Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18289
Title: Sobrevida hospitalar dos pacientes internados com insuficiência cardíaca descompensada
Other Titles: Risk factors for death related to immunodeficiency: survival analysis with competing risks in a cohort of people living with HIV
Advisor: Albuquerque, Maria de Fátima Pessoa Militão de
Members of the board: Albuquerque, Maria de Fátima Pessoa Militão de
Souza, Wayner Vieira de
Oliveira, Magda Maruza Melo de Barros
Authors: Sarteschi, Camila
Coadvisor: Salvi, Cristiane Campello Bresani
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Aggeu Magalhães. Recife, PE, Brasil
Abstract: A insuficiência cardíaca é uma doença crônica, com elevada prevalência e grande impacto na morbidade e mortalidade em todo o mundo, principalmente nos países desenvolvidos e emergentes. Estudos recentes mostram a influência do padrão socioeconômico no prognóstico de pacientes com insuficiência cardíaca. Este estudo tem como objetivo comparar o perfil epidemiológico e clínico dos pacientes internados com insuficiência cardíaca descompensada entre dois hospitais sendo um da rede pública e outro da privada da cidade do Recife e identificar os fatores preditores de mortalidade hospitalar. Coorte histórica de base hospitalar, incluindo registro de pacientes internados com diagnóstico primário de insuficiência cardíaca descompensada, no período de janeiro de 2007 a dezembro de 2009, na cidade do Recife, sendo o período de internação o tempo de acompanhamento. Foram incluídos no estudo 368 registros de pacientes, 237 (64,4 por cento) no hospital privado e 131 (35,6 por cento) no hospital público. A faixa de idade variou de 19 a 97 anos (média de 67,6 e desvio padrão de 15,2), sendo maioria masculina (59,5 por cento). No serviço privado foi encontrado maior número de idosos, com etiologia isquêmica, assim como maior frequência de comorbidades: hipertensão arterial sistêmica, diabetes, anemia e disfunção renal. No hospital público os pacientes foram mais jovens, porém com maior gravidade da IC. O tempo de sobrevida hospitalar foi similar entre os centros (p=0,365 - teste de Log-Rank). Pelo modelo de risco proporcional de COX os preditores independentes foram idade =70 anos (HR = 2,86 - IC95 por cento de 1,36 a 5,12, p=0,004) e a classe funcional IV (HR = 2,24 - IC95 por cento de 1,09 a 3,63, p=0,025). Apesar das relevantes assimetrias encontradas em termos da idade e das características clínicas dos pacientes não houve diferença na sobrevida intra-hospitalar entre os hospitais privado e público (AU)
keywords: Insuficiência Cardíaca
Epidemiologia
Análise de Sobrevida
Pacientes Internados
DeCS: Síndrome de Imunodeficiência Adquirida
epidemiologia
Mortalidade
HIV
Fatores de risco
Análise de Sobrevida
Estudos de Coortes
Brasil
Humano
Estudos Prospectivos
Issue Date: 2013
Publisher: Instituto Aggeu Magalhães
Citation: SARTESCHI, Camila. Sobrevida hospitalar dos pacientes internados com insuficiência cardíaca descompensada. 2013. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Saúde Pública) - Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães, Fundação Oswaldo Cruz, 2013
Date of defense: 2016-04-18
Place of defense: Recife/PE
Defense institution: Instituto Aggeu Magalhães
Program: Programa de Pós-Graduação em Saúde Pública
Copyright: open access
Appears in Collections:PE - IAM - PPGSP - Dissertações de Mestrado

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2013sarteschi-c[1].pdf1.49 MBAdobe PDFView/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.