Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/14456
Title: A violência sexual na adolescência: significados e articulações
Other Titles: Sexual violence in adolescence: meanings and joints
Advisor: Assis, Simone Gonçalves de
Junqueira-Marinho, Maria de Fátima
Authors: Carvalho, Lusanir de Sousa
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este estudo apresenta violência sexual e as possíveis implicações psicossociais que ela pode provocar quando ocorre na adolescência. Discute sobre os diferentes contextos em que a violência sexual se manifesta na vida dos adolescentes: nas relações afetivo-sexuais entre parceiros, quando ocorre em relações familiares e naquela praticada por estranhos ou conhecidos, especialmente em ambientes comunitários. O objetivo geral desta pesquisa foi investigar aspectos da identidade e da sexualidade em adolescentes que vivenciaram violência sexual. A abordagem metodológica articulou dados quantitativos e qualitativos, em uma perspectiva de triangulação de métodos. Os dados quantitativos foram construídos com base em inquérito epidemiológico que avalia a associação entre a violência sexual e outras variáveis. Já os dados qualitativos basearam-se em entrevistas semiestruturadas com adolescentes vítimas de violência sexual. Os sujeitos da pesquisa foram adolescentes com vivência de violência sexual. A análise dos resultados foi organizada em duas partes: inicialmente apresentou o comportamento sexual de adolescentes escolares brasileiros segundo a presença de violência sexual. Constatou-se que: a violência sexual é complexa, multideterminada e democrática todos são vulneráveis, independente de sexo, classe social ou local de moradia; a adolescência é um período de elevada vulnerabilidade à violência sexual. Com relação ao comportamento sexual dos adolescentes com história de violência sexual observou-se: 10 por cento dos adolescentes na faixa etária entre 15-19 anos já viveram a experiência da violência sexual em alguma esfera relacional em algum momento de suas trajetórias; apesar de ser teoricamente reconhecida como uma prática com prevalência mais elevada no sexo feminino, também é reconhecida entre os homens; há associação da violência sexual com outras formas de violência, tais como a violência física e a psicológica. A seguir, este estudo abordou aspectos relacionados ao desenvolvimento da identidade e a constituição da sexualidade dos adolescentes vítimas de violência sexual. Esta pesquisa destaca como a violência sexual por seu caráter íntimo e relacional é capaz de revelar a fragilidade e a vulnerabilidade no qual um sujeito em processo de ressignificações encontra-se. A análise aponta a violência sexual como um fenômeno de difícil caracterização na adolescência, por ser provocante e instigador de feridas e dores não só aos vitimizados, mas inclusive aos familiares e profissionais. Por sua vez, adolescentes vitimas de violência sexual necessitam de atenção médica e psicológica, tendo em vista as consequências desta experiência sobre a saúde física e mental. Sendo assim, salientou-se a necessidade de investimento em políticas públicas intersetoriais no âmbito da assistência a adolescentes de ambos os sexos vítimas de violência sexual.
Abstract: This study presents sexual violence and its possible psychosocial implications when occurred in adolescence. It discusses the different contexts in which sexual violence manifests itself in adolescents: in affective-sexual relations between partners and in that done by strangers or acquaintances, especially in the community. The general objective of this research was to investigate aspects of identity and sexuality in adolescents who experienced sexual violence. The methodological approach demonstrated quantitative and qualitative data in a mixed method approach .The quantitative data were built based on epidemiological inquiry done with the purpose of getting to know the sexual violence presented by public and private school students in ten Brazilian capitals. The qualitative data were based on semi-structured individual interviews. The subjects of the research were adolescents, victims of sexual violence. The analysis of the results was organized in two parts: initially it presented the sexual behavior of Brazilian adolescent students according to the presence of sexual violence. It was found that sexual violence is a complex, multi-determined and democratic issue – everybody is vulnerable, regardless of sex, social class or residence; the adolescence is a period of high vulnerability with respect to sexual violence. In relation to the adolescent sexual behavior with a history of sexual violence, it was observed that 10% of the adolescents aged 15 to 19 have already experienced sexual violence in some relational sphere at a determined part of their lives. Although it is a practice theoretically recognized in the female sex, it is also recognized among male, there is an association of sexual violence with other ways of violence, such as physical and psychological. This study also addressed issues related to the development of the identity and the constitution of the adolescents’ sexuality victims of sexual violence. This research points out how sexual violence, due to its intimate and relational characteristic, is capable of revealing the fragility and vulnerability of a subject in process of redefinition. The analysis points out sexual violence as a difficult phenomenon of characterization in the adolescence, as it is a provoking and instigating issue, capable of causing pain, not only in the victim, but also in the family and professionals. Thus, adolescents victimized by sexual abuse need medical and psychological assistance taking into consideration the consequences of this experience on physical and mental health. Consequently, there must be political investment and intersectorial intervention in order to benefit both female and male adolescents, victims of sexual violence.
Keywords: Sexual violence
Adolescence
Vulnerability
Identity
Sexuality
Body
keywords: Violência sexual
Adolescência
Vulnerabilidade
Identidade
Sexualidade
Corpo
DeCS: Violência Sexual
Adolescente
Vulnerabilidade
Sexualidade
Issue Date: 2012
Citation: CARVALHO, Lusanir de Sousa. A violência sexual na adolescência: significados e articulações. 2012. 204 f. Tese (Saúde Pública) - Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca, Rio de Janeiro, 2012.
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca
Copyright: open access
Appears in Collections:ENSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
753.pdf2.21 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.