Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/16031
Title: Escolas Fitoparceiras: Saúde, Ambiente e Educação através das Plantas Medicinais
Other Titles: Fito-partner Schools: Environment and Education by Managing Medicinal Plants
Authors: Magalhães-Fraga, Sandra Aparecida Padilha
Oliveira, Maria de Fátima Silva de
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Fármacos. Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Em 22 de junho de 2006, o governo federal aprovou a Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos. Essa política possui diretrizes imprescindíveis para a melhoria do acesso da população às plantas medicinais de forma segura, à inclusão social e regional, além do uso sustentável da biodiversidade brasileira. Como a escola é um espaço de formação de futuros cidadãos e a educação é um elemento indispensável de transformação, o presente trabalho através da gestão participativa visa levar à unidade escolar e ao seu entorno ações educativas que promovam a saúde e o desenvolvimento sustentável utilizando plantas medicinais como tema gerador. Os alunos realizarão um levantamento das plantas medicinais utilizadas pelos seus pais e responsáveis e a partir dos dados obtidos construirão uma horta medicinal, um herbário e aprenderão práticas de compostagem. Também visitarão outras instituições com projetos relacionados com plantas medicinais. Além disso, pais e responsáveis com conhecimentos de plantas medicinais terão a oportunidade de organizar e realizar eventos. Todas as atividades servirão de ferramenta para os educadores abordarem temas de acordo com os conteúdos apresentados em sala de aula. Assim, acreditamos estar contribuindo para a formação de cidadãos conscientes, responsáveis e participantes, aumentando a autoestima a partir do momento que se sentirem parte integrante do projeto, bem como contribuir com a implantação das diretrizes do Programa Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos atendendo às demandas das comunidades locais com o resgate do saberes relativos às plantas medicinais já utilizadas pela comunidade local e o esclarecimento sobre a sua correta utilização.
Abstract: On June 22, 2006, the federal government approved the National Policy on Medicinal Plants and Herbal Medicines. This policy has guidelines are essential to improving people’s access to medicinal plants in a safe, social inclusion and regional planning, and sustainable use of Brazilian biodiversity. Because school is a place of formation of future citizens and education is an indispensable element of transformation, the present work through participatory management aims to bring the schools and in their educational environment to promote health and sustainable development using herbal theme generator. Students conduct a survey of medicinal plants used by their parents or guardians and from the data obtained will build a medicinal garden, a herbarium and learn practical composting. Also visit other institutions with projects related to medicinal plants. In addition, parents and caregivers with knowledge of medicinal plants have the opportunity to organize and hold events. All activities will serve as a tool for educators to discuss matters in accordance with the contents presented in the classroom. Thus, we believe we are contributing to the formation of concerned citizens, leaders and participants, increasing self-esteem from the time that they feel part of the project and contribute to the implementation of the guidelines of National Program on Medicinal Plants and Herbal Medicines meeting the demands of local communities the rescue of knowledge relating to medicinal plants already used by the local community and explain about its correct use.
Keywords: Health
Sustainable Development
Medicinal Plants
Schools
keywords: Saúde
Desenvolvimento Sustentável
Plantas Medicinais
Escolas
DeCS: Plantas Medicinais
Fitoterapia
Biodiversidade
Issue Date: 2010
Publisher: Fundação Oswaldo Cruz. Farmanguinhos. Núcleo de Gestão em Biodiversidade e Saúde.
Citation: MAGALHÃES-FRAGA, Sandra Aparecida Padilha; OLIVEIRA, Maria de Fátima Silva de. Escolas Fitoparceiras: Saúde, Ambiente e Educação através das Plantas Medicinais. Revista Fitos, [S.l.], v. 5, n. 1, p. 46-58, 2010.
Description: Este artigo é parte do estudo apresentado pela autora Maria de Fátima Silva de Oliveira como monografia de conclusão do Curso de Especialização em Gestão da Inovação em Fitomedicamentos do NGBS/ Coordenação de Estudos de FarManguinhos.
ISSN: 2446-4935
Copyright: open access
Appears in Collections:Farmanguinhos - Revista Fitos - Volume 5 - Número 1
Farmanguinhos - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
23.pdf278.72 kBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.