Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/13216
Title: Interações imunoendócrinas na migração de linfócitos na doença de chagas humana crônicarelação com a cardiopatia
Advisor: Savino, Wilson
Members of the board: Coura, José Rodrigues
Carvalho, Vinícius Frias de
Morrot, Alexandre
Meis, Juliana de
Mariz, Fernanda Pinto
Authors: Berbert, Luiz Ricardo
Abstract: A doença de Chagas permanece sendo um grave problema de saúde pública nas Américas. Na fisiopatologia da doença, é observada uma intensa resposta imune, com alta produção de citocinas inflamatórias e quimiocinas que contribuem para o tráfego de células ativadas para tecidos alvo. Este evento de migração celular pode estar relacionado à formação de cardiopatia chagásica nos indivíduos infectados. Um desequilíbrio na produção hormonal do eixo Hipotálamo-Pituitária-Adrenal (HPA) foi observado em pacientes chagásicos, e, esse processo pode influenciar o sistema imune e possivelmente a gênese da cardiopatia. Nesse estudo, foi avaliada a resposta migratória de células T de pacientes chagásicos com diferentes formas de cardiopatia, correlacionando esses eventos com a produção de cortisol e DHEA ocorrida na fase crônica da doença. Primeiramente foi observado que TNF, IL-6, IFN-\03B3, IL-17, IL-10 e TGF-\03B2 são mais expressas de acordo com a gravidade da cardiopatia Em paralelo a esse aumento de citocinas foi observado um desequilíbrio hormonal no eixo HPA com diminuição do hormônio DHEA sérico e aumento da razão Cortisol/DHEA circulantes. Além disso, foi observado um aumento da resposta migratória de células T, com fenótipo ativado (HLADR+/VLA-4+) sobre fibronectina, CXCL12 e TNF-\03B1, e também combinados a um pré tratamento de DHEA e Cortisol destas células. Estes resultados indicam que distúrbios neuroendócrinos, correlacionados a um perfil inflamatório sistêmico, podem contribuir para aumentar o potencial migratório de células T aos sítios inflamatórios, incluindo tecido cardíaco, estando envolvidos na cardiopatia relatada na doença
Abstract: Chagas disease remains a serious public health problem in the Americas. In the pathophysiology of disease, it is observed an intense immune response with high expression of inflammatory cytokines and chemokines that contribute to activated T cells traffic, that target the inflamed tissue. These cell migration events may be related to the formation of Chagas heart disease in infected individuals. An imbalance in hor mone production of the Hypothalamus - Pituitary - Adrenal axis (HPA) was observed in patients with Chagas disease, and this process could influence the immune system, including, cardiopathy formation . In this study, T cells migratory response from chagasic patients with different forms of cardiopathy was performed to correlate these events with cortiso l and DHEA production in the chronic phase of the disease. Fir stly, it was observed that inflammatory cytokines , such as TNF, IL - 6, IFN - γ , IL - 17, IL - 10 e TGF - β were express ed in terms of disease severity. I n parallel with cytokine enhancement, it was observed a hormonal imbalance in the HPA axis, where a decrease in hormone DHEA resulted in increased cortisol ratio / circulating DHEA. In addition, there was an increase in migratory response of T cells with an activate d phenotype ( HLADR + /VLA - 4 + ) over fibronectin, CXCL12 and TNF - α, and also a combined pre treatment of DHEA and cortisol. These results indicate that neuroendocrine disorders correlated to a systemic inflammatory profile, can increase migration potential of T cells to inflammatory sites, including heart tissue and thus being involved in heart disease
DeCS: Doença de Chagas
Neuroimunomodulação
Movimento Celular
Pacientes/estatística & dados numéricos
Issue Date: 2015
Citation: BERBERT, L. R. Interações imunoendócrinas na migração de linfócitos na doença de chagas humana crônica: relação com a cardiopatia. 2015. 71f. Tese (Doutorado em Biologia Celular e Molecular) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2015.
Date of defense: 04-30-2015
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação Biologia Celular e Molecular
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação Biologia Celular e Molecular
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBCM - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
luiz_berbert_ioc_dout_2015.pdf3.01 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.