Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/13513
Title: Avaliação da carga parasitária e fatores de virulência em lesões de pacientes com Leishmaniose Tegumentar Americanacorrelação com a forma clínica e resposta à terapêutica
Advisor: Duarte, Marcia Oliveira Pereira
Members of the board: Calabrese, Kátia da Silva
Rodrigues, Karis Maria de Pinho
Gesto, João Silveira Moledo
Luca,Paula Mello de
Gremião, Isabella Dib Ferreira
Authors: Lourenço, Luana Souza de Aguiar
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Estudos prévios sobre os aspectos histopatológicos da leishmaniose tegumentar americana (LTA) causada por Leishmania (Viannia) braziliensis indicam que a carga parasitária, apesar de baixa, variava de acordo não só com a forma clínica, mas também com o tempo de evolução da doença. O insucesso do tratamento e a evolução para formas mais graves dependem de características do parasita e de aspectos da resposta imune do paciente, dentre outros. Os pacientes com a forma cutânea tendem a responder de forma satisfatória, mesmo com protocolo em que se usa baixa dose de antimoniato de meglumina. Entretanto, alguns desses casos demoram mais tempo para atingir a cura clínica ou recidivam ou ainda desenvolvem a forma mucosa. Este projeto teve como meta avaliar a carga parasitária inicial e fatores de virulência em lesões de pacientes com LTA, correlacionando com a forma clínica e resposta à terapêutica. Foram selecionados 82 pacientes com diagnóstico confirmado de LTA. A carga parasitária foi avaliada por PCR quantitativo (qPCR), utilizando-se como alvo genes de subunidade menor de RNA ribossomal (SSR). A análise da expressão gênica de GP63 deu-se pelo uso de RT-PCR e a imunolocalização de GP63 e LPG nas lesões foi conduzida por ensaios de imunoperoxidase. Os dados de quantificação da carga parasitária mostraram parasitismo maior nas lesões que evoluíram com boa resposta ao tratamento, enquanto que a expressão gênica de GP63 e a produção \201Cin situ\201D de GP63 e LPG foram mais significativas nos casos que evoluíram de forma desfavorável ao tratamento. Com isso podemos concluir que mais que a carga parasitária, a regulação de fatores de virulência no infiltrado inflamatório pode influenciar na evolução clínica da LTA causada por L.(V.) braziliensis
Abstract: Previous studies on the histopathological aspects o f american cutaneous leishmaniasis (ACL) caused by Leishmania (V.) braziliensis indicate that the parasite load, although low, varied according not only to th e clinical form, but also with the disease progression. Treatment failure and progress ion to more severe forms depend on parasite characteristics and the aspects of pati ent immune response, among other factors. Patients with cutaneous form tend to respo nd satisfactorily, even with protocols that use low-dose meglumine antimoniate. However, some of these cases either take longer to reach clinical cure, relapse or even develop to mucosal form. This project aims to assess the initial parasite load an d virulence factors in patients with ACL injuries, correlating with the clinical present ation and response to therapy. We selected 82 patients with confirmed diagnosis of LT A. The parasitic load was measured by quantitative PCR (qPCR), using small su bunit ribosomal RNA (SSR) genes as targets. Analysis of GP63 gene expression was done by RT-PCR and immunolocalization of GP63 and LPG lesions was cond ucted by immunoperoxidase assays. The quantification of the parasite load dat a showed higher parasitism in lesions that evolved with good response to treatmen t, whereas gene expression of GP63 and "in situ" production of GP63 and LPG were more significant in cases that evolved unfavorably to treatment. Thus, we conclude d that rather than the parasite load, the regulation of virulence factors in the in flammatory infiltrate may be influencing the clinical course of ACL caused by L. (V.) braziliensis .
DeCS: Leishmaniose Cutânea
Carga Parasitária
Fatores de Virulência
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Issue Date: 2015
Citation: LOURENÇO, L. S. de A. Avaliação da carga parasitária e fatores de virulência em lesões de pacientes com Leishmaniose Tegumentar Americana correlação com a forma clínica e resposta à terapêutica. 2015. 79f. Dissertação (Mestrado em Medicina Tropical) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de janeiro, RJ, 2015
Date of defense: 2015-07-07
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Medicina Tropical
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Medicina Tropical
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGMT - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
luana_lourenco_ioc_mest_2015.pdf2.64 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.