Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/17736
Title: Mente sã, corpo são: disputas, debates e discursos médicos na busca pela cura das "nevroses" e da loucura na Corte Imperial (1850-1880)
Other Titles: Healthy mind, healthy body: disputes, debates and medical discourses in the search for the cure of "neurosis" and madness in the Imperial Court (1850-1880)
Advisor: Edler, Flavio Coelho
Members of the board: Jabert, Alexander
El-Kareh, Almir Chaiban
Venancio, Ana Teresa A.
Facchinetti, Cristiana
Figueiredo, Betânia Gonçalves
Teixeira, Luiz Antonio da Silva
Authors: Gonçalves, Monique de Siqueira
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Casa de Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Abstract: Este trabalho tem como objetivo analisar os meandros da construção do conhecimento médico sobre as doenças nervosas, e especialmente, sobre a alienação mental na Corte imperial, de 1850 a 1880. Assim, ao tratarmos dos primórdios da medicina mental no Brasil, atentamos primeiramente, para a análise da edificação e abertura do primeiro espaço asilar especialmente dedicado ao tratamento de alienados mentais na América Latina, o Hospício Pedro II, com a finalidade de matizar as interpretações até o momento construídas a respeito desta instituição. Nesse âmbito, nos dedicamos ao estudo do funcionamento asilar, a fim de compreender qual era a função exercida por esse hospício na cidade do Rio de Janeiro; quais as mudanças sociais geradas pela sua construção; qual o papel ocupado pelos médicos no seu funcionamento e em que medida a sua existência contribuiu para a conformação dos conhecimentos relativos às doenças nervosas no período estudado. Ampliando a discussão, nos voltamos também para a apreciação do debate médico a respeito das chamadas nevroses no ambiente acadêmico, visando compreender de que maneira as discussões sobre este tema estiveram presentes na Academia Imperial de Medicina; além disso, nos dedicamos à compreensão da produção médica sobre essa especialidade , através da análise de matérias publicadas nos periódicos médicos e das teses apresentadas à Faculdade de Medicina do Rio de Janeiro durante o período analisado. Com esta tese, procuramos, de forma geral, compreender os parâmetros epistemológicos adotados pela elite médica na busca pela consolidação de um conhecimento sobre as manifestações mórbidas de cunho nervoso, que sustentassem a expansão da sua jurisdição profissional na área da medicina mental.
Abstract: The objective of this work is to evaluate the meanders of the construction of medical knowledge about nervous diseases, and specially, about the mental insanity in the Imperial Court, from 1850 to 1880. Thus, when we present the “early development of mental medicine” in Brazil, firstly try to analyze the creation and opening of first asylum especially dedicated to the treatment of mental insanities in Latin America, the Pedro II Hospices, in order to observe the nuances of the interpretations about this institution. In this context, we dedicate to study the asylum system, to understand the purpose of the foundation of that hospice in Rio de Janeiro city; what social changes were caused by that construction; what the physician`s responsibility in its operation was and what the contribution to the knowledge of nervous diseases in the period studied in this work. Was increasing the discussion, we also present the physician debate about the “neurosis” in the academy, to understand how the debate about that theme was in fact present in the Imperial Academy of Medicine; besides, we dedicate to make the knowledge about this “expertise” clear, by the analysis of materials published in the scientific journals and by the thesis presented to the Medical University of Rio de Janeiro during the period studied. In this work, we proposed, in general, to understand the epistemological parameters used by elite of physicians to find the knowledge consolidation about the morbid manifestation of nervous nature, which kept the increase of their professional jurisdiction in mental medicine.
Keywords: Psychiatry
Mentally Ill Persons
History of Medicine
Keywords in spanish: Psiquiatría
Enfermos Mentales
Historia de la Medicina
keywords: Brasil Império
DeCS: Psiquiatria
Pessoas Mentalmente Doentes
História da Medicina
Issue Date: 2011
Citation: GONÇALVES, Monique de Siqueira. Mente sã, corpo são: disputas, debates e discursos médicos na busca pela cura das "nevroses" e da loucura na Corte Imperial (1850-1880). Tese (Doutorado em História das Ciências e da Saúde) - Casa de Oswaldo Cruz / Fiocruz, Rio de Janeiro, 2011. 244 f.
Date of defense: 2011
Place of defense: Rio de Janeiro
Department: Casa de Oswaldo Cruz
Defense institution: Fundação Oswaldo Cruz
Program: Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
Copyright: open access
Appears in Collections:COC - PPGHCS - Teses de Doutorado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
120.pdf5.61 MBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.