Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/14806
Title: Fatores envolvidos na distribuição de triatomíneos e seu controle no município de Diamantina, Minas Gerais, Brasil, entre 2011 e 2014
Advisor: Diotaiuti, Liléia Gonçalves
Members of the board: Diotaiuti, Liléia Gonçalves
Dias, João Carlos Pinto
Ferraz, Marcela Lencine
Souza, Rita de Cássia Moreira de
Gonçalves, Rodrigo Gurgel
Leite, Sílvia Ermelinda Barbosa
Authors: Dias, João Victor Leite
Coadvisor: Martins, Helen Rodrigues
Pires, Herton Helder Rocha
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Abstract: A região do Vale do Jequitinhonha foi uma área de intensa transmissão vetorial da infecção chagásica no século passado, tendo sido uma das primeiras áreas do Brasil a realizar ações de combate a populações de triatomíneos domiciliados. Com os níveis de controle alcançados e a virtual eliminação do Triatoma infestans no país, outras espécies continuam como alvo das atividades de vigilância. Esse estudo teve por objetivo analisar a ocorrência e distribuição de triatomíneos nas áreas urbana e rural do município de Diamantina, Vale do Jequitinhonha, Minas Gerais, além de analisar a infecção por Trypanosoma cruzi em vetores e eventuais reservatórios da infecção. Os triatomíneos foram coletados durante as ações de vigilância entomológica entre setembro de 2011 e agosto de 2014. Os insetos positivos para tripanossomatídeos tiveram o conteúdo intestinal submetido a ensaio para determinação da linhagem de T. cruzi. A distribuição dos triatomíneos na área urbana foi analisada por meio de estatística espacial cotejando com dados de vegetação. A distribuição dos insetos na área rural foi analisada por meio de Modelos Lineares Generalizados empregando dados obtidos de sensores remotos. Avaliaram-se os conhecimentos a respeito de triatomíneos e doença de Chagas por meio de questionário entre moradores de localidades com diferentes níveis históricos de infestação triatomínica domiciliar. Mamíferos silvestres e sinantrópicos foram capturados e examinados quanto à infecção por T. cruzi. Foi realizada análise morfométrica de asas e análise molecular por meio de sequenciamento de gene do citocromo B para esclarecer relações de espécies de triatomíneos morfologicamente semelhantes ao Triatoma maculata. Foram capturados 975 triatomíneos pertencentes a oito espécies. Panstrongylus megistus foi a principal espécie capturada, sobretudo em colônias detectadas durante atividades de atendimento às notificações. Triatoma vitticeps foi a espécie mais notificada no município. A infecção por tripanossomatídeos foi observada em 7,4% dos insetos examinados, com destaque para Panstrongylus geniculatus (38,1%) e T. vitticeps (17,6%). Foram detectadas as linhagens TcI, TcII e TcIII do T. cruzi entre triatomíneos. As espécies distribuíram-se em distintas áreas de ocorrência ao longo do município. Os Modelos Lineares Generalizados não mostraram bom poder preditivo para descrever a ocorrência de P. megistus, T. arthurneivai e T. vitticeps. Na área urbana foi observada ocorrência de 140 exemplares de quatro espécies (P. geniculatus, P. megistus, Triatoma arthurneivai e T. vitticeps). A distribuição de imóveis infestados foi agregada para todas as espécies, exceto P. megistus, estando T. vitticeps e P. geniculatus próximos a áreas mais vegetadas e cobertas por campo rupestre. A população reconheceu os triatomíneos independentemente da localidade de residência, porém os moradores de áreas mais infestadas conheciam melhor os serviços de controle e as condutas a se adotar em relação aos insetos. Não foram detectados mamíferos infectados por T. cruzi. Na morfometria geométrica T. maculata e Triatoma pseudomaculata formaram um clado enquanto na análise molecular T. pseudomaculata com Triatoma wygodzinskyi foram agrupados em um clado, sendo T. maculata e T. arthurneivai espécies mais distantes. Os resultados mostram diferenças nos espaços geográficos ocupados pelos triatomíneos no município, além da interação com diferentes linhagens de T. cruzi, contribuindo para um melhor entendimento da ecoepidemiologia das espécies encontradas em Diamantina e indicando a necessária manutenção da vigilância entomológica.
Abstract: Jequitinhonha Valley region represented an area with intense vector-borne transmission of Chagas disease infection in the past century, and also was one of the first areas in Brazil to carry out activities against domiciliated triatomines. Because of the controlled transmission and elimination of Triatoma infestans in Brazil, other triatomine species remain as target of surveillance. This study aimed to analyze the occurrence and distribution of triatomines in the urban and rural areas of the municipality of Diamantina, Jequitinhonha Valley, Minas Gerais, and to evaluate infection by Trypanosoma cruzi among vectors and possible reservoirs. Triatomines were collected during entomological surveillance between September 2011 and August 2014. Intestinal content of the insects with trypanosomes was evaluated for diagnosis of T. cruzi lineage. Distribution of triatomines in an urban area was analyzed by means of spatial statistics associated to vegetation cover data. Distribution of insects in the rural areas was analyzed by means of Generalized Linear Models with remote sensed data. Knowledge related to triatomines and Chagas disease was evaluated by using a questionnaire among residents in localities with different historical levels of triatomine infestation. Sylvatic and synanthropic mammals were examined about T. cruzi infection. Wing morphometry and sequencing of cytochrome B gene were used to clarify relationships of species morphologically similar to Triatoma maculata. A total of 975 triatomines of eight species were captured. Panstrongylus megistus was the most captured species, especially in colonies detected during searches by health agents in response to previous notification. Triatoma vitticeps was the most notified triatomine. Infection by trypanosomes was observed in 7.4% of examined insects, and Panstrongylus geniculatus (38,1%) and T. vitticeps (17,6%) were most infected species. T. cruzi lineages TcI, TcII and TcIII were detected among triatomines. Triatomine species occurred in distinct areas along the municipality. Generalized Linear Models did not present good predictive power in describing P. megistus, Triatoma arthurneivai and T. vitticeps distribution. In urban area 140 triatomines of four species were captured (P. geniculatus, P. megistus, T. arthurneivai and T. vitticeps). Spatial distribution of infested buildings was clustered for all species, except for P. megistus. T. vitticeps and P. geniculatus were found in more vegetated areas covered by rocky fields. People from all localities were able to recognize triatomines, but the residents in areas with more infestation knew better the existence of triatomine control service and reported desirable attitudes about the detection of insects. T. cruzi-infected mammals were not detected. At geometric morphometrics T. maculata and Triatoma pseudomaculata were grouped into a clade, whereas in molecular analysis T. pseudomaculata and Triatoma wygodzinskyi were grouped into a clade and T. maculata and T. arthurneivai remained more distant to them. Results presented differences in geographic space occupied by triatomines in the municipality, with interaction with distinct lineages of T. cruzi, contributing to improved understanding of ecoepidemiology of the triatomines species found in Diamantina, and indicating the necessity of a sustained entomological surveillance.
Keywords: Triatomines
Trypanosoma cruzi
Spatial Analysis
Vector Control
Knowledge
keywords: triatomíneos
Trypanosoma cruzi
análise espacial
controle vetorial
conhecimento.
DeCS: Doença de Chagas/transmissão
Trypanosoma cruzi/parasitologia
Análise espacial
Controle de Vetores
Issue Date: 2015
Citation: DIAS, João Victor Leite. Fatores envolvidos na distribuição de triatomíneos e seu controle no município de Diamantina, Minas Gerais, Brasil, entre 2011 e 2014. 2015. 181 p. Tese(Doutorado em Ciências Concentração Doenças Infecciosas e Parasitarias)-Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou.Programa de Pós-graduação em Ciências da Saúde.2015
Date of defense: 2015
Place of defense: Belo Horizonte/MG
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou
Program: Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:MG - IRR - PPGCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_DIP_Jo?oVictorLeiteDias.pdf6.21 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.