Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/13363
Title: A malária no estado do Amazonas de 2003 a 2011distribuição espaço-temporal e correlaçao com populações indígenas
Advisor: Costa, Filipe Aníbal Carvalho
Members of the board: Suárez Mutis, Martha Cecilia
Lima, Marli Maria
Alencar, Jeronimo Augusto Fonseca
Mallet, Jacenir Reis dos Santos
Authors: Teixeira, Livia Faraco
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Entre os anos de 2003 e 2007, a tendência de queda do número de casos de malária registrados na região amazônica observada até 2011 foi interrompida, tendo havido, na verdade, um aumento importante na incidência da doença, com pico em 2005, quando se verificam mais de 600.000 casos/ano. Trabalhamos com a hipótese de que a interrupção da tendência de redução do número de casos observada neste período poderia estar relacionada com a crise administrativa nos sistema de atenção à saúde indígena que ocorreu após o ano de 2003. O presente estudo tem como objetivo principal descrever a distribuição espacial e temporal da malária no estado do Amazonas no período de 2003 a 2011 Especificamente, objetivou-se classificar os municípios e microrregiões do estado do Amazonas, de acordo com índices malariométricos, identificando a proporção de casos de malária que ocorre em populações que residem em localidades definidas como aldeias no estado do Amazonas e correlacionar a carga da malária com características demográficas dos municípios, como: i) proporção de autodeclarados indígenas, ii) proporção de pessoas vivendo em localidades definidas como aldeias, e iii) número de pessoas vivendo em Terras Indígenas oficialmente demarcadas. Informações obtidas no SIVEP-Malária, no IBGE e no Instituto Socioambiental foram revistas para composição de um banco de dados com 1.267.011 casos de malária notificados entre 2003 e 2011. Os casos estão agrupados por município, a unidade ecológica de análise. Considerando-se variáveis independentes informações demográficas dos municípios e variáveis dependentes os parâmetros epidemiológicos relacionados à malária, procuramos identificar associações, buscando verificar um impacto diferenciado da malária sobre as populações indígenas Os resultados demonstram uma distribuição geográfica heterogênea, que evolui ao longo do recorte temporal estudado, em que áreas com menores valores de IPA passam a assumir um papel mais destacado na distribuição dos casos. A proporção de casos diagnosticados em aldeias progride ao longo dos anos, também de forma geograficamente heterogênea. Identifica-se uma mudança na correlação entre o IPA e a presença indígena nos diferentes municípios, que passa a ser positiva a partir de 2007. A crise administrativa da gestão da saúde indígena pode ter sido um fator determinante para o aumento da incidência da doença no estado do Amazonas, que interrompeu, entre 2005 e 2007, a tendência de redução do número de casos ocorrida entre 2003 e 2011
Abstract: Between 2003 and 2007, the downward trend in the number of malaria cases re ported in the Amazon region observed until 2011 was interrupted, having been a significant increase in the incidence of disease, peaking in 2005, when there more than 600,000 cases / year. We hypothesized that the interruption of the downward trend observe d in this period could be related to the administrative crisis on the indigenous health care system that occurred after 2003. The present study aims to describe the spatial and temporal distribution of malaria in the state of Amazonas in the period 2003 - 20 11. Specifically, we aimed to classify the municipalities and micro - regions of Amazonas, according to malariometric parameters, identifying the proportion of malaria cases occurring in populations living in locations defined as Indian villages and correlat e demographic characteristics of the municipalities such as proportion of indigenous self - declared, proportion of people living in locations defined as villages, and number of people living in Indian Lands officially demarcated with the burden of malaria. Information obtained on SIVEP - Malaria, on IBGE and on the Socio - Environmental Institute have been revised in order to compose a database with 1,267,011 malaria cases reported between 2003 and 2011. The cases are grouped by municipality, the ecological un it of analysis. Considering as independent variables the demographic characteristics of municipalities and dependent variables the ix epidemiological parameters related to malaria, we sought to identify associations seeking to verify a differentiated impact o f malaria on indigenous peoples. The results demonstrate a heterogeneous geographical distribution, which evolves over time frame studied, where areas with smaller incidence rates shall assume a more prominent role in the distribution of cases. The proport ion of cases diagnosed in villages progresses over the years, also geographically unevenly. It was observed a change in the correlation between malaria incidence and the indigenous presence in the different municipalities, which becomes positive from 2007. The administrative crisis of the indigenous health care system may have been a determining factor in the increased incidence of malaria in the state of Amazonas between 2005 and 2007
keywords: Amazonas
DeCS: Malária
Epidemiologia
População Indígena
Ecossistema Amazônico
Issue Date: 2014
Citation: TEIXEIRA, L. F. A malária no estado do Amazonas de 2003 a 2011 distribuição espaço-temporal e correlaçao com populações indígenas. 2014. 94f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, RJ, 2014.
Date of defense: 2014
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
livia_teixeira_ioc_mest_2014.pdf3.6 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.