Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/13362
Title: Estudos sobre a competência e a capacidade vetorial de Triatoma brasiliensis, Triatoma juazeirensis e seus híbridos experimentais, sob condições de laboratório
Advisor: Costa, Jane Margaret
Moreira, Carlos José de Carvalho
Members of the board: Gonçalves, Teresa Cristina Monte
Mallet,Jacenir Reis dos Santos
Gomes, Suzete Araújo Oliveira
Junqueira, Ângela Cristina Verissimo
Freitas, Simone Patrícia Carneiro
Authors: Correia, Nathália Cordeiro
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Triatoma b. brasiliensis, considerado um dos principais vetores da doença de Chagas nas áreas do semiárido nordestino brasileiro, faz parte de um complexo de espécies proposto por estudos multidisciplinares. Atualmente, neste complexo estão incluídos Triatoma b. macromelasoma e Triatoma juazeirensis, apresentando um padrão de distribuição parapátrico nos estados de Pernambuco e Bahia, respectivamente. Todas as espécies do complexo T. Brasiliensis foram encontradas infectadas naturalmente por Trypanosoma cruzi e podem invadir e/ou colonizar as habitações demonstrando diferentes graus de adaptação aos ecótopos artificiais. Em laboratório, estas espécies podem se reproduzir e gerar obtidos híbridos férteis. Assim, a hipótese de existirem híbridos naturais foi testada porestudos morfométricos comparativos das asas e também do padrão cromático do pronoto. Os resultados sugeriram a existência de uma área de hibridação natural no estado de Pernambuco onde posteriormente uma alta variabilidade fenotípica foi registrada,corroborando a hipótese levantada. Pernambuco apresenta altos índices de infestação domiciliar por triatomíneos os quais podem ser encontrados em ecótopos naturais, portanto, os riscos de transmissão do agente etiológico e as possibilidades de reinfestação das casas demandam um constante monitoramento e controle dos vetores nas áreas habitadas. Este trabalho teve por objetivo comparar parâmetros relacionados à competência vetorial de ninfas de 5º estádio de T. b. Brasiliensis e T. juazeirensis e de seus híbridos experimentais(Hjb -\2640T. Juazeirensis x \2642T. b. Brasiliensis e Hbj -\2640T. b. Brasiliensis x \2642T. juazeirensis), obtidos por cruzamentos recíprocos entre as espécies. A suscetibilidade dos híbridos e parentais à infecção por T. cruzi foi analisada pela alimentação artificial com a cepa TcI 0354, e posteriormente dissecados nos períodos de 10, 20 e 30 dias Os comportamentos alimentar e de defecação foram analisados comparativamente pelo:1-registro do tempo de início do repasto sanguíneo em camundongos,2-tempo de duração da alimentação, 3-tempo do término da alimentação e tempo e comportamento de defecação. Os insetos foram pesados antes e após a alimentação nos dois experimentos. Híbridos e parentais apresentaram-se infectados por T. cruzi durante os 30 dias após a alimentação infectante, predominantemente com epimastigotas. A quantidade de epimastigotas no estômago e no intestino de T. Juazeirensis foi significativamente menor do que híbridos e T. b. brasiliensis. A população de tripomastigota metacíclica foi significativamente maior em híbridos no intestino e ampola retal. Os híbridos demonstraram-se mais suscetíveis à infecção por apresentarem estatisticamente um padrão da infecção ao longo do tempo mais homogêneo do que seus parentais. Não foi encontrada relação entre volume de sangue ingerido e taxa de infecção. Híbridos e parentais apresentaram voracidade, pois procuraram avidamente a fonte alimentar nas primeiras semanas. Após a segunda semana, os híbridos levaram mais tempo para iniciarem o repasto sanguíneo e ainda na primeira semana levaram mais tempo para defecar após a alimentação quando comparados aos parentais. T. b. brasiliensis, apresentou as menores médias de tempo para se aproximar da fonte alimentar e iniciar a alimentação, porém não foi estatisticamente diferente de T. juazeirensis. Todos os grupos defecaram próximo do camundongo,T. b. brasiliensis defecou mais vezes em menos de um minuto Este trabalho ressalta a importância epidemiológica desta área em que são encontrados os fenótipos de T. b. brasiliensis, pois híbridos e parentais apresentaram características de bons vetores, sendo os híbridos mais suscetíveis à infecção pela cepa 0354 do que as espécies parentais, enquanto que os parentais apresentaram melhor comportamento alimentar e de defecação
Abstract: Triatoma b. brasiliensisis consider one of the main vectors of Chagas disease in the Northeast Region of Brazil and belongs to a species complex proposed by multidisciplinar studies. In this species complex, is also included Triatoma b. macromelasoma and Triatoma juazeirensis, geographically distributed in a parapatric form in Pernambuco and Bahia States, respectively. All species of Triatoma brasiliensis complex can be found infected by Trypanosoma cruzi in nature and invading and/or colonizing human habitations with different degrees of adaptation to each artificial ecotope. Since experimental crossings between all of those species can result in fertile hybrids, there was a question whether those hybrids could naturally exist that was tested by morphometric comparisons of the wings and chromatic pattern of pronotum. It was latter suggested the existence of a natural hybridization zone in Pernambuco State in which there is a high phenotypic variability, in corroboration with the hypothesis raised. There are high rates of house infestation by triatomine in Pernambuco State, and it is also find insects in natural ecotopes, therefore there is a high risk of transmission of the etiological agent caused by the possibility of domiciliary reinfestations by insect vector, which demands constant monitoring and control of vectors. This study aimed to compare some of the parameters related to the vector competence of T. b. brasiliensis, T. juazeirensis and their experimental hybrids(Hjb -\2640T. juazeirensis x \2642T. b. brasiliensis and Hbj -\2640T. b. brasiliensis x \2642T. juazeirensis) in the5thnymphal stage, obtained through reciprocal crosses. It was analyzed their susceptibility to infection with T. cruzi through artificial feeding with TcI 0354strain, and then dissected in the10th, 20th and 30th days after infection The feeding and defecation behaviors were comparatively analyzed by the parameters: 1-the elapsed time for the insect to start feeding in mice, 2-the elapsed time between the end of feeding, 3-the defecation time and behavior were registered. We weighed the insects before and after both feeding experiments. Hybrids and parental species maintained infected with the 0354 strain of T. cruzi in the 30 days after the infective of experiment and the epimastigote was the most found form of the parasite. It was significantly lower the number of epimastigotes in the stomach and intestine of T. juazeirensis in comparison to hybrids and T. b. brasiliensis. It was detected a significantly higher percentage of metacyclic trypomastigotes in the intestine and rectum of hybrids. These hybrids demonstrated higher susceptibility to this strain because they present statistically a homogenous pattern of infection. It wasn\2019t found any relationship between ingested blood volume and rates of infection. Hybrids and parental species showed feeding voraciously as they eagerly sought food source in the first weeks of feeding. After two weeks, hybrid stook longer time to begin the blood meal. In addition, in the first week of observation the hybrids took more time for defecation after feeding when compared with parental species. T. b. brasiliensis showed the lowest average time to approach the food source and start feeding, but it was not statistically different from T. juazeirensis All groups of insects defecated near or directly in the mouse but T. b. brasiliensis did it more times in less than 1 minute. This work stress the epidemiological importance in this geographical area of the phenotypes of T. b. brasiliensis, since either hybrids and their parental species presented vector capacity, although hybrids seem to be more susceptible to infection with 0354 T. cruzi strain than parental species, the latter presented better feeding and defecation behavior
DeCS: Doença de Chagas
Infecção
Suscetibilidade a Doenças
Triatoma
Issue Date: 2015
Citation: CORREIA, N. C. Estudos sobre a competência e a capacidade vetorial de Triatoma brasiliensis, Triatoma juazeirensis e seus híbridos experimentais, sob condições de laboratório. 2015. 98f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de janeiro, RJ, 2015.
Date of defense: 04-02-2015
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
nathalia_correia_ioc_mest_2015.pdf2.27 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.