Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/13979
Title: Métodos para avaliação da qualidade de informação em sites de saúde: revisão sistemática (2001-2014)
Advisor: Pereira Neto, André de Faria
Members of the board: Pereira Neto, André de Faria
Silva, Cícera Henrique da
Nadanovsky, Paulo
Santos, Paula Xavier
Biolchini, Jorge Calmon de Almeida
Authors: Pimenta, Rodolfo Paolucci
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Contexto: A informação sobre saúde disponível na Internet tem sido frequentemente considerada de baixa qualidade. A única revisão sistemática que havia sintetizado métodos de avaliação dessa informação data de 2002. Objetivo: Evidenciar quais os critérios e os processos de avaliação da qualidade dessa informação foram utilizados entre os anos de 2001 e 2014. Fontes de dados: Buscamos estudos nas bases da PubMed, Web of Science, LISA, LISTA, CINAHL, SciELO, BIREME, Cochrane Library e Google Acadêmico. Seleção dos estudos: Incluímos estudos de qualquer idioma que avaliaram a qualidade da informação sobre qualquer tema em sites de saúde, apresentaram critérios de qualidade e descreveram seus processos de avaliação. Extração dos dados: Dois revisores selecionaram os estudos e extraíram suas características independentemente: ano de publicação; país de origem; área do conhecimento; relação entre as áreas do estudo, do autor e do periódico; iniciativas internacionais utilizadas; critérios de qualidade; apresentação de indicadores de avaliação; tipos de avaliador; processos tecnológicos de avaliação de Legibilidade; uso de material bibliográfico; métodos de seleção de sites; e apresentação dos sites avaliados Síntese de dados: Identificamos 7.718 referências e selecionamos 384 potenciais estudos elegíveis. O total de 279 estudos distintos estavam de acordo com os critérios de inclusão. A maioria dos estudos é de países desenvolvidos (89%). Cento e nove estudos (39%) utilizaram pelo menos uma das iniciativas internacionais: DISCERN (22,6%), HONCode (17,9%), JAMA Benchmarks (5,4%), LIDA (4,3%), IQ-Tool (2,4%) e Michigan Score (1,4%). Os critérios sintetizados na revisão de 2002 continuam atuais pois foram os mais utilizados: Acurácia (64%), Legibilidade (38%), Abrangência (27%), Técnico (24%) e Design (17%). Os próprios autores foram os avaliadores em 79% dos estudos Conclusões: A maior parte dos estudos é de áreas médicas com uma configuração endógena e a minoria trata de doenças oriundas da pobreza. Muitos estudos reproduziram métodos existentes e a participação de especialistas e usuários pode ser considerada irrisória. O campo de avaliação de sites de saúde cresceu significativamente e escolher métodos adequados ainda é um desafio.
Abstract: Background: The health information on the Internet has often been considered of low quality. The only systematic review that synthesized evaluation methods dates back to 2002. Objective: To evidence quality criterias and assessment processes used between 2001 and 2014. Data sources: We searched studies on the PubMed, Web of Science, LISA, LISTA, CINAHL, SciELO, BIREME, Cochrane Library and Google Scholar. Study selection: We included studies of any language which evaluated the quality of information on any health topic. They also should present quality criteria and described their evaluation processes. Data extraction: Two reviewers selected the studies and extracted its features independently: year of publication; country of origin; area of knowledge; relation between areas of the study, the author and the journal; international initiatives used; quality criteria; presentation of assessment indicators; types of evaluator; technological processes of readability assessment; use of library materials; site selection methods; and presentation of the evaluated sites. Data synthesis: We identified 7,718 references and selected 384 potential eligible studies. A total of 279 separate studies were in accordance with the inclusion criterias. Most studies are from developed countries (89%). One hundred and nine studies (39%) used at least one of the international initiatives: DISCERN (22.6%) HONcode (17.9%), JAMA Benchmarks (5.4%), LIDA (4.3%), IQ -Tool (2.4%) and Michigan Score (1.4%). The criteria summarized in the 2002 review are still valid because they were the most used: Accuracy (64%), Readability (38%), Scope (27%), technical (24%) and Design (17%). The authors were the evaluators in 79% of studies. Conclusions: Most of the studies belongs to medical areas with an endogenous configuration and the minority comes to poverty determined diseases. Many studies reproduced existing methods and the participation of experts and users can be considered negligible. The health sites assessment field has grown significantly and choose appropriate methods is still a challenge.
keywords: Informação e Comunicação em Saúde
Critérios de Qualidade
Avaliação da Informação
Internet e Saúde
Revisão Sistemática
DeCS: Comunicação em Saúde
Controle de Qualidade
Internet
Revisão
Issue Date: 2015
Citation: PIMENTA, Rodolfo Paolucci. Métodos para avaliação da qualidade de informação em sites de saúde: revisão sistemática(2001-2014). 2015. 101 f. Dissertação (Mestrado em Informação e Comunicação em Saúde) - Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2015.
Date of defense: 2015
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Pós-Graduação em Informação Comunicação e Saúde
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde
Program: Programa de Pós-Graduação em Informação Comunicação e Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:ICICT - PPGICS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
rodolfo_pimenta_icict_mest_2015.pdf846.28 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.