Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/14534
Title: Distribuição espacial da comorbidade Aids/Tuberculose e fatores correlacionados em casos residentes em Recife/PE, registrados no período de 2001 a 2010
Other Titles: Spatial distribution of comorbidity AIDS/Tuberculosis and correlated factors in resident cases in Recife/PE, registered in the 2001-2010 period
Advisor: Luna, Carlos Feitosa
Members of the board: Luna, Carlos Feitosa
Lapa, Tiago Maria
Cardoso, Mirian Domingos
Authors: Silva, Carla Carolina Alexandrino Vicente da
Coadvisor: Albuquerque, Maria de Fátima Pessoa Militão de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: Os objetivos deste estudo foram analisar a distribuição espacial da coinfecção Aids/Tuberculose no município do Recife, no período de 2001 a 2010, bem como identificar áreas de risco e indicadores sociodemográficos e econômicos correlacionados. Realizou-se estudo ecológico analítico exploratório com dados do Sistema de Informações sobre Agravos de Notificação (SINAN) e o Censo Demográfico de 2010. Foram incluídos no estudo 1.246 casos novos de coinfecção. Para distribuição dos casos e identificação de áreas de risco (mapas de densidade de Kernel), utilizou-se técnica de geoprocessamento e para identificar os fatores correlacionados à coinfecção, foi utilizado o modelo do erro espacial - CAR (Conditional AutoRegression). Apresentaram-se como fatores correlacionados à coinfecção Aids/Tuberculose: Proporção de domicílios sem abastecimento de água da rede geral (ß=0,29, p=0,020); Proporção de domicílios sem iluminação pública (ß=-1,72, p=0,005); Renda média mensal da pessoa responsável pelo domicílio (ß=-2,89, p=0,001); Média do número de moradores em domicílios particulares permanentes (ß=-53,65, p<0,001); Proporção de crianças de 10 a 14 anos que são responsáveis pelo domicílio (ß=63,20, p=0,003); Proporção de crianças de 10 a 14 anos que trabalham (ß= -17,79, p<0,001). Entretanto, o modelo final não apresentou um bom ajuste e, uma vez que tais resultados são discordantes em relação à literatura mundial, fez-se necessária a realização da análise de pontos, a qual apresentou correlação com áreas de baixa condição socioeconômica e pobreza, as ZEIS (Zonas Especiais de Interesse Social). Desse modo, entende-se que a distribuição dessas doenças no espaço não se dá ao acaso e de forma homogênea, mas sofre influência direta do processo de desigualdade social. Logo, compreender como a coinfecção se distribui no espaço e os indicadores sociodemográficos e econômicos correlacionados a ela contribui para subsidiar intervenções de saúde direcionadas que tenham efetividade na redução das taxas de coinfecção
keywords: Análise Espacial
Coinfecção
Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
Tuberculose
DeCS: Análise espacial
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Tuberculose
Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
Tuberculose
Coinfecção
Issue Date: 2015
Publisher: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Citation: SILVA, Carla Carolina Alexandrino Vicente da. Distribuição espacial da comorbidade Aids/Tuberculose e fatores correlacionados em casos residentes em Recife/PE, registrados no período de 2001 a 2010. 2015. 146 f. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Recife, 2015.
Date of defense: 2015-04-07
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Embargo date: 2016-11-28
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado




FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.