Please use this identifier to cite or link to this item: https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/18474
Title: Low frequency of side effects following an incidental 25 times concentrated dose of yellow fever vaccine
Other Titles: Baixa frequência de efeitos colaterais após administração acidental da vacina contra febre amarela em dose 25 vezes concentrada
Authors: Rabello, Ana Lucia Teles
Andrade, Marcela Orsini
Disch, Jolande
Amaral, Tania Maria Marcial
Leal, Maria da Luz Fernandes
Freire, Marcos da Silva
Yamamura, Anna Maya Yoshida
Viana, Angelo
Affilliation: Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Pesquisas Clínicas. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Pesquisas Clínicas. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Centro de Pesquisas René Rachou. Laboratório de Pesquisas Clínicas. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Prefeitura de Contagem. Secretaria Municipal de Saúde. Contagem, MG, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Fundação Oswaldo Cruz. Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos. Rio de Janeiro, RJ, Brasil.
Estado de Minas Gerais. Secretaria de Saúde. Belo Horizonte, MG, Brasil.
Abstract: Em agosto/1999, em conseqüência de engano na etapa de diluição, um grupo de 14 funcionários de um hospital privado de Contagem  Minas Gerais, Brasil, foi imunizado com uma dose 25 vezes mais concentrada do que a recomendada da vacina 17-DD contra febre amarela (Biomanguinhos). Todos o pacientes foram acompanhados através de exames clínicos e laboratoriais nos dias 5, 13 e 35 após a imunização. A freqüência de efeitos colaterais e as manifestações clínicas e laboratoriais não diferiram das observadas em indivíduos imunizados com doses convencionais da vacina. Ao tempo da segunda e terceira avaliações, nenhum dos pacientes relatava sintomas e nenhum deles apresentou anormalidades ao exame físico. Apenas um paciente apresentou alteração laboratorial, sendo observada plaquetopenia no momento da primeira e da segunda avaliação, que retornou aos valores normais ao terceiro exame. À primeira avaliação, seis pacientes apresentavam resposta imune ao teste de redução de neutralização em placa. Em cinco pacientes, o título foi 10 vezes maior do que o valor de corte de 2.36 Log10 mUI/ml. As amostras de sangue colhidas aos tempos 2 e 3 (13 e 35 dias) demonstraram que quase todos os indivíduos responderam à vacinação, com a exceção de um que não apresentou positividade em nenhum dos tempos de avaliação. Este episódio confirma a segurança da vacina 17-DD contra febre amarela.
Abstract: In August/1999, a group of 14 adults from the staff of a private hospital in Contagem  Minas Gerais State, Brazil, received unintentionally a 25 times concentrated dose of the 17-DD yellow fever vaccine (Bio-Manguinhos), due to a mistake at the reconstitution step. All patients were clinically and laboratorially evaluated at days 5, 13 and 35 post vaccination. Frequency of side effects and clinical observations of this group of individuals were not different from the observed in recipients immunized with normal doses of the vaccine. At the second and third evaluation none of the subjects reported symptoms. None of the patients presented abnormalities at the physical examination at none of the time points and in all cases the blood examination was normal, except for a reduced number of platelets that was detected in one subject at the first and second evaluation and reverted to normal at third evaluation. At the first evaluation point, 8 subjects were serum negative and 6 serum positive for yellow fever at the plaque reduction neutralization test. In 5 subjects the observed titre was 10 times higher as the baseline of 2.36 Log10 mUI/ml. The samples collected at second and third evaluation (13th and 35th days) demonstrated that all subjects responded to the vaccination with the exception of one that did not present a positive result in any of the samples collected. This evaluation confirms the safety of the 17-DD yellow fever vaccine.
Keywords: Yellow fever
Vaccination
Safety
keywords: Febre amarela
Vacinação
efeitos adversos
Issue Date: 2002
Publisher: Sociedade Brasileira de Medicina Tropical
Citation: RABELLO, Ana Lucia Teles et al. Low frequency of side effects following an incidental 25 times concentrated dose of yellow fever vaccine. Revista da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical, v. 35, n. 2, p. 177-180, 2002
DOI: 10.1590/S0037-86822002000200008
ISSN: 0037-8682
Copyright: open access
Appears in Collections:Biomanguinhos - Artigos de Periódicos
MG - IRR - Artigos de Periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CPqRR - Baixa frequência de efeitos colaterais.pdf56.37 kBAdobe PDFView/Open



FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksBibTex Format mendeley Endnote DiggMySpace

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.