Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18425
Title: Qual o percentual de mortes provocadas pela febre amarela?
Authors: Cunha, Rivaldo Venâncio da
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Instituto Oswaldo Cruz. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Abstract: Vídeoaula do pesquisador Rivaldo Venâncio da Cunha, infectologista da Fiocruz que esclarece para a população, por meio de perguntas e respostas os riscos de surto de febre Amarela no Rio de Janeiro e apresenta estatística de casos de febre amarela que evoluem para a morte. Fora de áreas urbanas desde 1942, o vírus da febre amarela voltou a assustar moradores do Estado do Rio. Uma morte atribuída à doença causou apreensão em Casimiro de Abreu. Vacinação em massa e maior controle sobre o trânsito de pessoas em turismo ecológico são duas medidas tomadas imediatamente, por precaução. Os postos de saúde registram filas diariamente por conta do aumento da busca pela vacina. A notícia de que os cinco macacos mortos na Gávea e Jardim Botânico não tinham febre amarela, causou alívio. Em 27 de março começou campanha de vacinação preventiva.
DeCS: Febre Amarela
Aedes aegypti
Evolução Fatal
Issue Date: 2017
Citation: CUNHA, Rivaldo Venâncio da. Qual o percentual de mortes provocadas pela febre amarela? [mar. 2017]. Entrevistador: Thiago Antunes. Rio de Janeiro: Jornal O DIA, 2017. 1 vídeo, MPEG-4, (0min28s), son., color. (Entrevista vídeo n.8).
DOI: https://www.youtube.com/watch?v=UxysV9itLc4
Copyright: open access
Appears in Collections:IOC - REA - Vídeo
Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Qual-o-percentual-de-mortes-provocadas-pela-febre-amarela - 10Youtube.com.mp41.68 MBvideo/mp4View/Open


FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.