Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/10690
Title: Estudos dos casos suspeitos de malária importada, um Centro de Referência na região extra-Amazônica
Authors: Vidigal, Ana Claudia
Longo, Cecília
Costa, Anielle de Pina
Saraiva, Renata Pedro
Daniel-Ribeiro, Cláudio Tadeu
Brasil, Patrícia
Lupi, Otília
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Laboratório de Pesquisa em Malária. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Pesquisa Clínica Evandro Chagas. Centro de Informação Estratégica em Vigilância em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: No Brasil, 99, 8% dos casos de malária ocorrem na região amazônica, 83, 7% destes por P.vivax. Taxas de letalidade 70, 8 vezes maiores têm chamado a atenção das autoridades brasileiras. A baixa especificidade do quadro clínico inicial, sobreposto a outras doenças febris agudas e o risco potencial de malária grave representam um desafio extra nas regiões não-endêmicas. Objetivo: Estudar os determinantes de risco dos casos de malária importada na extra- Amazônia que expliquem as elevadas taxas de morbi-letalidade observadas. Método: Estudo retrospectivo dos 406 casos suspeitos de malária atendidos em Centro de Referência no Rio de Janeiro entre 2005 e 2010, que foi responsável pelo atendimento de 25% de todos os casos suspeitos do estado. Resultados: Dos 406 suspeitos, 115(28, 3%) foram confirmados. A distribuição segundo a espécie de Plasmodium: 72(62, 6%) P.vivax e 24(20, 8%) P.falciparum. Houve predomínio dos homens (68, 2%), a mediana de idade foi de 35 anos. Observou-se também uma escolaridade elevada (34, 8% com nível médio ou mais). A taxa de letalidade total foi de 1, 7%. Apenas 29, 1% dos casos foram investigados para malária nas primeiras 48h do início dos sintomas. Países da África/Ásia foram a provável fonte de infecção para 124(30, 5%), com uma OR= 23, 3 (IC: 6, 91-83, 5) para infecção por P.falciparum Conclusão: O crescimento econômico brasileiro aumentou a presença de empresas de mineração, construção e petróleo em áreas endêmicas, especialmente na África. Dois desafios são definidos para este cenário em regiões não-endêmicas: a dificuldade de diagnóstico preciso e tratamento da malaria potencialmente grave.
Abstract: In Brazil, 99.8% of malaria cases occur in the Amazon region; 83.7% of them are due to P. vivax. Malaria cases at extra-Amazon regions has a much higher case-fatality rate (70.8% higher), and this has drawn the attention of the Brazilian authorities. The low specificity of initial clinical presentation, overlap with other acute febrile diseases, and the potential risk of severe malaria represent an extra challenge for unaffected regions. Objective:Study the risk factors for the imported malaria at extra-Amazon regions that can explain the high rates of morbidity and mortality observed. Method: A retrospective study was carried out at a Reference Center in Rio de Janeiro, which was responsible for 25% of all suspected cases of malaria reported between 2005 and 2010. Results: Among 406 suspects, 115 (28.3%) were confirmed. The distribution according to species of Plasmodium was 72 (62.6%) P. vivax and 24 (20.8%) P. falciparum. Men predominated (68.2%) with a median age of 35 years. There was also a high level of scholarity (34.8% finished school or went to the college). The mortality rate was 1.7%. Only 29.1% of cases were screened for malaria 48 hours before the onset of symptom. Countries in Africa / Asia were the likely source of infection for 124 (30.5%), with an OR = 23.3 (CI: 6.91 to 83.5) for P. falciparum infection. Conclusion: The Brazilian economic growth has increased the presence of mining companies, construction and oil in endemic areas, especially in Africa. Two challenges are defined for this scenario in non-endemic regions: the difficulty of accurate diagnosis and treatment of potentially severe malaria.
keywords: Malária
Região extra-Aamazônica
Issue Date: 2014
Publisher: Labome
Citation: LUPI, Otília et al. Estudo dos casos suspeitos de malária importada, um Centro de Referência extra-Amazônica. Research Open Acess, v.1, p.613, 2014.
DOI: 10.13070/rs.pt.1.613
ISSN: 2334-1009
Copyright: open access
Appears in Collections:INI - Artigos de Periódicos
IOC - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
claudio_ribeiroetal_IOC_2014.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.