieldValue
dc.contributor.advisorDias, João Carlos Pinto
dc.contributor.authorVillela, Marcos Marreiro
dc.date.accessioned2017-09-18T17:30:01Z
dc.date.available2017-09-18T17:30:01Z
dc.date.issued2008
dc.identifier.citationVILLELA, Marcos Marreiro. Vigilância entomológica da doença de Chagas na região centro-oeste de Minas Gerais, Brasil. 2008. 162 p. il. Tese(Doutorado em Ciências da Saúde na área de concentração: Doenças Infecciosas e Parasitárias)-Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte. 2008
dc.identifier.urihttps://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/21046
dc.description.abstractA doença de Chagas (DCH) representa um grave problema de saúde pública no Brasil e em outros países latino-americanos. Atua lmente a DCH encontra-se virtualmente controlada, e o programa brasileiro está na etapa da vigilância epidemiológica (VE), restando como um dos prin cipais desafios à manutenção desta vigilância. Após a descentralização da saúde, que promoveu a transferência das responsabilidades das ações de controle das endemias para os Estados e municípios , algumas entidades municipais passaram a enfrentar dificuldades na execução do Programa visto não terem tradição no controle das endemias. O trab alho objetivou avaliar qual a situação atual da VE da DCH em 54 municípios da região cen tro – oeste de Minas Gerais, coordenados pela Gerência Regional de Sa úde de Divinópolis, após a de scentralização da saúde, com vistas no aprimoramento do processo. Também se avaliou os conhecimentos e práticas adotadas pelos agentes municipais na nova realidade administrativa e o conhecimento atual que a população apresenta sobre os tr iatomíneos e a DCH, no município de Bambuí. No período de julho de 2003 até junho de 2007, foram realizadas 776 capturas de triatomíneos, contabilizando 1390 insetos, provenientes de 37 municípios. A espécie prevalente foi Panstrongylus megistus (99,3% das capturas). As capturas foram distribuídas em 433 notificações (55,8%), 201 atendimentos (25,9%), e 142 Pesquisas Ativas (PA) (18,3%). Embora o maior númer o de capturas ocorra nas notificações (55,8%), a maior quantidade de insetos é pe ga durante os atendimentos, somados às PA ́s . Com relação ao hábito alimentar dos triatomíneos, as aves (70%) e os humanos (22,5%) constituíram as principais origens a limentares dos insetos. Foi diagnosticado um índice de insetos positivos para flagelados semelhantes ao Trypanosoma cruzi de 8,3%, e alguns ingurgitados de sangue hu mano. No que tange as práticas e conhecimentos dos agentes municipalizados, dos 35 funcionários entrevistados, 77,1% (27) comentaram ter dificuldades na r ealização do trabalho, sendo mais material educativo, melhores salários e maior valoriza ção do cargo pela prefeitura as principais sugestões citadas pelos mesmos para melhor ar o Programa. Quanto aos conceitos da população em relação aos triatomíneos e a DC H, notou-se que tanto os adultos quanto as crianças apresentam bom conhecimento geral, todavia 18,4% dos adultos e 36,2% das crianças não souberam apontar alguma atitu de para se evitar/combater os insetos vetores. No conjunto, os dados reco mendam fortemente a continuidade e aprimoramento da VE na área em questão.
dc.language.isopor
dc.rightsopen access
dc.subject.otherDoença de Chagas
dc.subject.otherSaude publica
dc.titleVigilância entomológica da doença de Chagas na região centro-oeste de Minas Gerais, Brasil
dc.typeThesis
dc.degree.date2008
dc.degree.grantorFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou
dc.degree.localBelo Horizonte/MG
dc.degree.programPrograma de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
dc.description.abstractenChagas disease (CHD) represents a serious pub lic health problem in Brazil and in other Latin-American countries. Currently, CHD has been virtually controlled, and the Brazilian program is in the epidemiological surveillance (ES) phase, with the maintenance of this surveillance posing as one of the main challenges. After the decentralization of health services, which transferred the responsibilities of taking action towards controlling endemic diseases to the states and counties, some of these counties began to face difficulties in establis hing the program as they are not familiar with the control of these endemic diseases. The purpose of this work was to assess the current situation of CHD ES in 54 counties in the Midwestern region of Minas Gerais, after the health services decentralization, aiming to improve the process. Municipal agents’ knowledge as well as the practices they adopted in the new administrative reality and the current know ledge the population has on tr iatomines and CHD in the county of Bambuí. From July 2003 to June 2007, 776 collections were carried out, with a total of 1,390 triatomines, from 37 counties. The prevalent species was Panstrongylus megistus (99.3% of collections). Collections were distribut ed in 433 notifications (55.8%), 201 assistances (25.9%), and 142 Active Researches (18.3%). Although the largest number of collections occurred in not ifications (55.8%), the largest amount of insects was caught during assistances, added to ARs. Regarding triatomines’ diet, birds (70%) and humans (22.3%) are their main dietary source. Insects were founf to be positive to flagellates similar to Trypanosoma cruzi and some ingurgitated of human blood. Regarding municipal agents’ practi ces and knowledge (35 agents were interviewed, 77.1%), 27 said they had difficu lties to perform their work, and their main suggestions were more educational material , better salaries and better valorization of their position in the c ity hall. As for the popul ation’s concepts rega rding triatomines and CHD, both adults and children were observe d to have a good knowle dge of triatomines and CHD, however, 18.4% of adults and 36.2% of children could not point out how to avoid/combat vectors. On the whole, data strongly recommended maintaining and improving ES in this given area.
dc.creator.affilliationFundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil.
dc.contributor.memberDias, João Carlos Pinto
Appears in Collections:MG - IRR - PPGCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Marcos Marreiro Villela.pdf3.94 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.