Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/12918
Title: Avaliação epidemiológica das parasitoses intestinais no Parque Oswaldo Cruz, Manguinhos, Rio de Janeiro, RJ
Advisor: Moraes Neto, Antonio Henrique Almeida de
Vasconcellos, Mauricio Carvalho de
Members of the board: Boia, Márcio Neves
Barbosa, Júlio Vianna
Martins, Adriana Sotero
Knoff, Marcelo
Garcia, Juberlan Silva
Authors: Espíndola, Carina Martins de Oliveira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: A importância das parasitoses intestinais no Brasil não comporta contestação. Estas acometem principalmente a população de baixa renda, sem acesso ao saneamento básico, à assistência médica e às informações adequadas sobre medidas profiláticas. O objetivo do presente trabalho foi realizar um estudo integrado para avaliação epidemiológica das parasitoses intestinais na Comunidade do Amorim - Parque Oswaldo Cruz (POC), localizada no Complexo de Favelas de Manguinhos, RJ, reforçando políticas públicas de prevenção e visando à melhoria da qualidade de vida da população. Realizou-se inquéritos socioeconômico e coproparasitológico, através do método de sedimentação de Lutz (1919), a fim de verificar a prevalência de parasitoses intestinais. Além disso, foram realizadas oficinas de prevenção e discussões com a comunidade, no âmbito do Curso \201CSaúde Comunitária: Uma Construção de Todos\201D, ministrado no IOC, Fiocruz. Para a análise estatística utilizou-se o teste do qui-quadrado e o cálculo da Odds Ratio. Em relação às condições socioeconômicas, os moradores cadastrados, em sua maioria, apresentavam escolaridade com ensino médio completo, renda mensal de 2 a 4 salários mínimos e cerca de 90% afirmavam possuir água canalizada em seus domicílios A prevalência das parasitoses intestinais foi de 19,9%. Os parasitos mais frequentes foram os protozoários Endolimax nana e Entamoeba coli. Giardia lamblia apresentou prevalência de 1,8% (p< 0,001). Entre os helmintos, Enterobius vermicularis foi o mais frequente (p< 0,001). Este estudo possibilitou concluir que o perfil epidemiológico das parasitoses intestinais na comunidade do Amorim (POC), foi estabelecido, servindo de base científica para ações governamentais. Devido às condições ambientais e a falta da fiscalização do provimento de políticas públicas em saneamento, na localidade, há a necessidade de padronização de metodologia a ser utilizada no SUS, para o controle da transmissão em áreas vulneráveis tais como Manguinhos, RJ. O curso \201CSaúde Comunitária: Uma Construção de Todos\201D, apresentou-se como uma metodologia inclusiva em Manguinhos, RJ, que pode ser replicada em outros territórios para o enfrentamento das parasitoses intestinais, visando a promoção da saúde
Abstract: The importance of intestinal parasite infections (IPIs) in Brazil does not carry on defense. These affect mainly the low - income population without access to basic sanitation, health care and adequate information on preventive measures. The aim of this stud y was to achieve an integrated epidemiological survey of intestinal parasites in the Amorim - Parque Oswaldo Cruz (POC) Community, located at Manguinhos complex of slums, RJ, reinforcing public policies for prevention and improvement of the quality of life . It were performed socioeconomic surveys and stool examination by the Lutz (1919) sedimentation method, in order to determine the prevalence of intestinal parasites. In addition, prevention workshops and discussions were conducted with the community, with in the course "Saúde Comunitária: Uma Construção de Todos" , hosted by IOC, Fiocruz. The statistical analysis used the chi - square test and odds ratio . Regarding their socioeconomic features, residents had high school education, monthly income 2 - 4 minimum salaries and approximately 90% claimed to have piped water at their homes. The overall prevalence of IPIs was 19.9 %. The most frequent parasites were protozoa Endolimax nana and Entamoeba coli . Giardia lamblia showed prevalence 1.8 % (p < 0.001). Among th e helminths, Enterobius vermicularis was the most common (p <0.001). This study allowed concluding which the epidemiological profile of IPIs in the Amorim (POC) community was established, serving as a scientific basis for government actions. Due to environ mental conditions and lack surveillance providing public policy on sanitation in the locality, there is a need to standardize the methodology to be used in the SUS, to control the transmission at vulnerable areas, including Manguinhos, RJ. The course “Saú de Comunitária: Uma Construção de Todos” , presented by itself as an inclusive methodology in Manguinhos, RJ, a
keywords: Saúde Pública
Epidemiologia das parasitoses intestinais
Promoção da Saúde
Pesquisa em Saúde
DeCS: Prevalência
Doenças Parasitárias
Helmintíase
Brasil/epidemiologia
Issue Date: 2014
Citation: ESPINDOLA, C. M. de O. Avaliação epidemiológica das parasitoses intestinais no Parque Oswaldo Cruz, Manguinhos, Rio de Janeiro, RJ. 2014. 72 f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2014.
Date of defense: 2014-04-09
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
carina_espindola_ioc_mest_2014.pdf2.3 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.