Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/15971
Title: Ciência e política no Brasil: Carlos Chagas Filho e o Instituto de Biofísica (1931-1951)
Advisor: Azevedo, Nara
Members of the board: Ferreira, Luiz Otávio
Kropf, Simone Petraglia
Dantes, Maria Amélia Mascarenhas
Ferreira, Marieta de Moraes
Edler, Flavio Coelho
Vergara, Moema de Rezende
Authors: Lima, Ana Luce Girão Soares de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho analisa o processo de institucionalização da ciência no Brasil entre as décadas de 30 e 50 do século XX, a partir de um estudo de caso: a criação do Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho e a trajetória de seu criador. O período circunscreve a transição entre dois modelos de profissionalização da ciência e de construção de uma nova identidade socioprofissional para o cientista, que se traduzem na automodelação de sua própria trajetória científica. Herdeiro de uma importante tradição de pesquisa biomédica representada pela obra científica de seu pai, Carlos Chagas Filho pode ser considerado um transformador desta tradição ao trazer para este campo uma nova disciplina, a Biofísica, inaugurando também um novo lugar social para a pesquisa básica: a universidade. Através da articulação de três dimensões, história institucional, trajetória de vida e contexto, demonstro a importância de sua contribuição para as transformações do campo científico, baseadas nas novas relações que se estabeleciam entre ciência e sociedade.
Abstract: This work analyses the process of institutionalization of science in Brazil between the thirties and the fifties of the last century from the study of a case: the creation of the Carlos Chagas Biophysics Institute and the journey of its creator. This period encircles the transition between two models of professionalization of science and the making of a new socio-professional identity for scientists translated in the self-fashioning of his own scientific journey. Heir of an important tradition in biomedical research represented by his father’s scientific work, Carlos Chagas Filho can be considered a transformer of this tradition when brought to this field a new subject, Biophysics, also starting a new social place for basic research: the university. Through three-dimensional articulation: institutional history, life trajectory and context, I explain the importance of his contribution to the transformations occurred in the scientific field, based on new relationships established between science and society.
Keywords: Science
Politics
History
Keywords in spanish: Ciencia
Política
Historia
keywords: Instituto de Biofísica
Carlos Chagas Filho
DeCS: Ciência
Política
História
Issue Date: 2009
Citation: LIMA, Ana Luce Girão Soares de. Ciência e política no Brasil: Carlos Chagas e o Instituto de Biofísica (1931-1951). Tese (Doutorado em História das Ciências e da Saúde) - Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, Rio de Janeiro, 2009. 225 f.
Date of defense: 2009
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
69.pdf23.47 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.