Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/14406
Title: Estudo de associação do polimorfismo G-197A do gene IL17 na infecção pelo Vírus Linfotrópico da Célula T Humana Tipo 1 (HTLV-1)
Other Titles: Association study of the G-197A polymorphism in the IL17 gene on infection by Infection of Human T-Cell Lymphotropic Virus Type 1
Advisor: Morais, Clarice Neuenschwander Lins de
Members of the board: Morais, Clarice Neuenschwander Lins de
Lorena, Virgínia Maria Barros de
Silva, Norma Lucena Cavalcanti Licínio da
Authors: Neco, Heytor Victor Pereira da Costa
Coadvisor: Moura, Patrícia Muniz Mendes Freire de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: O Vírus Linfotrópico da célula T Humana Tipo 1 (HTLV-1) é o agente etiológico da paraparesia espástica tropical/mielopatia associada ao HTLV-1 (HAM/TSP). Entretanto, o HTLV-1 não causa doença na maioria dos indivíduos, pois fatores genéticos individuais podem influenciar a resposta imune. Estudos mostram que polimorfismos de um único nucleotídeo (SNP) podem estar relacionados aos sintomas nos infectados, a exemplo de SNPs no gene da interleucina 17 (IL-17A), citocina com potente atividade pro-inflamatória. Nosso objetivo foi investigar a possível associação do polimorfismo G-197A no gene IL17 com a presença de sintomas em portadores do HTLV-1. Para tanto, foram coletadas amostras de sangue periférico de 116 pacientes (29 sintomáticos, com HAM/TSP, e 87 assintomáticos) do Hospital Universitário Oswaldo Cruz com diagnóstico positivo para HTLV-1. Após a extração do DNA, a genotipagem do SNP G-197A foi realizada por PCR em tempo real, utilizando sondas TaqMan(R). Os resultados não mostraram diferenças significativas na frequência alélica entre os grupos (p=0.110). Entretanto, a frequência do genótipo homozigoto AA foi maior nos sintomáticos do que nos assintomáticos quando comparada com o genótipo GG (p=0.032) e com os genótipos GG/AG (p=0,0323). Idade avançada (p=0.0042) e sexo feminino (p=0.028) também aparecem como fatores de risco no desenvolvimento da doença. Em acréscimo, através da detecção de citocinas por citometria de fluxo no soro de 64 pacientes, não foram detectadas concentrações mínimas de IL-17 em nenhuma das amostras. Porém, as maiores concentrações de IFN-gama e TNF-alfa foram encontradas nos pacientes HAM/TSP. Portanto, os resultados mostraram que a presença do genótipo AA provavelmente está associado ao desenvolvimento de HAM/TSP. Como perspectiva, para confirmar esses achados, é necessário verificar a frequência deste e de outros SNPs no gene IL17 em uma população maior, a fim de compreender melhor a resposta presente na patogênese dos vírus HTLV
keywords: Virus Linfotrópico de Células T Humanas Tipo 1 - imunologia Interleucina-17 - genética - imunologia
DeCS: Vírus 1 Linfotrópico T Humano
Interleucina-17
Infecções por Deltaretrovirus
Citocinas/imunologia
Reação em Cadeia da Polimerase em Tempo Real
Issue Date: 2015
Publisher: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Citation: NECO, Heytor Victor Pereira da Costa. Estudo de associação do polimorfismo G-197A do gene IL17 na infecção pelo Vírus Linfotrópico da Célula T Humana Tipo 1 (HTLV-1). 2015. 74 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Biociências e Biotecnologia em Saúde) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2015.
Date of defense: 2016-06-26
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz.Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães.
Program: Programa de Pós‐Graduação em Biociências e Biotecnologia em Saúde
Embargo date: 03-22-2016
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPBBS - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015neco-hvpc.pdf1.75 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.