Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/14065
Title: Suscetibilidade vs resistênciaestudo da infecção por Leishmania (leishmania) amazonensis em macrófagos murinos
Advisor: Valle, Tânia Zaverucha do
Members of the board: De Luca, Paula Mello
Silva, Adriano Gomes da
Coimbra, Eliane Soares
Rafael Maciel de
Authors: Pereira, Sandy Santos
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Os macrófagos são um dos principais fagócitos do sistema imunológico atuando tanto na resposta imune inata quanto na adaptativa. Na infecção por Leishmania são as principais células infectadas nos hospedeiros vertebrados, tendo, portanto, a função de controlar ou favorecer a proliferação do parasito. Diferentes espécies do parasito produzem diferentes manifestações clínicas, mas o perfil genético assim como a resposta imunológica do hospedeiro pode modular o desenvolvimento da doença. Para melhor compreensão da biologia das leishmanioses, utilizam-se modelos de infecção experimental em camundongos como ferramenta para estudo da imunologia, resistência e suscetibilidade ao parasito. Neste trabalho estudamos a infecção por Leishmania amazonensis em macrófagos de três linhagens de camundongos com diferentes graus de suscetibilidade ao parasito. Para isso macrófagos peritoneais de camundongos BALB/c, C57BL/10 e C3H/He foram infectados com promastigotas de L. amazonensis para avaliação da multiplicação de amastigotas intracelulares, produção de óxido nítrico (NO) e produção de citocinas. Macrófagos de C3H/He infectados por 2 MOI de L. amazonensis apresentaram número de amastigotas e taxa de infecção similares a células de BALB/c e C57BL/10 nas primeiras 48h de infecção. No entanto, a partir de 72 horas a taxa de infecção e número total de amastigotas foi menor quando comparadas com células de origem BALB/c. Quando as células foram estimuladas com LPS e IFN-!, a carga parasitária dos macrófagos das três linhagens foram reduzidas, porém os macrófagos BALB/c permaneceram com carga parasitária maior do que os de origem C3H/He A produção de NO pelas células infectadas só foi diferente sob estimulação, quando os macrófagos de origem BALB/c produziram menos NO do que os C3H/He e C57BL/10. A dosagem de citocinas no sobrenadante das culturas sem estimulo mostrou que os macrófagos de C3H/He apresentaram altos níveis de IFN-!, IL-12 e IL-10, sendo este último exacerbado pela infecção, quando comparados as demais linhagens. A estimulação por LPS e IFN-! aumentou a produção de citocinas dos macrófagos de BALB/c e C57BL/10. Já as células de origem C3H/He quando estimuladas mostraram pouca ou nenhuma produção de IL-1", IL12 e IL-10 e uma estimulação moderada de TNF e IL-6. Finalmente, a inibição da iNOS pela aminoguanidina não foi capaz de diminuir a resistência dos macrófagos de C3H/He. Podemos, portanto, concluir que macrófagos de camundongos C3H/He são menos suscetíveis a infecção por L. amazonensis, mas essa sua resistência não é dependente da produção de óxido nítrico e nem de uma resposta do tipo Th1
Abstract: Macrophages are the main phagocytes of the imune system, participating on the inate and adaptative responses. They are the main host cell during Leishmania infection, participating on the control or multiplication of the parasite.Different species of the parasite produce different clinical manifestations, but the genetic background and the imune response of the host may modulate the development of the disease. In order to understand the biology of the leishmaniasis the mouse experimental model is used as a tool for the study of immunology and resistance/susceptibility to the parasite. In this work we have studied Leishmania amazonensis infection in macrophages obtained from three different inbred mouse strains, presenting different degrees of susceptibility to infection. Therefore, peritoneal macrophages of BALB/c, C57BL/10 and C3H/He mice were infected with L. amazonensis promastigotes in order to evaluate the number of intracelular amastigotes and infection rate. C3H/He macrophages infected with 2 MOI of L. amazonensis presented similar number of amastigotes and infection rate as BALB/c and C57BL/10 cells on the first 48 hours after infection. However, after 72 hours infection rate and number of amastigotes per cells were higher in BALB/c cells. When cells were stimulated with LPS and IFN-!, parasite load of all three inbred strains was reduced, but macrophages from BALB/c remained with a higher parasite load than C3H/He. Nitric oxide production by infected macrophages was only different under stimulation, when macrophages from BALB/c produced less NO than C3H/He and C57BL/10. Cytokine dosage of culture supernatants showed that all non-stimulated cultures produced of macrophages from C3H/He produced high levels of IFN-!, IL-12 and IL-10, the later being further exacerbated by infection, when compared with the others stains. Stimulation by LPS and IFN-! enhanced cytokine production by BALB/c and C57BL/10 macrophages. C3H/He cells when stimulated showed low or no production of IL1 ", IL-12 and IL-10 and a moderate enhancement of TNF and IL-6. Finally, iNOS inhibition by aminoguanidine was not able to reduce the resistance of C3H/He macrophages. We can then conclude that macrophages from C3H/He are less susceptible to L. amazonensis infection, but resistance is not dependent on nitric oxide production of a Th1 response.
DeCS: Leishmania
Macrófagos
Suscetibilidade a Doenças
Óxido Nítrico
Camundongos
Issue Date: 2015
Citation: PEREIRA, S. S. Suscetibilidade vs resistênciaestudo da infecção por Leishmania (leishmania) amazonensis em macrófagos murinos. 2015. 96f. Dissertação (Mestrado em Biologia Parasitária) - Fundação Oswaldo Cruz, Instituto Oswaldo Cruz, Rio de janeiro, RJ, 2015
Date of defense: 2015-Mar-25
Place of defense: Rio de Janeiro/RJ
Department: Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz.Instituto Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em Biologia Parasitária
Embargo date: 2016-12-17
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - PGBP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
sandy_pereira_ioc_mest_2015.pdf4.5 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.