Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/15854
Title: Caracterização da infecciosidade de roedores silvestres e sinantrópicos como hospedeiros reservatórios envolvidos no ciclo zoonótico da leishmaniose tegumentar americana associada à Leishmania (Viannia) braziliensis
Advisor: Brandão Filho, Sinval Pinto
Members of the board: Brandão Filho, Sinval Pinto
Medeiros, Zulma Maria
Souza, Wayner Vieira de
Brazil, Reginaldo Peçanha
Shaw, Jeffrey Jon
Authors: Marinho Junior, José Ferreira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil.
Abstract: Uma das lacunas relacionadas com a ecoepidemiologia da LTA associada à Leishmania (Viannia) braziliensis está relacionada à identificação de hospedeiros reservatórios e flebotomíneos que mantém o ciclo de transmissão. Amaraji, município da Zona da Mata de Pernambuco, apresenta importante incidência da LTA. Este estudo objetivou caracterizar a infecciosidade de roedores silvestres e sinantrópicos à L. (V.) braziliensis como reservatórios envolvidos na manutenção do ciclo zoonótico na região, através do diagnóstico de infecção natural por L. (V.) spp detectado por qPCR (Reação em Cadeia da Polimerase quantitativa); xenodiagnósticos utilizando Lutzomyia longipalpis ou Lutzomyia whitmani em roedores infectados; e, avaliação da interrupção de exposição à transmissão. Estudo experimental realizado entre maio/2012 e agosto/2014, capturou-se 638 roedores pertencentes a 11 diferentes espécies, com predominância de Nectomys squamipes 38,3 por cento (245/638), e, Rattus rattus 23,2 por cento (148/638). Foram marcados com microchips 603 animais, e, realizadas 394 recapturas. Foram obtidos DNA de pele e sangue dos roedores a cada captura/recaptura. Em 176 (29,2 por cento) roedores detectou-se infecção. Foram realizados 51 xenodiagnósticos (46 L. whitmani; 5 L. longipalpis), onde infectaram-se 72,58 por cento (1400/1929) dos flebotomíneos. Não foram identificadas diferenças quanto às espécies vetoras. Roedores foram infectivos aos vetores independentemente da carga parasitária da infecção natural. Foi verificada diminuição da carga parasitária dos roedores em laboratório. A infecção natural por L. (Viannia.) spp detectada nos roedores, indicam que N. squamipes e N. lasiurus atuam como reservatórios primários e, R. rattus, como reservatório secundário no ciclo de transmisssão da LTA na região.
Abstract: One of the gaps related to ACL (American Cutaneous Leishmaniasis) ecoepidemiology associated with Leishmania (Viannia) braziliensis is related to identification of reservoir hosts and sand flies that keeps the transmission cycle. Amaraji, municipality of Zona da Mata of Pernambuco state, show a significant incidence of ACL. This study aimed to characterize the infectivity of wild and synanthropic rodents to L. (V.) braziliensis as reservoirs involved in maintaining the zoonotic cycle in the region, through the diagnosis of natural infection with L. (V.) spp detected by qPCR (quantitative Reaction Polymerase Chain); xenodiagnoses using fed sandflies (Lutzomyia longipalpis and Lutzomyia whitmani) on infected rodents; and evaluation of exposure to interrupt transmission. Experimental study conducted between may/2012 and august/2014 was captured 638 rodents of 11 various species, with a predominance of Nectomys squamipes 38.3% (245/638), and Rattus rattus 23.2% (148/638). They were mark with microchips 603 rodents, and performed 394 recaptures. DNA samples were obtained from skin and blood of rodents every capture / recapture. In 176 (29.2%) was detected rodents infection. 51 xenodiagnosis were performed (46 use L. whitmani and 5 use L. longipalpis), where an infected 72.58% (1400/1929) of sand flies. No differences were identified as the vector species. Rodents were infectious to vectors regardless of the load arasite of infection. It was observed decrease in parasite load of laboratory rodents. Natural infection by L. (V.) spp in rodents indicate that N. squamipes and N. lasiurus act as primary reservoirs and R. rattus as secondary reservoir in transmission cycle of LTA in region.
Keywords: Cutaneous Leishmaniasis
Prevention & control
Leishmania braziliensis
Parasitology
Disease reservoirs
keywords: Leishmaniose tegumentar - epidemiologia
Leishmania (Viannia) braziliensis - parasitologia
Hospedeiros reservatórios
Vetores
DeCS: Leishmaniose Cutânea – prevenção & controle
Leishmania Braziliensis - parasitologia
Reservatórios de Doenças
Roedores
Leishmaniose - transmissão
Issue Date: 2015
Citation: MARINHO JÚNIOR, José Ferreira. Caracterização da infecciosidade de roedores silvestres e sinantrópicos como hospedeiros reservatórios envolvidos no ciclo zoonótico da Leishmaniose Tegumentar Americana associada à Leishmania (Viannia) braziliensis. 2015. 103 f. Tese (Doutorado em Saúde Pública) – Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, Recife, 2015
Date of defense: 2015-09-29
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2015marinhojunior-jf.pdf3.06 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.