Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/10363
Title: Perfil socioepidemiológico de idosos longevos em Recife, Nordeste do Brasil
Other Titles: Socio-epidemiological profile of oldest-old group in Recife, Brazil northeastern
Advisor: Carvalho, Eduardo Maia Freese de
Members of the board: Carvalho, Eduardo Maia Freese de
Moreira, Rafael da Silveira
Santos, Maria de Fátima de Souza
Authors: Porciúncula, Rita de Cássia Román
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: Dos processos articulados de transição demográfica e epidemiológica decorre o crescimento da população idosa. Tem-se observado recentemente um importante aumento do número de idosos mais longevos (com idade acima de 80 anos). O crescimento da população idosa impõe uma reorganização de toda a sociedade, sobretudo, do sistema de saúde de maneira que possa atender adequadamente as necessidades emergentes do envelhecimento populacional. No campo científico, poucos ainda são os estudos que enfocam as particularidades desta parcela da população. Nesse sentido, foi realizado um estudo epidemiológico descritivo, do tipo corte transversal, que teve por objetivo descrever o perfil socioepidemiológico de idosos longevos residentes em Recife, uma das capitais brasileiras com maior proporção de idosos. A amostra é composta por 227 idosos, que respoderam ao questionário BOAS (Brazil Old Age Schedule) modificado, em entrevistas domiciliares. O banco de dados foi composto através da digitação em duas entradas no programa de planilha eletrônica Microsoft Office Excel, versão 2007, seguida da validação no software Epi info, versão 3.5.3. Para as análises utilizou-se o software SPSS (Statistical Package for the Social Sciences), versão 13.0 para Windows, no qual foram construídas as tabelas com frequência simples. O tratamento estatístico foi realizado através de análise bivariada, para verificar a existência de associação (Teste Qui-Quadrado e Teste Exato de Fisher). Todos os testes foram aplicados com 95 por cento de confiança. Os resultados estão apresentados em forma de gráficos e mostram a predominância das seguintes características: feminização da população (77,4 por cento de mulheres), baixo nível de escolaridade (64,9 por cento estudaram até o 1º grau), viuvez como estado conjugal (64,8 por cento) e a aposentadoria é a principal fonte de renda (71,7 por cento). Os idosos residem comumente com as filhas (48,7 por cento) e os netos (42,2 por cento), participando também da manutenção da casa, tanto no que se refere às tarefas domésticas quanto à complementação do orçamento. Como principais problemas de saúde são citados a hipertensão (59 por cento), a doença de coluna ou dor nas costas (48,3 por cento), os problemas de visão (46,1 por cento), a incontinência urinária (37,8 por cento) e a osteoporose (34,5 por cento), tendo metade dos idosos (50,9 por cento) referido interferência destas em sua rotina de atividades. O grau de autonomia e independência dos idosos longevos foi considerado bom uma vez que não há relato de dificuldade na realização da maioria das atividades. As tarefas apontadas como as quais geram necessidade de ajuda ou acompanhamento são sair de casa usando algum tipo de transporte (39,6 por cento), cortar as unhas dos pés (43 por cento) e sair de casa para caminhar curtas distâncias pelo bairro (47,4 por cento). Ainda são muitas as dificuldades enfrentadas pelas pessoas ao envelhecer e é grande o despreparo da sociedade frente ao envelhecimento prolongado. Governo e sociedade devem participar da criação de melhores condições de vida para esta fase considerando todas as mudanças que ocorrem e adequando programas e ações que contribuam efetivamente para a obtenção da qualidade de vida em mais anos vividos
keywords: Idoso de 80 Anos ou mais Longevidade Envelhecimento da população Perfil de saúde Estudos transversais
DeCS: Idoso de 80 Anos ou mais
Longevidade
Envelhecimento da população
Perfil de saúde
Issue Date: 2012
Publisher: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Citation: Porciúncula, Rita de Cássia Román. Perfil socioepidemiológico de idosos longevos em Recife, Nordeste do Brasil. 2012. 98 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2012.
Date of defense: 2012-05-22
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
306.pdf2.31 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.