Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/16089
Title: A Trajetória Científica de Rudolf Kraus (1894-1932) entre Europa e América do Sul: Elaboração, produção e circulação de produtos biológicos
Other Titles: The Scientific Trajectory Rudolf Kraus (1894-1932) between Europe and South America: Development, production and circulation of organic products
Advisor: Sá, Magali Romero
Members of the board: Teixeira, Luiz Antonio da Silva
Benchimol, Jaime Larry
Almeida, Marta de
Silva, Márcia Regina Barros da
Kropf, Simone Petraglia
Viana, Larissa Moreira
Authors: Cavalcanti, Juliana Manzoni
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho analisou, através da trajetória científica de Rudolf Kraus (1868-1932), alguns aspectos das dinâmicas de elaboração, produção e circulação de soros e vacinas nos países em que ele trabalhou, bem como na esfera internacional. Kraus foi diretor do Instituto Bacteriológico de Buenos Aires (1913-1921), do Instituto Butantan em São Paulo (1921-23), do Instituto Soroterápico Federal de Viena (1924-1929), e do Instituto Bacteriológico do Chile (1929-1932). Além de ter dirigido estas instituições de pesquisa e produção biomédica, Kraus possuía um discurso e atividades internacionalistas que permitiram entender que as relações científicas de âmbito transnacional eram regidas mais por contatos informais entre cientistas do que por filiações a organizações internacionais ou orientadas pelos interesses dos governos. Ao longo de sua carreira acadêmica, Kraus fundou quatro revistas especializadas e quatro sociedades, sendo duas de âmbito internacional, além de ter organizado três manuais técnicos de microbiologia. A partir de sua vida profissional foi possível perceber o surgimento de uma cultura do uso de produtos biológicos, a qual derivou não apenas do contexto transnacional de institucionalização da bacteriologia, mas do advento da técnica de padronização da produção do soro antidiftérico. Nas primeiras décadas do século XX, tal cultura se estabeleceu também devido à facilidade de se experimentar os novos produtos elaborados no laboratório em razão da ausência de sistemas regulatórios ou legislação que normatizasse o teste de novos terapêuticos em humanos. Em suma, esta tese contribui tanto para a compreensão da dinâmica de elaboração, fabricação e circulação de soros e vacinas nos países em que Rudolf Kraus trabalhou, quanto para o entendimento das formas de contatos entre cientistas de diferentes nacionalidades.
Abstract: Through the scientific history of Rudolf Kraus (1868-1932) this work shed light to aspects of invention, production and circulation of sera and vaccines in the countries he worked as well as on the international level. Kraus directed the Bacteriological Institute of Buenos Aires (1913-1921), the Butantan Institute in São Paulo (1921-23), the Federal Serum Therapy Institute of Vienna (1924-1929) and the Bacteriological Institute of Chile (1929-1932). Besides those directorships, his internationalist discourse and activities showed that the transnational scientific relations were framed more by informal contacts between scientists than by international organizations or governments interests. During his academic career, Kraus founded four specialized journals, four scientific societies, two of which of international scope, and organized three microbiology manuals. Following his professional history it was possible to identify the emergence of a therapeutic culture of using biological products, which was establish with the advent of a standard method to the diphtheria serum production in the context of transnational institutionalization of bacteriology. In the beginnings of twentieth century, this culture was also determined by the ease of trying new laboratory products in the absence of legislation or regulatory systems. His performance as a research institute´s director has generated much controversy as the mobilization of the Brazilian scientific community in response to the development of microbiology in Argentina and the indignation of France after the prohibition of BCG vaccination in Chile. In short, this thesis shows some aspects of the dynamics of development, production and circulation of sera and vaccines and contributes to the understanding of the ways of relation between scientists of different nationalities.
Keywords: Biological Products
International Agreements
Brazil
History
Austro-Hungarian Empire
Keywords in spanish: Productos Biológicos
Convenios Internacionales
Historia
Austria-Hungría
keywords: Império Austro-Húngaro
Relações Cientificas Transnacionais
DeCS: Produtos Biológicos
Convênios Internacionais
Argentina
Brasil
Chile
Áustria
História
Issue Date: 2013
Citation: CAVALCANTI, Juliana Manzoni. A Trajetória Científica de Rudolf Kraus (1894-1932) entre Europa e América do Sul: Elaboração, produção e circulação de produtos biológicos. Tese (Doutorado em História das Ciências e da Saúde) - Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, Rio de Janeiro, 2013. 284 f.
Date of defense: 2013
Place of defense: Rio de Janeiro
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
201.pdf7.11 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.